Em uma final emocionante Montoya vence a Indy 500, Kanaan bate

Montoya supera problema do início, escala pelotão no fim e vence de maneira heróica. Tony vai bem, mas fica no muro

Em uma final emocionante Montoya vence a Indy 500, Kanaan bate
Vencedor da corrida Juan Pablo Montoya, Team Penske Chevrolet
Juan Pablo Montoya, Team Penske Chevrolet e Will Power, Team Penske Chevrolet
Juan Pablo Montoya, Team Penske Chevrolet vence a Indianapolis 500
Juan Pablo Montoya, Team Penske Chevrolet
Carregar reprodutor de áudio

E a 99ª edição das 500 Milhas de Indianápolis terminou de forma épica. Após uma grande disputa com Will Power e Scott Dixon, Juan Pablo Montoya, se recupera de um acidente no início e vence a prova. Kanaan bate e Helinho vai mal.

Antes da corrida começar, o canadense Alex Tagliani ficou parado no grid, tendo que largar dos boxes, Conor Daly também teve problemas do motor antes da largada, ainda na volta de apresentação, dando a primeira bandeira amarela antes mesmo da largada.

A largada foi dada e já teve um acidente envolvendo o Takuma Sato, Sage Karam e Ryan Briscoe, um espremeu o outro, o que ocasionou o acidente, sendo acionada outra bandeira amarela.

A relargada ia ser dada, quando a Simona de Silvestro acertou Montoya o que acabou prolongando a amarela. A verde foi dada 12 voltas depois, com Tony Kanaan reassumindo a quarta colocação, sobre Justin Wilson e algumas voltas depois foi a vez de Pagenaud.

Tony assumiu a liderança na 19ª volta, mas perdeu na seguinte para Dixon. Os dois ficaram revezando a liderança, como um jogo de equipe.

A corrida ficou monótona até a volta 36, a qual começaram os pit stops: Dixon foi o primeiro e uma volta depois, foi Kanaan. Montoya, que já tinha feito uma parada, assumiu a liderança da prova por duas voltas.

Na volta 53, Dixon e Pagenaud se complicaram com os retardatários, nisso fez com que Tony Kanaan voltasse para a segunda colocação, mas uma volta depois ele perdeu novamente a posição.

Na 64 outro acidente: Bryan Clauson saiu de frente no final da curva quatro, provocando outra bandeira amarela. Todos aproveitaram para fazer a segunda parada.

A relargada foi dada na volta 70 e todos passaram sem mais problemas, Power tentou superar Kanaan, que conseguiu se manter na terceira colocação, em compensação, o baiano passou tanto Dixon, quanto Pagenaud.

Na volta de número 99, Tony Kanaan foi para a terceira parada, neste momento o brasileiro estava na liderança. Na volta seguinte foram os outros que estavam no primeiro pelotão.

Na volta 114, a terceira bandeira amarela: Ed Carpenter e Oriol Serviá se enroscaram na curva um, Carpenter forçou um pouco em cima do espanhol e ambos foram para o muro. E novamente todos os líderes aproveitaram para fazer mais uma parada.

Na parada, James Davidson, ao sair dos boxes perdeu a traseira, por causa de um toque da Pippa Man e atropelou um mecânido de Tristan Vautier, que fazia a parada no box a frente. O mecânico estava consciente, mas com muitas dores e teve que ser levado de ambulância para o centro médico. Detalhe que os três envolvidos na confusão eram da equipe Dale Coyne.

A relargada aconteceu no giro 124 e Will Power voou pra cima de Pagenaud e assumiu a primeira colocação, mas uma volta depois, o francês voltou para a liderança.

A briga pela liderança ficou com Dixon e Pagenaud por muitas voltas até começar mais uma janela de trocas de pneus e reabastecimento. Dixon foi o primeiro a parar, pois nesse stint ele foi o que mais liderou, ou seja, consumiu mais combustível, Tony foi uma volta depois.

Na volta 153, uma depois de parar, Tony Kanaan acabou escapando na curva três e acertou o muro, o que foi a consequência de outra bandeira amarela. Na volta 160 foi dada a relargada e Kimball era o líder, seguido por Dixon e Pagenaud. O piloto do carro nove da Ganassi assumiu a liderança e logo depois foi a vez de Montoya seguir de perto o neozelandês.

