Conteúdo especial
Fórmula 1 GP do Brasil

F1: Vitória dividida e acidente de Webber e Alonso no Brasil-2003

Interlagos sediava uma das provas mais aleatórias da história recente da Fórmula 1 há 17 anos

Fernando Alonso, Renault Renault F1 Team R23, gets put into an ambulance on a strecher

Nesta segunda-feira, o GP do Brasil de 2003 completa exatos 17 anos. A prova realizada em Interlagos foi uma das mais movimentadas da Fórmula 1 moderna, com alteração do vencedor e um final completamente atribulado.

Além de tudo, a corrida de São Paulo foi a 700ª da história da categoria máxima do automobilismo mundial. E tudo isso em meio à tradicional chuva paulistana naquele fatídico 6 de abril. É o que o Motorsport.com relembra nesta matéria especial.

Leia também:

A etapa foi a terceira da temporada 2003 e teve o brasileiro Rubens Barrichello na pole position com a Ferrari. Entretanto, a água começou a cair já no começo daquele domingo e a largada foi dada com o safety car.

O líder do campeonato era o finlandês Kimi Raikkonen, então na McLaren. O time de Maranello, por sua vez, tinha que minimizar o prejuízo, já que estava utilizando o carro de 2002 e só teria o novo monoposto no GP da Espanha.

A McLaren não tinha nada a ver com isso e viu o escocês David Coulthard assumir a ponta após a saída do carro de segurança, na sétima volta. Entretanto, a 'normalidade' da corrida durou pouco, já que uma série de acidentes estava por vir. 

Na volta 18, Ralph Firman teve quebra de suspensão e atingiu Olivier Panis, causando nova entrada do carro de segurança. No 25º giro, o brasileiro Antônio Pizzonia bateu na Curva do Sol com Juan Pablo Montoya.

Duas voltas depois, a vítima foi o então pentacampeão Michael Schumacher. No giro de nº 33, foi a vez de Jenson Button também bater na Curva do Sol. Doze voltas mais tarde, Barrichello passou Coulthard e reassumiu a ponta, mas abandonou com pane seca no 47º giro.

Na volta 52, o escocês ainda liderava, mas precisou fazer um pit stop e Raikkonen assumiu a ponta. Entretanto, logo na sequência, o Homem de Gelo errou e permitiu que o italiano Giancarlo Fisichella fosse para a liderança com a Jordan.

Em terceiro, quem aparecia era Fernando Alonso, que fazia grande prova de recuperação após largar em 10º com a Renault. O que o espanhol não esperava, porém, era a sequência de batidas que aconteceria em breve.

A primeira delas ocorreu no 54º giro, quando o australiano Mark Webber bateu forte com a Jaguar. Na volta seguinte, Alonso estava em alta velocidade e não conseguiu desviar dos detritos, chocando-se com violência contra o carro adversário e causando ainda mais estrago.

Caos no GP do Brasil de 2003 com acidentes de Webber e Alonso
Caos no GP do Brasil de 2003 com acidentes de Webber e Alonso
Caos no GP do Brasil de 2003 com acidentes de Webber e Alonso
Caos no GP do Brasil de 2003 com acidentes de Webber e Alonso
Caos no GP do Brasil de 2003 com acidentes de Webber e Alonso
Caos no GP do Brasil de 2003 com acidentes de Webber e Alonso
Caos no GP do Brasil de 2003 com acidentes de Webber e Alonso
Caos no GP do Brasil de 2003 com acidentes de Webber e Alonso
Caos no GP do Brasil de 2003 com acidentes de Webber e Alonso
Caos no GP do Brasil de 2003 com acidentes de Webber e Alonso
Caos no GP do Brasil de 2003 com acidentes de Webber e Alonso
Caos no GP do Brasil de 2003 com acidentes de Webber e Alonso
Caos no GP do Brasil de 2003 com acidentes de Webber e Alonso
Caos no GP do Brasil de 2003 com acidentes de Webber e Alonso
Caos no GP do Brasil de 2003 com acidentes de Webber e Alonso
Caos no GP do Brasil de 2003 com acidentes de Webber e Alonso
Caos no GP do Brasil de 2003 com acidentes de Webber e Alonso
Caos no GP do Brasil de 2003 com acidentes de Webber e Alonso
18

Depois da batida, a bandeira vermelha tremulou e a prova teve seu encerramento decretado, o que acabou garantindo o pódio a Alonso. Entretanto, a confusão de resultados se deu mais à frente, já que Raikkonen e Fisichella haviam trocado posições logo antes do acidente.

No fim das contas, a Jordan de Fisichella pegou fogo após a batida de Webber e Alonso e o italiano teve que parar, devolvendo a ponta a Raikkonen. O finlandês foi declarado vencedor e 'Fisico' o segundo colocado, mas não por muito tempo.

Revendo a sequência dos fatos após o GP, os comissários decidiram que Fisichella deveria ficar com a vitória, já que ele liderava a prova duas voltas antes do acidente. De acordo com os regulamentos, o líder da corrida dois giros antes da batida seria o real vencedor.

Na etapa seguinte, então, um dos fatos mais inusitados da história recente da F1 aconteceu: antes do GP de San Marino, em cerimônia não-oficial em Ímola, um sorridente Raikkonen entregou o troféu do triunfo em Interlagos para Fisichella, vencedor pela primeira vez.

Raikkonen como vencedor no pódio em Interlagos, com Fisichella em segundo
Raikkonen entrega o troféu do GP do Brasil de 2003 para Fisichella em cerimônia não-oficial em Ímola
2

TABELA: Veja o resultado completo do GP do Brasil de F1 de 2003

 Pos Piloto Carro Voltas
1 Italy Giancarlo Fisichella Jordan/Ford 54
2 Finland Kimi Räikkönen McLaren/Mercedes 54
3 Spain Fernando Alonso Renault 54
4 United Kingdom David Coulthard McLaren/Mercedes 54
5 Germany Heinz-Harald Frentzen Sauber/Petronas 54
6 Canada Jacques Villeneuve BAR/Honda 54
7 Germany Ralf Schumacher Williams/BMW 54
8 Italy Jarno Trulli Renault 54
9 Australia Mark Webber Jaguar/Cosworth 53
10 Brazil Cristiano da Matta Toyota 53
DNF Brazil Rubens Barrichello Ferrari 46
DNF United Kingdom Jenson Button BAR/Honda 32
DNF Netherlands Jos Verstappen Minardi/Cosworth 30
DNF Germany Michael Schumacher Ferrari 26
DNF Colombia Juan Pablo Montoya Williams/BMW 24
DNF Brazil Antônio Pizzonia Jaguar/Cosworth 24
DNF France Olivier Panis Toyota 17
DNF Ireland Ralph Firman Jordan/Ford 17
DNF United Kingdom Justin Wilson Minardi/Cosworth 15
DNF Germany Nick Heidfeld Sauber/Petronas 8

VÍDEO: Editor-chefe do Motorsport.com elege as maiores atuações que viu in loco

PODCAST: Quem são os maiores comunicadores de automobilismo na TV brasileira?

 

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Rosberg elege Hamilton o 4º melhor da história da F1; veja o top-5
Próximo artigo Vettel diz que batalha com Leclerc é menos importante que desenvolvimento com Ferrari

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil