IndyCar 2024: No que ficar de olho ao longo da nova temporada?

Enquanto Palou busca seu terceiro título na Indy, Dixon vai em busca do sétimo. E há muitas outras mudanças em 2024, cuja abertura é em St Pete no domingo

Álex Palou, Chip Ganassi Racing Honda

Penske Entertainment

A nova temporada da IndyCar começa neste fim de semana, com a tradicional abertura do campeonato em St. Petersburg.

Leia também:

Todas as atenções estarão voltadas para o espanhol Álex Palou, que tentará defender a coroa que conquistou no ano passado com a Chip Ganassi. Entretanto, a Indy vai muito além disso na campanha que está por começar, conforme destaca o Motorsport.com nos tópicos abaixo:

1. Palou contra todos

Can Palou continue where he left off in 2023?

Palou conseguirá continuar de onde parou em 2023?

Foto de: Penske Entertainment

Palou estava em uma classe à parte em 2023, conquistando o título da IndyCar na penúltima etapa - o que aconteceu pela última vez na época da Champ Car em 2007 com Sebastien Bourdais - depois de fazer uma temporada histórica com a Chip Ganassi Racing, graças a cinco vitórias, cinco pódios e nenhum resultado pior que o oitavo lugar em 17 corridas.

Agora, o espanhol, que conquistou o título duas vezes nas últimas três temporadas, espera repetir a história, tornando-se o primeiro piloto a defender com sucesso sua coroa e 'voltar a ganhá-la' desde que Dario Franchitti conseguiu um hat-trick entre 2009 e 2011. No entanto, com rivais à espreita, é obviamente mais fácil falar do que fazer.

É impossível ignorar a Penske, que, como sempre, está firmemente preparada para brigar pelo título, tendo o bicampeão e vencedor das 500 Milhas de Indianápolis de 2023, Josef Newgarden, outro bicampeão e vencedor das 500 Milhas de Indianápolis, Will Power, e o terceiro colocado em pontos do ano passado, Scott McLaughlin.

Pato O'Ward, da Arrow McLaren, vem se destacando incansavelmente na categoria "melhor do resto" nos últimos anos e está pronto para um grande avanço depois de um 2023 sem vitórias.

Depois de se destacar com duas vitórias em seu primeiro ano com a equipe Andretti em 2023, Kyle Kirkwood está entre aqueles que estão prontos para dar mais um passo à frente. Colton Herta, companheiro de equipe de Kirkwood, estará ansioso para se recuperar depois de um ano decepcionante, sem vitórias e com apenas um pódio.

Da mesma forma, o recém-chegado da Andretti e vencedor da Indy 500 de 2022, Marcus Ericsson, tentará provar que a Chip Ganassi cometeu um erro ao deixá-lo escapar.

Embora Palou esteja de olho em todos, sua maior ameaça provavelmente está dentro da sua própria garagem na Ganassi: o hexacampeão Scott Dixon, que conseguiu três vitórias nas últimas quatro corridas para terminar em segundo lugar na corrida pelo título do ano passado.

"Mesmo nos piores dias, [Dixon] sempre está lá", diz Palou. "Vai ser difícil. Acho que ele encontrou algo no final da temporada, como vimos com os resultados que obteve. Espero que ele tenha esquecido essas coisas, hahah... Depois, fora da [Ganassi], Newgarden! Ele é igual ao Dixon, mesmo nos dias ruins ele consegue tirar o máximo do carro. Acho que ele teve um pouco de azar na última temporada, mas é sempre uma ameaça."

2. Mudança na programação

IndyCar will stage its first race at the Thermal Club venue which hosted pre-season Spring Training last year, but it won't count for points

A IndyCar realizará sua primeira corrida no Thermal Club, local que sediou o Spring Training da pré-temporada no ano passado, mas não contará pontos

Foto de: IndyCar Series

A programação da Indy é muito diferente em comparação com o ano passado. Por exemplo: a Milwaukee Mile está de volta pela primeira vez desde 2015 e será a penúltima rodada do campeonato de 17 corridas.

A final da temporada 2024 estava programada para ser no centro de Nashville, mas o impacto da construção ao redor da área devido ao novo estádio que está sendo construído para o Tennessee Titans da NFL forçou a mudança para a pista vizinha de Nashville Superspeedway, um oval de concreto de 1,33 milhas onde a categoria competiu de 2001 a 2008. A última vez que a IndyCar terminou a temporada em um oval foi em 2014, em Fontana.

Laguna Seca, que sediou a final da temporada em três dos últimos cinco anos, foi transferida para junho. Além disso, a categoria só correrá uma vez na pista do Indianapolis Motor Speedway, em maio, após abandonar a data que era compartilhada com a NASCAR.

No entanto, essas mudanças têm uma fatura, e uma das mais significativas é a perda do Texas Motor Speedway, que era um pilar da programação desde 1997. A combinação dos Jogos Olímpicos de Verão com a mudança de data da NASCAR criou um conflito que levou ao abandono do TMS, mas há porta aberta para um retorno em 2025.

3. Impacto do atraso na entrega da unidade de potência híbrida

Only four teams have so far been part of IndyCar's hybrid testing programme

Até agora, apenas quatro equipes fizeram parte do programa de testes de híbridos da IndyCar

Foto de: IndyCar Series

A introdução de uma nova unidade de potência híbrida traria uma série de fatores para o campeonato de 2024, mas agora os pilotos e as equipes da Indy enfrentam circunstâncias sem precedentes com o lançamento programado para o meio da temporada, algum tempo depois das 500 Milhas de Indianápolis, em 26 de maio.

A unidade de potência híbrida, uma colaboração entre a Chevrolet e a Honda, é um sistema que está sendo adicionado ao atual motor V6 de 2,2 litros com turbocompressor duplo. O sistema consiste em uma unidade geradora e um sistema de armazenamento de energia.

Embora o push-to-pass ainda esteja disponível com o híbrido, a estratégia de acionamento automático ou manual após a regeneração de energia, que foi testada em ovais e pistas, permanece desconhecida.

Power, da Penske, acredita que a introdução da nova unidade no meio da temporada terá um impacto na disputa pelo título.

"Será muito interessante. Não há dúvida de que ela será um fator importante no campeonato. Obviamente, a distribuição de peso muda, o peso do carro aumenta. Você tem esse sistema híbrido que precisa ser usado da forma mais eficiente possível. Portanto, as pessoas aprenderão nessas corridas como extrair o máximo do sistema, o que é bom. Será um campeonato muito interessante", disse o australiano.

Até o final de fevereiro, apenas a McLaren, a Andretti, a Chip Ganassi e a Penske participaram do programa de testes de híbridos. Elas somaram 2.656 milhas registradas em um teste recente de dois dias em fevereiro, além de outras 15.256 milhas durante os últimos três meses em várias pistas no ano passado.

O restante das equipes deve testar pela primeira vez a nova unidade de potência nos dias 28 e 29 de março na pista do Indianapolis Motor Speedway.

4. Caras novas em novos lugares

Former Arrow McLaren driver Rosenqvist has joined Meyer Shank Racing

Rosenqvist, ex-piloto da Arrow McLaren, juntou-se à Meyer Shank Racing

Foto de: Penske Entertainment

Houve várias mudanças: Ericsson foi um dos grandes nomes que se mudaram para outro lugar, optando por trocar a Chip Ganassi pelo programa da Andretti, que por sua vez diminuiu de quatro para três carros.

Romain Grosjean se separou da Andretti e foi para a Juncos Hollinger Racing, substituindo Callum Ilott.

Embora a Chip Ganassi tenha perdido Ericsson, a equipe terá cinco carros em tempo integral, incluindo dois novatos: Linus Lundqvist, campeão da Indy Lights de 2022, e Kyffin Simpson. Enquanto isso, Marcus Armstrong foi promovido após uma campanha parcial na IndyCar em 2023, que terminou com as honras de melhor novato.

Por falar em novatos, Tom Blomqvist competirá com a Meyer Shank durante toda a temporada. Ele estará ao lado de Felix Rosenqvist, que deixou seu lugar na Arrow McLaren no final de 2023. Acento que foi preenchido por David Malukas após dois anos na Dale Coyne Racing. O antigo companheiro de equipe de Malukas, Sting Ray Robb, também deixou a 'DCR', optando por passar à AJ Foyt Racing.

Christian Rasmussen, o campeão da Indy NXT de 2023, está pronto para uma temporada parcial com a Ed Carpenter Racing, que inclui um programa de pista de rua e de circuitos, além de uma chance nas 500 Milhas de Indianápolis.

E o lendário nome Fittipaldi retorna ao esporte com Pietro - neto do bicampeão da Indy 500 e campeão da IndyCar Emerson, simplesmente vencedor de duas temporadas da Fórmula 1. O piloto do Brasil estará na Rahal Letterman Lanigan Racing.

5. A busca dupla de Larson

Kyle Larson has been logging the testing miles with Arrow McLaren SP ahead of his IndyCar debut at the Indy 500

Kyle Larson tem registrado quilômetros de testes com o Arrow McLaren SP antes de sua estreia na IndyCar na Indy 500

Foto de: Arrow McLaren SP

Kyle Larson tem sido considerado por muitos, incluindo várias lendas do esporte a motor, como o talento da geração. Alie isso com a oportunidade e a história poderá ser escrita quando ele fizer sua estreia na IndyCar nas 500 Milhas de Indianápolis deste ano.

Larson, de 31 anos, passou o último ano se atualizando com a Fórmula Indy, cortesia da Arrow McLaren, com a qual ele correrá com um quarto carro da equipe nas 500 milhas em parceria com o proprietário de sua equipe na NASCAR, Rick Hendrick.

"Acho que todos estão muito animados com isso", diz Larson, campeão da NASCAR Cup de 2021. "É uma coisa rara. Sei que tenho muito apoio dos fãs. Tenho certeza de que toda a garagem da NASCAR estará prestando atenção em como estão sendo minhas semanas na Indy. Tudo isso é divertido. Sim, estou ansioso..."

Will Larson shine or sink when he attempts the double?

Será que Larson vai brilhar ou afundar quando tentar a dobradinha?

Foto de: Arrow McLaren SP

Motorsport Business #11 – Ivo Jucá, da EZZE Seguros, explica como chegou à Stock após Corinthians

Podcast #272 – Qual papel de Verstappen na crise da Red Bull?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Confira as 10 melhores pilotas de todos os tempos
Próximo artigo Indy: Newgarden conquista primeira pole de 2024, em St. Petersburg

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil