Derani lamenta problemas em Le Mans: “decepcionante”

Pipo Derani lamenta dificuldades com o carro durante as 24 Horas de Le Mans, mas destaca trabalho da ESM Tequila Patrón para manter carro na pista e terminar corrida em La Sarthe

Derani lamenta problemas em Le Mans: “decepcionante”
#31 Extreme Speed Motorsports Ligier JS P2 Nissan: Ryan Dalziel, Chris Cumming, Pipo Derani
#31 Extreme Speed Motorsports Ligier JS P2 Nissan: Ryan Dalziel, Chris Cumming, Pipo Derani
#31 Extreme Speed Motorsports Ligier JS P2 Nissan: Ryan Dalziel, Chris Cumming, Pipo Derani
#31 Extreme Speed Motorsports Ligier JS P2 Nissan: Ryan Dalziel, Chris Cumming, Pipo Derani
Checkered flag for #30 Extreme Speed Motorsports Ligier JS P2 Nissan: Scott Sharp, Ed Brown, Johannes van Overbeek and #31 Extreme Speed Motorsports Ligier JS P2 Nissan: Ryan Dalziel, Chris Cumming, Pipo Derani
#31 Extreme Speed Motorsports Ligier JS P2 Nissan: Ryan Dalziel, Chris Cumming, Pipo Derani
#31 Extreme Speed Motorsports Ligier JS P2 Nissan: Ryan Dalziel, Chris Cumming, Pipo Derani
#31 Extreme Speed Motorsports Ligier JS P2 Nissan: Ryan Dalziel, Chris Cumming, Pipo Derani
Carregar reprodutor de áudio

As 24 Horas de Le Mans foram bastante difíceis para Pipo Derani. O brasileiro, que divide o #31 com Ryan Dalziel e Chris Cumming, cruzou a linha de chegada na 16ª posição na LMP2 após enfrentar problemas na suspensão, que fizeram o carro ficar parado na garagem em duas oportunidades após quebras na suspensão.

O piloto da ESM Tequila Patrón lamentou as dificuldades enfrentadas durante a prova em La Sarthe, mas ressaltou o trabalho da equipe para recolocar o carro na pista e terminar a corrida - pela primeira vez em 2016, Derani não subiu ao pódio.

"Não tivemos tempo suficiente de pista como gostaríamos. Infelizmente, tivemos duas quebras de suspensão e precisamos recolher para os boxes e colocar o carro de volta na disputa, para cruzar a linha de chegada e marcar alguns pontos. No final, pelo menos conseguimos fazer isso, mas foi decepcionante terminar a corrida mais importante do ano desta forma", disse.

"Por outro lado, fiquei muito feliz com o espírito da equipe e todos lutaram muito para deixar o carro em condições de terminar a corrida", afirmou.

Com os oito pontos conquistados em Le Mans, o brasileiro ocupa agora a quarta posição na LMP2, com 44 pontos. Antes de voltar à disputa no WEC - no dia 24 de julho, com as 6 Horas de Nürburgring - Derani volta aos Estados Unidos para disputar as 6 Horas de Watkins Glen, no dia 3 de julho, prova que integra o WeatherTech United SportsCar.

compartilhar
comentários
Todt: "Le Mans foi especial para mim antes mesmo da Peugeot"
Artigo anterior

Todt: "Le Mans foi especial para mim antes mesmo da Peugeot"

Próximo artigo

Toyota revela razão da derrota na última volta em Le Mans

Toyota revela razão da derrota na última volta em Le Mans
Carregar comentários