MotoGP: Rossi diz que Itália ficará bem representada na categoria sem ele

‘Doutor’ comentou safra de italianos que permanecerá na maior categoria do motociclismo mundial

MotoGP: Rossi diz que Itália ficará bem representada na categoria sem ele

Valentino Rossi está confiante que a representatividade italiana na MotoGP vai estar bem, mesmo depois de se aposentar no final da temporada de 2021.

O ‘Doutor’ foi fundamental para aumentar o perfil da MotoGP na Itália durante sua carreira de 26 temporadas, e nos últimos anos ajudou a construir a sua VR46 Riders Academy.

Leia também:

Os esforços do nove vezes campeão do mundo de motociclismo nesta área estiveram em plena exibição na semana passada, com o protegido Francesco Bagnaia conquistando vitórias consecutivas - incluindo em casa, em Misano, no fim de semana passado.

Em 2021, Bagnaia continuará como piloto de fábrica da Ducati, enquanto outro protegido da VR46, Franco Morbidelli, correrá para a equipe de fábrica da Yamaha.

A equipe VR46 de Rossi subirá para a MotoGP em 2022 com Luca Marini e muito provavelmente Marco Bezzecchi, enquanto a Gresini vai colocar na pista uma formação totalmente italiana com Enea Bastianini - que marcou o seu primeiro pódio em Misano - e Fabio di Giannantonio.

Quando questionado pelo Motorsport.com se uma das conquistas de maior orgulho na sua carreira é a abundância de talentos italianos na MotoGP, Rossi disse: "Penso que a Itália na MotoGP estará em boa situação sem mim.”

“E isso é positivo para todo o movimento na Itália. Acho que teremos o Pecco que pode lutar pelo campeonato já neste ano e no próximo ano.”

“Penso que no próximo ano Franco Morbidelli também vai ser muito forte com a Yamaha de fábrica, ele é muito rápido e muito forte.”

“Então, acho que ele vai lutar pelo campeonato. Do lado da Academia, teremos também o meu irmão [Marini] e talvez o Bezzecchi.”

“Ainda não está decidido, não é oficial, mas penso que teremos dois pilotos muito rápidos como eles demonstram ser na Moto2.”

"Além disso, Bastianini. Ele não é o nosso piloto, mas hoje ele foi impressionante, incrível, muito rápido.

"Ele correu como um diabo todo o fim de semana, toda a corrida foi impressionante, ele também fez a volta mais rápida. Portanto, parabéns a ele e acho que ele pode ter um futuro muito forte."

Rossi terminou a penúltima corrida de MotoGP em casa, em Misano, em 17º, depois de uma queda na classificação o obrigou a largar da última fila do grid.

F1: SAINZ ridicularizou BARRICHELLO? Entenda CONTEXTO da declaração do espanhol sobre brasileiro

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Caótico GP da Itália acirra ainda mais rivalidade Hamilton x Verstappen na F1

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

 

compartilhar
comentários
MotoGP: Quartararo comenta disputa com Bagnaia até o fim por vitória em Misano
Artigo anterior

MotoGP: Quartararo comenta disputa com Bagnaia até o fim por vitória em Misano

Próximo artigo

MotoGP - Dovizioso acredita que Márquez siga mal fisicamente e elogia rival: "O que está fazendo é insano"

MotoGP - Dovizioso acredita que Márquez siga mal fisicamente e elogia rival: "O que está fazendo é insano"
Carregar comentários