Morbidelli insinua que Zarco "tem que pagar" por acidente; francês se 'defende' de Rossi

Pilotos da Yamaha diminuem o tom, mas seguem críticos ao concorrente da Avintia Ducati

Morbidelli insinua que Zarco "tem que pagar" por acidente; francês se 'defende' de Rossi

Um dos envolvidos no assustador acidente que marcou o último final de semana da MotoGP, na Áustria, Franco Morbidelli disse que se tornou rotina classificar colisões desse tipo como um incidente de corrida, mas exige que "alguém precisa pagar" por isso.

O piloto da Yamaha Petronas colidiu com a traseira da Avintia Ducati de Johann Zarco na rápida curva 2 do Red Bull Ring durante a corrida no domingo, com ambos sortudos de escapar ilesos do violento acidente.

Leia também:

As duas máquinas também ficaram perto de acertar as Yamahas de fábrica de Valentino Rossi e Maverick Viñales. Mas nenhuma ação foi tomada, com o incidente considerado um lance de corrida. Morbidelli, porém, usou o Twitter para expor suas opiniões sobre o assunto.

“Penso que, sempre que dois pilotos caem, é um hábito comum chamá-lo de incidente de corrida e resolver a situação. Mas esse 'incidente de corrida' aconteceu a 310km/h. Sorte que estamos inteiros, mas alguém precisa pagar [pelo] erro”.

Morbidelli classificou Zarco como “meio assassino” em entrevista para a TV Italiana no domingo e disse que a frenagem do concorrente naquele momento mostrou "pouco amor" por ambos os pilotos.

Zarco pareceu desviar-se da linha na frenagem como se fosse se defender de Morbidelli, que vinha por dentro na curva 3, embora o piloto da Avintia negue que tenha sido esse o caso e insista que “não é um maluco”.

Zarco falou com Rossi após o incidente para explicar sua versão e mostrar que o que fez não foi deliberado. Rossi, que chamou seu envolvimento no acidente de “aterrorizante”, defende que os pilotos não precisam “exagerar” na agressividade que estão mostrando na pista.

Vários pilotos foram rápidos em se manifestar, como Aleix Espargaró, da Aprilia, que observou: “Cada vez que você se move atrás de outros, a dianteira está tremendo, às vezes você não tem freios. É muito difícil. Por outro lado, é sempre Zarco, sempre Zarco (envolvido em batidas)”.

Cal Crutchlow, da Honda LCR, foi mais comedido, mantendo a visão dos comissários: “Não acho que alguém estava errado, particularmente. É apenas um incidente de corrida”.

Zarco se defende e pede desculpas a Rossi

O piloto da Avintia viu Morbidelli na clínica do Red Bull Ring, mas eles não se falaram. Mais tarde, Zarco trocou impressões com Rossi. "No momento das entrevistas à televisão italiana, Franco e Valentino estavam muito zangados comigo", disse Zarco.

“O Valentino viu a moto, ficou com medo e pensou 'se a moto me acertar, acabou'. O Franco foi embora, mas pelo menos consegui falar com o Valentino para acalmar tudo e explicar que não foi uma manobra intencional. Acho que a nossa conversa foi muito sincera".

“Ficamos 10 minutos sozinhos. Tudo está bem melhor agora. Falei com Vale para fazê-lo entender que não sou louco. Ele disse que, pelo que viu na TV, abri muito para bloquear o Morbidelli. Então expliquei para ele que não foi ideia minha. Não fiz isso voluntariamente”.

Zarco seguiu: “Consegui ultrapassá-lo na reta porque havia uma grande diferença de motor entre ele e eu. Quando estava na frente, ao frear, não abri mais do que o normal e não o fiz de propósito. A quase 300 km/h não se consegue mudar de linha no último momento."

"É por isso que ele me disse para ter cuidado e eu disse: 'OK, sou cuidadoso e realmente tentei manter minha linha, mas do jeito que eu estava indo, não consegui mudar'. Talvez tenha sido isso que surpreendeu Franco”, completou.

Programa de domingo do Motorsport, PÓDIO abordou acidente da MotoGP (1h51min)

compartilhar
comentários
MotoGP: Zarco passará por cirurgia no punho após grave acidente na Áustria
Artigo anterior

MotoGP: Zarco passará por cirurgia no punho após grave acidente na Áustria

Próximo artigo

MotoGP: Quartararo cutuca Viñales e diz que Dovizioso é ameaça maior ao título

MotoGP: Quartararo cutuca Viñales e diz que Dovizioso é ameaça maior ao título
Carregar comentários