Muñoz volta à Andretti Austosport para Indy 500

Colombiano retorna ao time em que conseguiu a segunda posição por duas vezes na corrida mais importante da IndyCar

Muñoz volta à Andretti Austosport para Indy 500
Carlos Munoz, Andretti Autosport Honda
Carlos Munoz, Andretti Autosport Honda
Polesitter Carlos Munoz, Andretti Autosport Honda
Start: Carlos Munoz, Andretti Autosport Honda leads the field

Carlos Muñoz venceu seis vezes na Indy Lights pela Andretti Autosport, entre 2012 e 2013, e se juntou ao time em tempo integral em 2014, com três pódios e ocupou o oitavo lugar na corrida ao título, antes de marcar sua primeira vitória na corrida de Detroit, em 2015. Entre outros bons resultados, ele conseguiu a segunda posição das 500 Milhas de Indianápolis por duas vezes. 

Em 2017, Muñoz foi para a AJ Foyt Racing, mas será substituído no carro #14 em 2018 por Tony Kanaan. No entanto, ele se juntará à Andretti Autosport, ao lado de Ryan Hunter-Reay, Alexander Rossi, Marco Andretti e Zach Veach, além de um quinto carro para ser pilotado por Stefan Wilson.

"Estou muito animado em fazer parte da Andretti Autosport novamente", disse Muñoz. "O time era como família para mim desde o primeiro dia, quando entrei cinco anos atrás para correr na Indy Lights. Ficamos muito perto de ganhar a Indy 500 duas vezes, então estou especialmente animado para voltar para esta corrida e, espero ter um bom resultado este ano.”

"Eu preciso agradecer a Michael [Andretti, proprietário e CEO da equipe] e J-F [Thormann, vice-presidente e COO] por acreditar em mim e querendo que eu volte para a Indy 500.”

"Não há como negar que Carlos tenha talento em Indianápolis, ele foi segundo colocado duas vezes e isso alimentou sua determinação em à vitória”, disse Michael Andretti.

 

compartilhar
comentários
Time de Kanaan e Leist segue “desenvolvimento agressivo”

Artigo anterior

Time de Kanaan e Leist segue “desenvolvimento agressivo”

Próximo artigo

Chilton: se Alonso vencesse Indy 500, pareceríamos estúpidos

Chilton: se Alonso vencesse Indy 500, pareceríamos estúpidos
Carregar comentários