MotoGP- Rossi elogia Pedrosa pelo "impressionante" retorno à categoria

Dani Pedrosa retornou à MotoGP após mais 2 anos de aposentadoria e sua performance impressionou o rival. e futuro aposentado, Valentino Rossi

MotoGP- Rossi elogia Pedrosa pelo "impressionante" retorno à categoria

Valentino Rossi declarou que o retorno de Dani Pedrosa à MotoGP como wildcard da KTM no GP da Estíria é impressionante. Pedrosa se classificou em 14º, enquanto o italiano fez o 17º melhor tempo da classificação.

Pedrosa se aposentou da MotoGP em 2018, mas seguiu pilotando como piloto de testes da KTM. A entrada como wildcard na Estíria marca o primeiro GP do espanhol fora de uma moto que não seja Honda.

Leia também:

Dani Pedrosa ficou muito perto de uma vaga direta no Q2, ficando dois décimos abaixo do tempo no TL3. Mas para quem ficou tanto tempo sem pilotar "para valer", um 14º com esse desempenho é, como disse Rossi, impressionante.

Valentino Rossi, da Petronas SRT, seguiu o espanhol nos treinos e Q1 e ficou impressionado em quão rápido ele pegou o ritmo após um hiato tão longo. "Eu acho que Dani fez um retorno triungal e ele sempre foi muito rápido e competitivo, especialmente durante os treinos e durante o TL4 ele ficou em P6", disse o italiano que se classificou em 17º.

"Eu segui ele e ele me seguiu durante os treinos, então eu vejo o clássico estilo do Dani - é polido, freando forte mas ele sempre pilota de maneira suave. É como ele sempre correu. E parece ser verdade que ele está com a moto do próximo ano, então parece que é bem competitiva e eles fizeram vários testes aqui. Vendo isso, ele está pronto para correr aqui."

"De qualquer jeito, mostrar esse velocidade depois de três anos fora das pistas é bem impressionante, então eu parabenizo o Dani".

Dani Pedrosa, Red Bull KTM Factory Racing

Dani Pedrosa, Red Bull KTM Factory Racing

Photo by: Gold and Goose / Motorsport Images

Falando sobre a sua primeira classificação em três anos, Pedrosa admite que ele sofreu para encaixar uma volta perfeita. Ao mesmo tempo, ele disse que viu o queria ter visto do seu retorno. O que isso quer dizer? Não sabemos.

"Assim, é bom estar no mesmo ritmo que os outros e em algum lugar no meio do pelotão," disse Pedrosa. "Nesses dias tudo é bem no limite, um erro em uma curva e você está fora. Então é importante fazer a volta perfeita. Eu consegui ver isso antes da classificação".

"Mas apesar de ter tentado a melhor volta possível, eu tive dificuldades de fazer tudo de uma vez. Eu conseguia frear bem, mas não fazia a curva direito, fazia um setor bom, outro não. Não fui capaz de juntar tudo em uma volta. Mas então, de outro ponto de vista, foi claro para mim que eu ainda tenho uma corrida para fazer, mas já vi o que queria ver".

"Já está claro para mim qual é o próximo passo a fazer", concluiu Pedrosa.

 

compartilhar
comentários
MotoGP- Raul Fernandez assina com a KTM e estreará na MotoGP em 2022
Artigo anterior

MotoGP- Raul Fernandez assina com a KTM e estreará na MotoGP em 2022

Próximo artigo

MotoGP- Márquez: 'Se chove muito em pouco tempo fica impossível correr"

MotoGP- Márquez: 'Se chove muito em pouco tempo fica impossível correr"
Carregar comentários