Verstappen bate Bottas e Pérez e é o mais rápido do dia na Estíria

Piloto holandês da Red Bull foi o mais rápido da sessão que pode definir o grid da corrida em caso de tempestade no sábado

Verstappen bate Bottas e Pérez e é o mais rápido do dia na Estíria

Depois do mexicano Sergio Pérez liderar o primeiro treino livre para o GP da Estíria na manhã desta sexta-feira, foi a vez do holandês Max Verstappen dominar a segunda sessão prática no Red Bull Ring, que volta a receber uma etapa da Fórmula 1 2020 após o GP da Áustria.

Com o tempo de 1min03s660, o piloto da Red Bull fez o tempo mais rápido do fim de semana até o momento e superou Valtteri Bottas. Vencedor do último fim de semana, o finlandês da Mercedes ficou 0s043 do líder.

Leia também:

Quem completou os três mais rápidos no segundo treino livre foi o próprio Pérez, que ficou a pouco mais de dois décimos de Verstappen, mas superou com folga o tempo que o deixou na ponta do TL1, de 1min04s867.

Companheiro do mexicano na britânica Racing Point, o canadense Lance Stroll comprovou a força da 'Mercedes rosa', assim apelidada pela inspiração no modelo de 2019 da equipe alemã, e ficou em quarto no TL2 do GP da Estíria.

O top-5 em Spielberg foi completado pelo espanhol Carlos Sainz, que segue na McLaren em 2020 mas correrá pela Ferrari em 2021, como substituto do alemão Sebastian Vettel, apenas 16º com o time de Maranello na segunda sessão prática.

Hexacampeão da F1, Lewis Hamilton foi o sexto com a Mercedes, à frente do tailandês Alexander Albon, da Red Bull, com quem o piloto britânico se envolveu em acidente polêmico no último final de semana.

Competidor da McLaren, Lando Norris foi o oitavo no TL2. No GP da Áustria, o britânico conquistou seu primeiro pódio na F1. No próximo domingo, porém, o piloto terá punição de três posições no grid de largada do GP da Estíria após ter desrespeitado bandeira amarela no TL1. Charles Leclerc, monegasco da Ferrari, foi o nono, à frente de Esteban Ocon, francês que corre pela Renault.

 

Acidente de Ricciardo

Piloto que correrá pela McLaren a partir de 2021, o australiano Daniel Ricciardo, que segue na Renault até o fim da temporada 2020, protagonizou forte batida no começo do TL2, causando bandeira vermelha. Veja no vídeo abaixo:

 

SEXTA-LIVRE: Três times na ponta, Ricciardo bate forte, Ferrari mal e Brasil ameaçado

Podcast #057 - Bastidores do início da F1 na Áustria e participação de Felipe Drugovich

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: GPs do Brasil e da China devem ser cancelados nesta temporada

Artigo anterior

F1: GPs do Brasil e da China devem ser cancelados nesta temporada

Próximo artigo

Norris recebe punição de grid por incidente com bandeiras amarelas

Norris recebe punição de grid por incidente com bandeiras amarelas
Carregar comentários