MotoGP: Valentino Rossi acredita que merecia décimo título mundial

Apesar de falar que não possui arrependimentos em sua carreira, italiano lamentou oportunidades em que o possível décimo título escapou na última corrida

MotoGP: Valentino Rossi acredita que merecia décimo título mundial

Após uma carreira que inclui nove títulos no Mundial de Motovelocidade e 115 vitórias, Valentino Rossi anunciou na última quinta (05) que se aposentará da MotoGP no final da temporada atual. E o italiano afirmou que sai sem arrependimentos em sua carreira, mas sente que merecia vencer o décimo título que lhe escapou.

Rossi ficou próximo de vencer o décimo título, que seria o oitavo na MotoGP, em 2006 e 2015, mas ficou com o vice em ambas as ocasiões. E seu rendimento neste começo de 2021 mostra que isso não será possível desta vez.

Leia também:

Questionado se teria algum arrependimento em sua carreira, Rossi disse que não, mas sente que merecia vencer o décimo título

"Arrependimentos sobre escolhas, sinceramente não tenho. Por exemplo, correr com a Ducati [em 2011 e 2012] foi muito difícil para mim porque não venci, mas foi um bom desafio. Um piloto italiano em uma moto italiana. Se conseguíssemos vencer, seria histórico".

"Fico triste por não ter vencido o décimo campeonato, mas especialmente porque acredito que merecia, por causa do meu nível e velocidade. Perdi duas vezes na última corrida, então acho que merecia o décimo mas, as coisas são assim".

Valentino Rossi, Petronas Yamaha SRT

Valentino Rossi, Petronas Yamaha SRT

Photo by: Gold and Goose / Motorsport Images

"Mas acho que não tenho o que reclamar dos resultados da minha carreira".

Rossi também foi questionado sobre o que sentirá da vida como piloto da MotoGP, com o italiano admitindo que ficará triste ao perder a "vida de atleta" e o ambiente de trabalho da equipe.

"Acho que sentirei mais falta da vida de atleta, acordar todo dia e treinar por um objetivo, buscar vencer. Gosto muito dessa vida. Em primeiro lugar, sentirei falta de pilotar uma moto da MotoGP, porque quando você está na pista é uma grande emoção".

"Segundo, trabalhar com minha equipe, a partir da quinta buscando consertar todos os detalhes para ser cada vez mais fortes. Trabalhar com engenheiros do mais alto nível, mecânicos, analistas de telemetria e tudo".

"E, depois disso, também sentirei falta das manhãs de domingo, duas horas antes da largada, quando você não se sente confortável porque está assustado, mas também tem aquela emoção. Essas coisas serão difíceis de superar".

VALENTINO ROSSI confirma APOSENTADORIA da MOTOGP ao final de 2021; relembre trajetória

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast – A primeira metade do campeonato da F1 foi a mais incrível dos últimos anos?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
MotoGP - Rossi dá pistas de onde correrá: "Gosto das 24 horas de Le Mans"

Artigo anterior

MotoGP - Rossi dá pistas de onde correrá: "Gosto das 24 horas de Le Mans"

Próximo artigo

MotoGP: Nakagami é o mais rápido do dia nos TLs para o GP da Estíria

MotoGP: Nakagami é o mais rápido do dia nos TLs para o GP da Estíria
Carregar comentários