MotoGP trabalha para ter segunda corrida nos Estados Unidos, revela proprietário da Trackhouse

Justin Marks disse diz que MotoGP está trabalhando para ter um segundo GP nos EUA nos próximos anos

Race start

Race start

Gold and Goose / Motorsport Images

Após o colapso da RNF Racing no final da temporada da MotoGP de 2023, a equipe da NASCAR Trackhouse – de propriedade de Justin Marks e do músico Pitbull – assumiu as vagas no grid deixadas pela equipe malaia.

A chegada da Trackhouse na MotoGP ocorre em um momento em que a categoria procura expandir sua presença na América.

Leia também:

A MotoGP realizou várias temporadas com mais de uma corrida nos EUA, sendo pela última vez em 2015, quando o calendário contava com COTA e Indianápolis, enquanto em 2013 houve três GPs no país.

Desde 2016, a MotoGP vem tendo apenas um GP e o interesse geral na categoria diminuiu.

Em entrevista exclusiva ao Motorsport.com, Marks disse que a Dorna Sports está trabalhando para adicionar um segundo GP nos Estados Unidos, mas admite que o número de circuitos disponíveis capazes de sediar a categoria é baixo.

“A América é um país muito grande e ter mais de um GP ajudaria”, disse Marks. “Só o anúncio e a promoção de um novo circuito já fariam a MotoGP brilhar.”

“As pessoas são atraídas por coisas que não viram e sei que a Dorna trabalha nesse sentido.”

“Não sei como estão essas conversas agora, mas estamos aqui para ajudar.”

“Não há muitos circuitos onde possamos ir. Nos Estados Unidos temos instalações fantásticas, mas a maioria delas é projetada para corridas de automóveis.

“Há alguns circuitos em construção que certamente se enquadram no padrão da MotoGP.

“Pode não ser no próximo ano ou no ano seguinte, mas há vários caminhos que estão sendo posicionados para tornar isso possível.”

Trackhouse Racing Team Aprilia presentation

Photo by: MotoGP

Trackhouse Racing Team Aprilia presentation

Nos últimos dois anos, os responsáveis da Dorna passaram a inspecionar possíveis candidatos para realizar um teste.

Uma dessas visitas foi a Westel, a duas horas de Nashville, Tennessee, onde está sendo construído o Flatrock Motorsport Park.

As obras, que terão custado cerca de 91 milhões de euros, deverão estar concluídas em 2024, prevendo-se que entrem no calendário o mais rapidamente possível.

Aliás, os promotores já assinaram uma carta de intenções com a Dorna para isso.

A empresa Wright Brothers Construction trabalha lado a lado com o grupo liderado por Hermann Tilke e a ideia é receber a certificação Grau II da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), para poder sediar a maioria das competições, além da F1.

Podcast #261 - Show de Casagrande, ascensão de Massa e o futuro da Stock

 

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Be part of Motorsport community

Join the conversation
Artigo anterior MotoGP: Ducati anuncia a saída do diretor esportivo Paolo Ciabiatti
Próximo artigo MotoGP: Márquez se vê com a mesma “mentalidade assassina” de Verstappen

Top Comments

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Sign up for free

  • Get quick access to your favorite articles

  • Manage alerts on breaking news and favorite drivers

  • Make your voice heard with article commenting.

Motorsport prime

Discover premium content
Assinar

Edição

Brasil