Lorenzo: preocupado com pneus Michelin para Austin

Jorge Lorenzo revelou que ainda se preocupa com a resistência dos pneus franceses para o GP das Américas após problemas no final de semana do GP da Argentina

Lorenzo: preocupado com pneus Michelin para Austin
Race winner Jorge Lorenzo, Yamaha Factory Racing
Michelin MotoGP tire test
Michelin MotoGP tire test
Jorge Lorenzo, Yamaha Factory Racing
Jorge Lorenzo, Yamaha Factory Racing
Jorge Lorenzo, Yamaha Factory Racing
Carregar reprodutor de áudio

A Michelin voltou a ser alvo de críticas durante o final de semana do GP da Argentina da MotoGP, quando Scott Redding sofreu com o estouro do pneu traseiro estourou durante o quarto treino livre, no sábado. Durante a pré-temporada, Loriz Baz sofreu com um problema semelhante em Sepang, no meio da reta dos boxes.

Na Argentina, a resposta inicial da fabricante francesa foi obrigar as equipes a utilizarem um pneu traseiro com uma composição mas dura, mas tal plano não pôde ser aplicado devido ao mau tempo na manhã de domingo, quando um teste com o composto estava programado.

No fim, a decisão final para a corrida foi reduzir o número de voltas - de 25 para 20 - e estabeleceu uma troca de moto obrigatória na metade da prova. Jorge Lorenzo, um dos que criticou abertamente a Michelin após o estouro sofrido por Redding, mostrou-se preocupado com a situação da borracha francesa para Austin.

"A situação com a Michelin é bastante complicada, pois não sabemos quais os pneus que eles nos darão em Austin, que é uma pista que geralmente exige pneus muito mais macios do que a da Argentina", disse.

"Pode ser que, por razões de segurança, eles forneçam pneus mais duros - até mesmo mais duros do que os que utilizamos na corrida em Termas. É complicado, mas o que eu espero que não tenhamos mais episódios como os de Baz e Redding. Mas não depende de nós, depende da Michelin", afirmou.

Após os acidentes, chegou-se a levantar a hipótese de, por estarem entre os pilotos mais altos do grid - Baz mede 1,91m e Redding 1,85m - o peso deles teria influenciado nos estouros da borracha. No incidente com Baz, a Michelin colocou a culpa na Avintia, que teria colocado uma pressão muito baixa nos pneus da Ducati do francês. Lorenzo, entretanto, não se convenceu com tal explicação.

"Ninguém sabe exatamente o que aconteceu: se foi um furo no pneu, como alguns dizem, ou algo com a pressão dos pneus. Alguns dizem que a pressão do pneu dele estava dentro dos padrões. Mas não creio que um piloto pesando 100 kg ou utilizando a metade da pressão deveria sofrer um problema do tipo", completou.

compartilhar
comentários
Diretor da Ducati avisa Iannone para conter "entusiasmo"
Artigo anterior

Diretor da Ducati avisa Iannone para conter "entusiasmo"

Próximo artigo

Cauteloso, Márquez teme começar mal temporada europeia

Cauteloso, Márquez teme começar mal temporada europeia