EXCLUSIVO: Chefe de Drugovich na F2 rasga elogios ao brasileiro e espera vê-lo na F1

Sander Dorsman, chefe da MP na Fórmula 2, explicou as razões para a escolha do brasileiro para a equipe e citou suas qualidades

EXCLUSIVO: Chefe de Drugovich na F2 rasga elogios ao brasileiro e espera vê-lo na F1

Com duas vitórias na temporada e uma pole position em seis etapas da Fórmula 2 em 2020, Felipe Drugovich é um dos nomes mais comentados no paddock da principal categoria de acesso à F1.

Seu nome já é falado inclusive por pilotos da F1, como George Russell, que fez elogios ao representante brasileiro, além de chamar a atenção da imprensa europeia.

Leia também:

Mas quem está feliz da vida com a decisão de ter os serviços do piloto de Maringá é o chefe da MP Motorsport, equipe de Drugovich, Sander Dorsman. Em entrevista exclusiva ao Motorsport.com ele falou sobre o piloto e a boa surpresa que ele se tornou, apesar de revelar que estudou a carreira do jovem antes da assinatura do contrato.

"Acho que ele é uma das surpresas da temporada, e isso é fantástico”, disse Dorsman. “Para ser totalmente honesto, quando decidimos fazer um acordo com ele, não foi apenas por causa de seu desempenho no ano passado. Afinal de contas, ele não teve uma vida fácil no ano passado na Fórmula 3".

"Mas se você olhar um pouco mais para trás e ver como ele se saiu na Fórmula 4 e no Euroformula Open, então você sabe que ele é um piloto talentoso com muito potencial. Isso também influenciou nossa decisão de trazê-lo para a equipe.”

“No final do ano passado ele fez um trabalho muito bom durante os testes de Abu Dhabi e durante os testes de inverno no Bahrein novamente ele se saiu muito bem. Claro que é sempre uma questão então de esperar e ver como as coisas correm na realidade, quando a temporada começar, mas ele tem um desempenho muito sólido e tem feito uma temporada fantástica até agora.”

“Tenho que cumprimentá-lo por isso. Ele também se encaixa muito bem na equipe em termos de personalidade, por isso estamos muito felizes com ele em todas as frentes.”

Para Dorsman, o feedback que Drugovich passa à equipe tem sido valioso para o time retribuir em forma de um bom carro.

“Acho que ele pode se adaptar muito rapidamente às coisas. E ele trabalha muito bem com a equipe. Ele escuta bem. A comunicação entre a equipe e o piloto é muito forte. Ele nos dá a confiança para fazer o nosso trabalho e nós devolvemos essa confiança de volta para ele quando ele está no caminho certo.

"Eu acho que quando vocês estão em um fluxo tão bom um com o outro, vocês podem alcançar grandes coisas juntos. É claro que cabe a ele fazer isso por nós, mas ele está fazendo ótimo."

Race Winner Felipe Drugovich, MP Motorsport and Mick Schumacher, Prema Racing celebrate on the podium with the champagne

Race Winner Felipe Drugovich, MP Motorsport and Mick Schumacher, Prema Racing celebrate on the podium with the champagne

Photo by: Mark Sutton / Motorsport Images

Em 2017 a MP Motorsport teve outro brasileiro competindo na F2, Sérgio Sette Câmara, e também com vitórias. O fato do piloto mineiro ainda não estar em uma equipe oficial ainda faz Dorsman ficar reticente quanto ao futuro de Drugovich na F1, apesar de acreditar que ele tenha talento para tal.

“Essa é uma pergunta muito difícil de responder”, disse Dorsman quando perguntado se Drugovich pode ser o próximo brasileiro na F1. “Eu recebi exatamente a mesma pergunta quando Sérgio Sette Câmara guiou para nós e conseguiu sua primeira vitória. Espero que ele tenha uma chance, deixando isso bem claro. Mas também depende de como ele desenvolve este ano e na próxima temporada e assim por diante, e quais oportunidades surgirão."

"Claro que também seria um grande passo para nós, se pudéssemos levar um piloto para a Fórmula 1. Isso é uma coisa fantástica para qualquer equipe. Esperamos sinceramente que sim. No entanto, ele é apenas um novato na F2. Ele merece um tempo para se desenvolver.”

A VERDADE sobre o início da TRETA de NELSON PIQUET e a IMPRENSA; veja abaixo:

PODCAST: O que resta para Massa após sair de equipe da F-E?
 

compartilhar
comentários
F2: Lesionado, Gelael deve perder próximas oito corridas do campeonato

Artigo anterior

F2: Lesionado, Gelael deve perder próximas oito corridas do campeonato

Próximo artigo

TV: Confira todos os horários do GP da Bélgica de Fórmula 1

TV: Confira todos os horários do GP da Bélgica de Fórmula 1
Carregar comentários