MotoGP: Ducati anuncia renovação de contrato com Bagnaia

Atual campeão da maior categoria do motociclismo se manterá no time de fábrica até o final de 2026

Francesco Bagnaia, Ducati Team

Gold and Goose / Motorsport Images

A Ducati anunciou que renovou o contrato com o atual campeão mundial de MotoGP, Francesco Bagnaia, por mais dois anos, até o final de 2026.

Bagnaia tem sido piloto da Ducati durante toda sua carreira na MotoGP desde sua estreia em 2019 com a Pramac Racing, conquistando uma promoção para a equipe de fábrica em 2021.

Leia também:

Em 2022, Bagnaia encerrou um jejum de 15 anos sem título para o fabricante italiano e reafirmou isso com um segundo campeonato no ano passado após derrotar o rival da Ducati, Jorge Martin, na decisão da temporada em Valência.

Embora a notícia tenha demorado um pouco mais do que o esperado para ser confirmada, as previsões do chefe Gigi Dall'Igna de que a Ducati seria capaz de renovar o contrato de Bagnaia antes do início da temporada de 2024 neste fim de semana no Catar se confirmaram na segunda-feira à tarde.

Como resultado, o campeão da MotoGP de 27 anos está comprometido a médio prazo dentro da estrutura da Ducati até o final de 2026.

"Estou muito feliz por poder continuar correndo com a equipe dos meus sonhos", disse Bagnaia. "Vestir estas cores é uma honra para mim. É fantástico e motivo de orgulho. Juntos com a Ducati, minha equipe e todas as pessoas da Ducati Corse, conseguimos fazer coisas incríveis e nestes três anos que temos pela frente, continuaremos dando o máximo para tentar alcançar mais sucesso."

Dall'Igna acrescentou: "Pecco foi o primeiro italiano a vencer um título mundial na MotoGP em uma moto italiana. Juntos, trouxemos para Bolonha um campeonato mundial que não vencíamos há 15 anos. Ele é um duas vezes campeão e mais de uma vez mostrou que mais do que merece o número um em sua carenagem."

Francesco Bagnaia, Ducati Team

Francesco Bagnaia, Ducati Team

Photo by: Gold and Goose / Motorsport Images

Embora os termos do contrato sejam estritamente confidenciais, a política salarial do fabricante italiano sugere que Bagnaia ganhará cerca de sete milhões de euros em salário base, a ser complementado por um valor variável dependendo dos resultados.

Nesse sentido, deve-se observar que se Bagnaia ganhar seu terceiro campeonato mundial consecutivo, seus ganhos provavelmente chegariam a 10 milhões de euros.

Com o piloto mais importante na estrutura da Ducati garantido, a principal incógnita dentro da estrutura passa a ser a identidade do piloto que ocupará o outro lado da garagem de fábrica - um lugar atualmente ocupado pelo vencedor de cinco corridas, Enea Bastianini.

Bastianini, o vice-campeão de 2023, Jorge Martin e, muito provavelmente, Marc Márquez estão na disputa por essa vaga, desde que o espanhol seja capaz de atender às expectativas geradas por sua mudança para a Gresini, onde terá à sua disposição uma Ducati do ano passado.

Na semana passada, o Motorsport.com relatou que a Ducati já havia contratado o líder do Moto2, Fermin Aldeguer, para um acordo com a Pramac para a temporada de 2025, o que o verá substituir Martin ou Franco Morbidelli.

O acordo de 2026 de Bagnaia significa que ele é o segundo piloto no grid atualmente contratado para além de 2025, depois que a KTM garantiu Brad Binder por mais uma temporada no meio do ano passado.

Tanto Bagnaia quanto Binder, assim como Luca Marini da Honda e seu colega da LCR, Johann Zarco, são os únicos pilotos que têm acordos em vigor além de 2024 atualmente.

GUERRA! JOS Verstappen DISPARA CONTRA HORNER: "Vai EXPLODIR" a Red Bull

O que a F1 pode fazer para que o domínio de Max não seja desinteressante?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Dona da F1, Liberty Media estaria interessada comprar Dorna Sports, proprietária da MotoGP
Próximo artigo GP do Catar de MotoGP: Horários e como assistir à etapa de abertura da temporada 2024

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil