Castroneves não perdoa erro de Hildebrand: "ridículo"

Brasileiro elogia carro e equipe, mas não engoliu batida de JR Hildebrand que prejudicou prova do piloto da Penske

Castroneves não perdoa erro de Hildebrand: "ridículo"
Helio Castroneves, Team Penske Chevrolet
Helio Castroneves, Team Penske Chevrolet
Helio Castroneves, Team Penske Chevrolet
Helio Castroneves, Team Penske Chevrolet
Carregar reprodutor de áudio

Helio Castroneves esteve perto de conseguir sua quarta vitória na Indy 500 neste domingo. Permanecendo no pelotão da frente por boa parte da prova, o piloto da Penske teve seu carro tocado por J.R. Hildebrand, contato esse que afetou a parte traseira do carro. Como resultado, Helinho teve que trocar a peça inteira e perder mais tempo nos pits.

Hildebrand chegou a pedir desculpas pelas redes sociais, mas quando perguntado sobre o assunto após a corrida, Castroneves não perdoou.

"Vá perguntar a ele. Ele estava atrás, então eu não tenho ideia."

"Eu senti um solavanco e que nos colocou em uma situação que era quase impossível voltar a lutar. Estou realmente chateado. Especialmente em uma corrida que é tão importante... se fosse alguém correndo pela primeira vez, eu posso entender, mas, vamos lá, isso é ridículo."

De preocupado com o ritmo da prova a ter reais chances de vitória. Helio não cansou de elogiar o carro e os componentes de sua equipe ao término das 500 milhas.

"Que carro. Que equipe. Eu estou muito decepcionado com a forma como acabou. Não é apenas um reflexo do carro que tínhamos e os pit stops que tínhamos. Estou muito orgulhoso de toda a equipe. O carro estava tão forte."

"Tivemos um carro que poderia ter vencido, mas não era para ser e vamos passar para a próxima semana."

compartilhar
comentários
Kanaan: “foi a corrida da minha vida”
Artigo anterior

Kanaan: “foi a corrida da minha vida”

Próximo artigo

Rossi é décimo estreante a vencer a Indy 500; veja lista

Rossi é décimo estreante a vencer a Indy 500; veja lista