KTM promete fornecer motos a time privado em 2018

Citando progresso da Suzuki como alvo, CEO da fábrica é otimista quanto a entrada no mundial

KTM promete fornecer motos a time privado em 2018
Stefan Pierer, KTM boss
Pol Espargaro, Red Bull KTM Factory Racing
Bradley Smith, Red Bull KTM Factory Racing
Bradley Smith, Red Bull KTM Factory Racing
Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP
Red Bull KTM Factory Racing drivers
Red Bull KTM Factory Racing RC16

Durante a apresentação das pinturas das motos da KTM para a temporada de 2017 da MotoGP na última segunda-feira, o CEO da fábrica, Stefan Pierer, disse que sua empresa concordou em fornecer motos para equipes satélites já para o ano que vem.

O último acordo entre a Dorna, promotora do campeonato, e as fabricantes do esporte visa um grid de 24 motos de seis marcas, com duas motos de fábrica e duas motos satélite para cada montadora.

No entanto, Suzuki e Aprilia atualmente têm no grid apenas suas duas motos de fábrica, enquanto a Ducati fornece oito das 23 motos no grid deste ano.

"Vamos nos concentrar na equipe de fábrica no primeiro ano", disse Pierer.

"Temos um contrato de cinco anos com a Dorna, e já concordamos que no segundo ano estaremos fornecendo motos para uma equipe privada. Esse é o plano para os próximos dois anos.”

"Eu acho que a prioridade é se preparar com a equipe da fábrica e depois fornecer motos a uma segunda equipe."

Progresso da Suzuki é a meta

Os pilotos da KTM, Pol Espargaró e Bradley Smith, terminaram em boa forma o teste de pré-temporada mais recente, em Phillip Island. O espanhol ficou apenas a 1s3 do melhor tempo ao fim do treino.

Descrevendo o teste como "motivador", Pierer disse que considera o progresso da Suzuki desde o seu regresso à MotoGP em 2015 como meta para o avanço da KTM.

"Estou sempre dizendo aos meus colegas como ponto de referência que a Suzuki fez um ótimo trabalho", continuou Pierer. "Essa é basicamente a meta.”

"Os primeiros testes para nós foram difíceis, porque estávamos testando acertos diferentes. Nós não temos uma plataforma como as outras equipes.”

"Mas tudo está indo muito bem, e Phillip Island foi muito motivador. Nós estamos na direção certa.”

"No Dakar, levou sete anos para vencermos. Ao longo destes primeiros três anos, queremos chegar perto do pódio e consegui-lo."

compartilhar
comentários
GALERIA: pintura da KTM para temporada 2017
Artigo anterior

GALERIA: pintura da KTM para temporada 2017

Próximo artigo

Viñales: "impossível se sentir uma estrela" ao lado de Rossi

Viñales: "impossível se sentir uma estrela" ao lado de Rossi
Carregar comentários