Torres segue substituindo Rabat na Tailândia

Piloto espanhol da Superbike terá segunda aparição na MotoGP em pista inédita para o campeonato mundial

Torres segue substituindo Rabat na Tailândia

Jordi Torres vai continuar a substituir o lesionado Tito Rabat na Avintia Ducati para o GP da Tailândia deste fim de semana, depois de ter feito a sua estreia na MotoGP em Aragón.

Rabat ficou gravemente ferido durante os treinos para o GP da Grã-Bretanha e perdeu as duas últimas corridas. A Avintia primeiro fez a escolha controversa de substituir Rabat pelo inexperiente Christophe Ponsson em Misano, para depois optar por Torres em Aragón.

O ex-piloto de Moto2 e atualmente no Mundial de Superbike começou e terminou sua primeira corrida de MotoGP em último lugar, mas apenas 0s5 atrás de seu companheiro de equipe Xavier Simeon.

Rabat pretendia voltar para a corrida da Tailândia, apesar de ter sido liberado do hospital na semana passada. Porém, ele continua inapto. Torres vai correr com a Desmosedici GP16 da equipe, com Simeon recebendo a moto de 2017.

Torres espera tirar proveito de sua experiência em Buriram, onde já correu com a Superbike nos últimos quatro anos e onde a MotoGP irá pela primeira vez.

"Depois da grande experiência de Aragón, onde tive de absorver muita informação durante o fim de semana para me adaptar ao estilo de pilotagem da MotoGP, é fantástico ter outra oportunidade e voltar à moto na Tailândia", afirmou.

"Conheço muito bem o circuito, porque corremos lá nos últimos quatro anos do Mundial de Superbike. É uma pista que eu gosto e onde eu tive boas corridas. Há muitas coisas que descobri na minha cabeça e agora é hora de aplicar esse conhecimento à moto.”

"Vamos ver se consigo andar mais tranquilamente e se posso marcar um resultado decente no domingo".

compartilhar
comentários
Para Smith, KTM pode mirar no top-8 ainda em 2018

Artigo anterior

Para Smith, KTM pode mirar no top-8 ainda em 2018

Próximo artigo

Crutchlow: Honda precisa de moto neutra caso Márquez saia

Crutchlow: Honda precisa de moto neutra caso Márquez saia
Carregar comentários