Dovizioso: Melhora se deve à mudança de mentalidade em 2016

Italiano comemora boa fase de forma filosófica, ressaltando aprendizado da temporada anterior

Dovizioso: Melhora se deve à mudança de mentalidade em 2016
Andrea Dovizioso, Ducati Team
Podium: Race winner Andrea Dovizioso, Ducati Team
Andrea Dovizioso, Ducati Team
Andrea Dovizioso, Ducati Team
Andrea Dovizioso, Ducati Team
Andrea Dovizioso, Ducati Team
Andrea Dovizioso, Ducati Team
Andrea Dovizioso, Ducati Team

Andrea Dovizioso venceu uma prova em suas primeiras 158 na MotoGP antes de triunfar no GP da Malásia no ano passado, sua primeira com a Ducati.

Com vitórias em Mugello e Barcelona nas últimas semanas, o italiano venceu no seco pela categoria rainha e duas corridas consecutivas pela primeira vez desde que entrou no campeonato da 125cc em 2002.

Tendo subido para o segundo lugar no campeonato e a sete pontos de Maverick Viñales, Dovizioso diz que as mudanças fora da pista estão ajudando.

"Desde o ano passado, compreendi muitas coisas", disse ele.

"Acredito que entendi muitas coisas sobre a vida, e isso me ajudou a abordar tudo, a vida e o esporte, de uma maneira diferente. Com isso, meus resultados foram muito melhores."

"Estou muito feliz com isso. Realmente feliz por estar mais relaxado, saber mais sobre a realidade de algumas coisas e tentar conseguir o máximo de resultados dessa maneira."

"Me sinto um pouco diferente em relação ao ano passado e, com certeza, isso ajuda os resultados neste ano."

Questionado para explicar essas mudanças, Dovizioso fez mistério: "Você pode conhecer algumas pessoas e elas podem explicar e você poderá ver de uma maneira diferente."

"Todas as pessoas podem entender ou se tornar maduras sobre coisas diferentes em um momento diferente em sua vida."

"Pequenas coisas, mas criam uma grande diferença."

Dovizioso falou sobre título, mesmo após as duas vitórias, dizendo que não era "a realidade" da Ducati.

Antes de suas vitórias, a equipe teve dois pódios e nenhuma primeira fila nas cinco primeiras corridas de 2017, e o italiano pareceu frustrado pela falta de progresso com a deficiência no meio das curva.

"A moto é diferente do ano passado", disse ele. "Algumas coisas negativas, algumas positivas."

"É muito estranho, mas a forma como você aborda tudo, você pode fazer a diferença."

compartilhar
comentários
MotoGP precisa dar “ultimato” à pista da Catalunha
Artigo anterior

MotoGP precisa dar “ultimato” à pista da Catalunha

Próximo artigo

Ezpeleta: Rossi segue enquanto tiver "vontade de correr"

Ezpeleta: Rossi segue enquanto tiver "vontade de correr"
Carregar comentários