Após acordo de patrocínio, montadora britânica TVR avalia entrada na Fórmula E

Representantes da marca participam nesta sexta de reunião em Mônaco com categoria e montadoras sobre os rumos que devem ser tomados para o Gen4

Após acordo de patrocínio, montadora britânica TVR avalia entrada na Fórmula E
Carregar reprodutor de áudio

A marca britânica de carros esportivos TVR está avaliando uma potencial entrada na Fórmula E, após a montadora anunciar uma colaboração com a categoria para os ePrix de Mônaco e Londres.

Como parte de seu retorno à produção de carros, com um novo modelo Griffith previsto para produção em 2024, a TVR também planeja introduzir uma variante elétrica no ano seguinte, como seu próximo passo na mobilidade elétrica.

Leia também:

O novo Griffith conta com design do ex-engenheiro de Fórmula 1 Gordon Murray, responsável pelos projetos dos clássicos BT49 e BT52 da Brabham, com os quais Nelson Piquet conquistou dois dos seus três títulos no Mundial.

Como parte de sua busca pela mobilidade elétrica, a TVR deixou implícito que investiga um retorno às corridas, e deve participar da reunião desta sexta entre as montadoras da Fórmula E sobre as direções que devem ser tomadas com o Gen4, próxima geração de carros da categoria.

Em 2013, a TVR foi comprada pelo empresário Les Edgar, após um período de aquisição russa, na qual não houve produção de novos carros, enquanto o governo irlandês comprovou 3% das ações, fornecendo um empréstimo para ajudar a manter os empregos da fábrica, enquanto a TVR buscava completar as renovações de uma nova fábrica no Vale do Ebbw.

"Como uma empresa de carros esportivos, temos que estar no esporte; todas as empresas de carros esportivos precisam provar seus méritos", disse Edgar.

"E o automobilismo é o modo para fazer isso. E a pressão que vem com correr no nível da Fórmula E traz a garantia de estar na melhor posição possível com seus processos de manufatura, o uso de energia é fenomenal e estamos abraçando o desafio de ajudar a projetar e desenvolver futuros TVRs".

"Não somos uma grande montadora, mas certamente podemos lutar ao lado das grandes. Então, realmente, mal podemos esperar pela oportunidade de nos provarmos a vocês e o resto do mundo, mostrando o quão boa a TVR pode ser".

Les Edgar, TVR Chairman

Les Edgar, TVR Chairman

Photo by: Sam Bloxham / Motorsport Images

Questionado se a TVR entraria na F-E com uma equipe própria, o CEO Jim Berriman explicou que, em primeiro lugar, a marca focará no impacto que o acordo de patrocínio com a categoria terá para a TVR, mas sugeriu que a montadora busca ativamente um retorno às corridas.

A última aventura da TVR no esporte foi no fim do século passado, competindo em provas de GT com seus modelos Tuscan e Cerbera Speed 12.

"Estamos animados para ver o impacto que isso terá. Mal podemos esperar para ver em julho, quando estaremos em casa, em Londres, podendo fazer barulho por aqui. Veremos como será. Mas somos uma marca de carros esportivos. Você corre no domingo e vende na segunda. Eventualmente, é isso que vamos fazer. Mas vamos ver como tudo fica".

"Estaremos envolvidos [nas discussões do Gen4], ouvindo com cuidado e olhando. Esse é o nosso primeiro passo formal. Então ficaremos no banco de trás por um tempo, vendo como que os parceiros trabalham juntos; estamos animados para ver as novas tecnologias envolvidas com o Gen3".

"Estamos falando com vários parceiros nos bastidores de qualquer jeito, enquanto preparamos nosso futuro com veículos elétricos. Então será importante para nós, e veremos qual é o apelo aqui, quais são nossas opções, qual é a tendência geral, e aí avaliaremos como será nosso envolvimento".

Ex-F1 vê “GOLPE BAIXO” de RBR em HAMILTON e Villeneuve CUTUCA Mercedes: “precisa APRENDER A PERDER”

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #175 - Como explicar desempenho constrangedor de Hamilton em Ímola?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
De Vries fala sobre os desafios do Gen3, nova geração de carros da Fórmula E
Artigo anterior

De Vries fala sobre os desafios do Gen3, nova geração de carros da Fórmula E

Próximo artigo

Fórmula E: Vandoorne vence e-Prix de Mônaco e assume liderança da temporada; di Grassi é 6º

Fórmula E: Vandoorne vence e-Prix de Mônaco e assume liderança da temporada; di Grassi é 6º