MotoGP
25 mar
Próximo evento em
17 dias
R
GP da Argentina
08 abr
Postponed
R
GP das Américas
15 abr
Postponed
R
GP da Espanha
29 abr
Próximo evento em
52 dias
R
GP da França
13 mai
Próximo evento em
66 dias
R
GP da Itália
27 mai
Próximo evento em
80 dias
R
GP da Catalunha
03 jun
Próximo evento em
87 dias
R
GP da Alemanha
17 jun
Próximo evento em
101 dias
R
GP da Holanda
24 jun
Próximo evento em
108 dias
R
GP da Finlândia
08 jul
Próximo evento em
122 dias
R
GP da Áustria
12 ago
Próximo evento em
157 dias
R
GP da Grã-Bretanha
26 ago
Próximo evento em
171 dias
R
GP de Aragón
09 set
Próximo evento em
185 dias
R
GP de San Marino
16 set
Próximo evento em
192 dias
R
GP do Japão
30 set
Próximo evento em
206 dias
R
GP da Tailândia
07 out
Próximo evento em
213 dias
R
GP da Austrália
21 out
Próximo evento em
227 dias
28 out
Próximo evento em
234 dias
R
GP de Valência
11 nov
Próximo evento em
248 dias

Corrida em Phillip Island será uma hora mais cedo em 2019

Após protesto dos pilotos, organização e MotoGP devem concordar em alterar horário da largada para GP da Austrália

compartilhar
comentários
Corrida em Phillip Island será uma hora mais cedo em 2019

O horário das 16h para o início do GP da Austrália tem sido um ponto de discórdia entre os pilotos nos últimos anos, já que a temperatura da pista durante a transição da tarde para a noite ia reduzindo conforme a prova ia acontecendo, uma preocupação a todos.

Isso culminou com protestos como os de Marc Márquez e Valentino Rossi no ano passado, e com a esperança de que a corrida deste ano começasse às 15h em vez às 16h.

Embora isso não tenha acontecido, os pilotos terão seu pedido atendido agora. O Motorsport.com entende que a Dorna concordou em mudar a hora de início da corrida para as 15h locais a partir de 2019. Isso será ratificado como parte das discussões pós-corrida com a Australian Grand Prix Corporation - organizadora da prova.

As partes ainda não anunciaram formalmente a mudança, mas o chefe da AGPC, Andrew Westacott, disse ao Motorsport.com que o evento está aberto para o que a MotoGP quiser.

"A Dorna não toma a decisão unilateralmente e não tomamos a decisão unilateralmente", disse Westacott. "Temos uma parceria maravilhosamente forte. Trabalhamos com eles em todos os aspectos do evento”.

"Foi levantado que uma das coisas será o horário das largadas. Posso dizer que a Corporação está trabalhando com a Dorna para rever isso. E como tudo, seja em operações, seja em homologação de circuito e segurança, seja em horários de largada e logística, aspectos de transmissão, temos um processo a cumprir.”

"Estamos loucamente fazendo análises durante todo o nosso evento sobre muitas coisas, trabalharemos com a Dorna nas próximas semanas e veremos quais são os planos para o próximo ano.”

"Somos flexíveis em relação à mudança. Concordamos mutuamente com a Dorna."

A mudança do horário da largada para as 15h significará que a partida seria às 4h no Reino Unido e às 5h na Europa Central. A diferença horária para a audiência principal da MotoGP desempenhou o papel na decisão de levar a largada para às 16h em 2008.

De acordo com Westacott, a mudança para o final do dia também foi centrada em torno de problemas com a temperatura da pista no início do dia.

"A razão pela qual mudamos naquela época foi porque as primeiras sessões de aquecimento eram realizadas durante condições muito frias", acrescentou.

"Por isso, sentimos que, ao mudar para uma hora depois, haveria melhor aquecimento na pista e conseguiríamos aproveitar horários melhores na Europa.”

"Mas as coisas evoluem e as coisas mudam. Se o GP voltar às 15h, ficaremos confortáveis ​​com isso. Vamos projetar todo o programa em torno do cronograma mais apropriado, levando em conta tudo o que for possível."

Zarco: “Passei muito medo pois estávamos a 300 km/h”

Artigo anterior

Zarco: “Passei muito medo pois estávamos a 300 km/h”

Próximo artigo

Rossi: Vitória de Viñales não muda panorama para Yamaha

Rossi: Vitória de Viñales não muda panorama para Yamaha
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Evento GP da Austrália
Autor Andrew van Leeuwen