Faltando 31 voltas para o final, a bandeira amarela foi acionada mais uma vez para retirar um pedaço de carenagem do carro do Sato, que se soltou. Isso fez com que todos fossem para a última parada. Três voltas depois foi dada a verde e a briga ficou muito forte entre Power e Montoya.

Há 24 giros do fim, outro acidente: Jack Hawsworth bateu em Sebastian Saavedra e os dois foram para o muro, Stefano Coletti que vinha atrás, não conseguiu desviar e acertou o colombiano. Saavedra, com muitas dores, sentiu dificuldades de sair do carro.

A relargada veio há 15 do fim e a disputa ficou cada vez mais clara entre a dupla da Penske, Power e Montoya, mas Dixon ainda não tinha desistido da disputa e ficou a briga ficou entre os três, pela vitória.
E a batalha pela vitória ficou épica entre os três, muito agressivo, Montoya foi pra cima de Dixon e Power e superou os dois. Power não desistiu e foi pra dentro do colombiano na última volta, porém o vencedor da prova de 1999, conseguiu segurar e venceu de forma brilhante!

Confira o resultado da Indy 500:

1 – Juan Pablo Montoya – Penske Chevolet – 200 voltas
2 – Will Power – Penske Chevrolet - + 0.105s
3 – Charlie Kimball – Chip Ganassi Chevrolet - +0.795s
4 – Scott Dixon – Chip Ganassi Chevrolet - +1.029s
5 – Graham Rahal – Rahal Letterman Honda - +2.312s
6 – Marco Andretti – Andretti Honda - +2.539s
7 – Hélio Castroneves – Penske Chevrolet - +2.782s
8 – JR. Hidelbrand - CFH Chevrolet - +3.563s
9 – Josef Newgarden – CFH Chevrolet - +4.028s
10 – Simon Pagenaud – Penske Chevrolet - +4.215s
11 – Sebastien Bourdais – KV Chevrolet - +5.307s
12 – Ryan Briscoe – Schmidt Peterson Honda - +5.669s
13 – Takuma Sato – AJ. Foyt Honda - +6.168s
14 – Townsend Bell – DRR Kingdom Chevrolet - +8.501s
15 – Ryan Hunter-Reay – Andretti Honda - +9.648s
16 – Gabby Chaves – Bryan Herta Honda - +10.102s
17 – Alex Tagliani – AJ. Foyt Honda - +11.215s
18 – James Jakes – Schmidt Peterson Honda - +12.043s
19 – Simona de Silvestro – Andretti Honda - +12.733s
20 – Carlos Muñoz – Andretti Honda - +39.835s
21 – Justin Wilson – Andretti Honda - +1 volta
22 – Pippa Man – Dale Coyne Honda - +3 voltas
23 – Sebastian Saavedra – Chip Ganassi Chevrolet – abandonou
24 – Jack Hawksworth – AJ. Foyt Honda – abandonou
25 – Stefano Coletti – KV Chevrolet – abandonou
26 – Tony Kanaan – Chip Ganassi Chevrolet – abandonou
27 – James Davidson – Dale Coyne Honda – abandonou
28 – Tristan Vautier – Dale Coyne Honda – abandonou
29 – Oriol Serviá – Rahal Letterman Honda - abandonou
30 – Ed Carpenter – CFH Chevrolet – abandonou
31 – Bryan Clauson – Jonathan Byrd Chevrolet – abandonou
32 – Sage Karam – Chip Ganassi Chevrolet – abandonou
33 – Conor Daly – Schmidt Peterson - abandonou

compartilhar
comentários
No último ensaio antes da Indy 500, Power é mais rápido que Dixon, Kanaan é 3º
Artigo anterior

No último ensaio antes da Indy 500, Power é mais rápido que Dixon, Kanaan é 3º

Próximo artigo

Pilotos da NASCAR parabenizam Juan Pablo Montoya após vitória na Indy 500

Pilotos da NASCAR parabenizam Juan Pablo Montoya após vitória na Indy 500
Carregar comentários