Últimas notícias

Verstappen: sexta no Japão foi “uma das piores da temporada”

Max Verstappen classificou a sexta-feira do GP do Japão como “uma de suas piores na temporada” e afirmou que não gostou “de uma volta sequer” em seu carro da Red Bull.

Max Verstappen, Red Bull Racing RB14

Verstappen foi o quarto mais rápido no segundo treino em Suzuka, no meio das duas Ferrari, mas ficou 1s atrás de Lewis Hamilton, da Mercedes.

Ele disse à sua equipe pelo rádio que o carro escorregava a ponto de parecer “ralicross” e deixou claro após a sessão que estava descontente.

“[Foi] Uma de minhas piores nesta temporada em termos de sensação com o carro, e aqui é preciso ter confiança na forma de atacar as curvas”, disse Verstappen.

“Hoje não houve uma volta sequer em que me senti bem no carro.”

Questionado se ele havia gostado da sexta-feira, Verstappen disse: “Não, nem um pouco, nem por uma volta.”

Verstappen superou seu parceiro de equipe, Daniel Ricciardo, por 0s2, mesmo usando o motor de especificação B da Renault em vez do motor de especificação C, que será utilizado no restante do fim de semana.

Contudo, Verstappen disse: “Mas ainda não estou feliz com o carro.”

Verstappen usou uma asa traseira mais enxuta para tentar ganhar velocidade final na reta e afirmou que “talvez o meio termo seja melhor, mas, até agora, não tive boa sensação”.

A Red Bull avaliará se quer aumentar o nível de pressão aerodinâmica para o sábado, mas Verstappen não pode especificar a razão exata para sofrer “muita saída de traseira”.

Enquanto Verstappen se mostrou frustrado, Ricciardo esteve menos preocupado após pegar trânsito em sua volta mais rápida.

“Não acho que eu estive tão infeliz como ele”, disse Ricciardo. “Tivemos níveis de pressão aerodinâmica diferentes – ele tentou menos asa, eu tentei uma maior.”

“Em uma única volta provavelmente não há muita diferença na asa, mas, em ritmo de corrida, parecia que eu fiquei mais feliz e consistente.”

“Para mim, podemos melhorar em voltas lançadas. Acho que em situação de corrida, provavelmente tiramos o máximo.”

Ricciardo também destacou que a ameaça de chuva pode ser um fator importante para as chances da Red Bull.

A Red Bull teve dificuldades em classificação no molhado na Hungria, mas se mostrou mais forte na Bélgica.

“Espero que, se chover amanhã, possamos ter bom ritmo e corrigir algumas inconsistências que tivemos no molhado. Tomara que ele fique amigável”, disse o australiano.

Reportagem adicional de Adam Cooper

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Vettel: Ferrari vem danificando pneus mais que as rivais
Próximo artigo Hamilton: Compreensão do carro explica melhora da Mercedes

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil