McLaren se diz aberta a ter equipe na Indy no futuro

Após anúncio de retorno às 500 Milhas de Indianápolis com Fernando Alonso, time britânico diz ter intenções no automobilismo norte-americano

McLaren se diz aberta a ter equipe na Indy no futuro
Carregar reprodutor de áudio

A entrada surpreendente de Fernando Alonso nas 500 Milhas de Indianápolis deste ano com a McLaren abriu espaço para o time inglês pensar em, num futuro próximo, em atuar com equipe oficial na Indy.

Segundo o acionista do Grupo McLaren, Mansur Ojjeh, a animação com o projeto é grande.

"Eu já estive na Indy 500 e saí imensamente impressionado com este evento enorme e bem organizado e o entusiasmo de centenas de milhares de fãs", disse Ojjeh, diretor do comitê executivo do McLaren Technology Center.

"Mais de 30 anos depois da vitória na Indy 500 da McLaren, estou satisfeito e orgulhoso pelo fato de estarmos prestes a embarcar em uma nova era da IndyCar para a McLaren, desta vez com Andretti Autosport e a Honda.

"A Indy 500 é a única corrida da IndyCar que estaremos entrando neste ano, mas podemos repetir isso nos próximos anos e é possível que possamos até mesmo executar uma operação completa da McLaren na IndyCar em algum momento. Veremos.”

"De modo igual, poderemos entrar nas 24 Horas de Le Mans de novo daqui alguns anos. Nós ganhamos lá em 1995 com o nosso emblemático McLaren F1 GTR, mas, para ser claro, não temos planos definitivos para entrar nesta fase".

A Andretti tem quatro vitórias na Indy 500, incluindo em dois dos últimos três anos com Ryan Hunter-Reay em 2014 e o novato Alexander Rossi no ano passado.

A McLaren acredita que Alonso estará entre os favoritos da prova do próximo mês, apesar de sua falta de experiência. CEO da IndyCar, Mark Miles disse que o retorno da McLaren é uma bênção para o evento.

"Toda a comunidade da IndyCar - pilotos, fãs, mídia e todos - está encantada e entusiasmada com a perspectiva de um piloto tão brilhante quanto Fernando fazendo sua estreia em nosso campeonato", disse ele.

"Ainda melhor: ele estará fazendo essa estreia na maior corrida de nosso ano, a Indy 500.”

"E qual carro o Fernando estará dirigindo neste ano? É isso mesmo: um carro da Andretti Autosport com motor Honda - o mesmo pacote que ganhou a corrida do ano passado. A história poderia se repetir? Coisas estranhas já aconteceram.”

"Mas, se Fernando ganhar ou não este ano, estou emocionado de ver o nome da McLaren retornando a Indianápolis.”

"Três vezes na década de 1970, a Indy 500 foi conquistada por um piloto ao volante de uma McLaren - uma vitória para Mark Donohue e duas vitórias para Johnny Rutherford. Tenho certeza que Johnny estará no Brickyard novamente neste ano para incentivar a equipe.”

"Por último, mas não menos importante, todos nós devemos lembrar de Bruce McLaren, o fundador da equipe. Ele era um brilhante piloto-engenheiro-empreendedor, que foi tragicamente morto ao testar um McLaren M8D Can-Am em Goodwood há 47 anos atrás. Ele entrou para o Indianapolis Hall of Fame apenas neste ano."

compartilhar
comentários
Inspiração para Alonso: os grandes estreantes das 500 Milhas
Artigo anterior

Inspiração para Alonso: os grandes estreantes das 500 Milhas

Próximo artigo

De vencedor a desclassificado por lentidão: os ex-F1 em Indy

De vencedor a desclassificado por lentidão: os ex-F1 em Indy
Carregar comentários