Etapa da Argentina pode ter troca obrigatória de motos

Caso a prova tenha início na pista seca, o que é um tanto improvável, os pilotos seriam forçados a trocar de moto entre as voltas 9 e 11

Etapa da Argentina pode ter troca obrigatória de motos

As reuniões acontecem no circuito de Termas de Rio Hondo e a confusão é absoluta. A chuva que caiu durante a noite alterou ainda mais um panorama completamente distorcido tanto pelo estado do asfalto, muito sujo, como pelo problema que Scott Redding sofreu durante os treinos livres de sexta-feira.

Em um comunicado emitido por volta das 10h, a Direção de Corrida informou a enésima mudança no protocolo. Acontece que a Michelin, que na noite anterior decidiu retirar os dois compostos para a Argentina por razões de segurança, permitirá usá-los, embora possa exigir que todos os pilotos troquem de moto nas voltas 9, 10 ou 11, em um total de 20.

Este é um procedimento que já foi implementado no Grande Prêmio da Austrália de 2013, em que a pista reasfaltada obrigou a Bridgestone a tomar medidas extraordinárias por causa da alta abrasividade do cimento.

No caso de o teste começar com a pista molhada, mas com ela secando gradualmente, A Direção da Corrida vai decidir se levantará ou não a bandeira vermelha.

Aqui estão todas as opções apresentadas pela direção de corrida:

- Se a corrida começar em condições secas e o warm-up ter sido seco, então os pilotos devem iniciar com o novo pneu e a corrida será de 25 voltas completas. As condições normais de bandeira-a-bandeira será aplicada se a pista ficar molhada.

- Se a corrida começa em condições secas e o warm-up ter sido molhado, em seguida os pilotos podem utilizar qualquer um dos pneus slicks traseiros (médios e duros da sua dotação para a Argentina). No entanto, a corrida será "bandeira-a-bandeira" por 20 voltas com uma parada obrigatória para mudar de máquinas no final das voltas 9, 10 ou 11.

- Se a corrida começa no molhado e a pista secar, em seguida a Direção de Corrida vai decidir se é seguro para os pilotos continuarem, caso em que a corrida terá bandeira vermelha. A nova corrida "seca" vai então ser reiniciada para 10 voltas com um processo de início de 15 minutos.

- Se a corrida começa em condições molhadas e permanece com pista molhada, então a corrida será de 25 voltas normais.

compartilhar
comentários
Treino extra da MotoGP é cancelado por causa do mau tempo
Artigo anterior

Treino extra da MotoGP é cancelado por causa do mau tempo

Próximo artigo

Usando troca de motos, Márquez derrota rivais na Argentina

Usando troca de motos, Márquez derrota rivais na Argentina
Carregar comentários