Fórmula 1
25 mar
Próximo evento em
61 dias
06 mai
Próximo evento em
103 dias
20 mai
Próximo evento em
117 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
131 dias
10 jun
Próximo evento em
138 dias
24 jun
Próximo evento em
152 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
159 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
173 dias
29 jul
Próximo evento em
187 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
215 dias
02 set
Próximo evento em
222 dias
09 set
Próximo evento em
229 dias
23 set
Próximo evento em
243 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
250 dias
07 out
Próximo evento em
257 dias
21 out
Próximo evento em
271 dias
28 out
Próximo evento em
278 dias
05 nov
Próximo evento em
286 dias
R
GP da Austrália
18 nov
Próximo evento em
299 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
314 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
323 dias

Whiting: limite de Singapura foi “desperdício de tinta”

compartilhar
comentários
Whiting: limite de Singapura foi “desperdício de tinta”
Por:

Diretor de provas da F1, Charlie Whiting classificou o ajuste no circuito de Marina Bay durante a realização do GP de Singapura como “totalmente ineficaz”.

Após conversas no briefing dos pilotos após o primeiro treino livre da prova, a FIA adicionou uma linha do lado externo da zebrada curva 7. A intenção era dar uma indicação visual do limite da pista para evitar que os pilotos extrapolassem as regras.

“Falando de forma honesta, acho que foi um desperdício de tinta”, disse Whiting.

“Olharemos uma solução diferente para o ano que vem, mas isso simplesmente não era possível depois da sexta-feira. Acho que, na classificação, a menos que ela tenha atuado como um impedimento, o que eu duvido, eles estavam indo dois metros antes da linha.”

“Suspeito que era mais rápido ficar na zebra, mas não passar dela.”

Os carros cruzaram a linha somente em duas ocasiões durante a corrida, ambas de forma não intencional e durante disputas por posição.

“Eram só dois carros brigando e absolutamente não era nada para se preocupar”, disse WHiting.

Uma outra e mais significativa mudança em Singapura teve um efeito indeterminado. O setor das curvas 16 e 17, famoso pela batida proposital de Nelsinho Piquet durante a corrida de 2008, foi reajustado para criar uma maior fluidez.

A revisão do traçado deixou a pista dois metros mais curva, mas os pilotos ficaram se mostraram divididos na conclusão se a pista ficou mais rápida. Independentemente disso, a mudança fez com que o recorde anterior da pista fosse resetado. Assim, a honra ficou com Kevin Magnussen, com 1min41s905.

“Não acho que isso [a redução da pista] tenha significado algo em termos de tempo de volta”, disse Whiting.

“Não daria para atribuir o recorde aos dois metros a menos, tenho certeza. Você ainda pode traçar comparações [com o recorde anterior], apesar de que, para efeito de tempo, essa é uma nova pista, e, portanto, esse é um novo recorde.”

Bottas admite que falta de resultados minou sua confiança

Artigo anterior

Bottas admite que falta de resultados minou sua confiança

Próximo artigo

Verstappen: "Alonso não era uma opção para a Red Bull"

Verstappen: "Alonso não era uma opção para a Red Bull"
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Ducati Press