MotoGP
R
GP da República Tcheca
06 ago
-
09 ago
Próximo evento em
21 dias
R
GP da Áustria
13 ago
-
16 ago
Próximo evento em
28 dias
R
GP da Grã-Bretanha
27 ago
-
30 ago
Canceled
R
GP de San Marino
10 set
-
13 set
Próximo evento em
56 dias
15 out
-
18 out
Próximo evento em
91 dias
R
GP de Aragón
16 out
-
18 out
Próximo evento em
92 dias
R
GP da Austrália
23 out
-
25 out
Canceled
R
GP da Malásia
29 out
-
01 nov
Canceled
R
GP de Valência
13 nov
-
15 nov
Próximo evento em
120 dias

Viñales, e não Quartararo, é a referência da Yamaha, diz chefe

compartilhar
comentários
Viñales, e não Quartararo, é a referência da Yamaha, diz chefe
Por:
Co-autor: Germán Garcia Casanova
26 de dez de 2019 12:51

De acordo com Esteban Garcia, chefe da equipe de Viñales, o espanhol é a principal referência do time, desbancando o novato sensação da temporada 2019

O surgimento de Fabio Quartararo como sensação do campeonato da MotoGP na equipe satélite da Yamaha, a Petronas, foi um dos principais destaques da temporada 2019, quando o novato francês frequentou a ponta com poles e brigas por vitórias.

Mas enquanto Quartararo não conseguiu vencer em sua temporada de estreia, as duas vitórias da Yamaha foram de Viñales, que acabou ficando dois lugares abaixo de Quartararo na classificação geral e quatro de seu companheiro de Yamaha, Valentino Rossi.

Leia também:

Perguntado se Quartararo havia se tornado a referência para os pilotos da Yamaha em 2019, Esteban Garcia, chefe da Yamaha, disse ao Motorsport.com: “Eu ouvi isso muitas vezes, eles dizem que agora que Fabio chegou, todo mundo ficou louco, estão acelerando e indo rápido. Sinceramente, não acho que ele tenha feito isso.”

"Fomos a referência porque vencemos mais corridas. Focamos em nossos próprios problemas e em como melhorá-los."

"É verdade que quando você tem pilotos como Rossi, [Franco] Morbidelli ou Quartararo ao seu redor, você sempre se compara e tenta ver o que eles estão fazendo."

Garcia substituiu Ramon Forcada, como parte de uma reformulação da equipe, e o diretor da equipe, Lin Jarvis, acredita que isso teve um papel maior na melhora do espanhol do que na motivação adicional resultante da ascensão de Quartararo.

“Fizemos essas mudanças no inverno passado com sua equipe. Maverick é alguém que precisa se sentir em casa, precisa sentir que todos estão trabalhando para ele. Então, acho que essa foi a principal razão pela qual seus resultados melhoraram”, afirmou Jarvis.

“No passado, ele tinha um ótimo chefe de equipe e então Wilco [Zeelenberg] também era seu analista de desempenho de pilotos. Dois grandes caras, muito capazes, mas não havia aquele sentimento de grupo forte e acho que esse foi o principal estímulo.”

“Dito isto, acho que no início da temporada, quando Maverick estava com dificuldades em algumas coisas, então certamente o fato de Quartararo estar lá, estava à sua frente, se tornou uma frustração e se tornou uma força motriz para ele.”

"Às vezes ele voltava e dizia 'não é possível, preciso fazer a Yamaha mais rápida'. Então, eu acho que isso o estimulou, mas não é o principal piloto.”

Garcia, por sua vez, indicou que achava que Viñales já tinha um ritmo forte no início da temporada e, portanto, não precisava de motivação extra de Quartararo.”

"Na primeira corrida, estávamos na pole e Quartararo ainda não estava lá. Na Argentina, tivemos o ritmo de lutar pela vitória, mas tivemos problemas na corrida e fomos superados na última volta [por Morbidelli].”

"Em Austin, teríamos lutado pela vitória, se não fosse a queima de largada, tivemos um ritmo melhor do que o piloto que venceu [Alex Rins, da Suzuki]. Depois veio Jerez, uma pista que Maverick não gosta, e ainda assim chegamos ao pódio.”

“A partir de então, começamos a corrigir o problema das largadas. Em Le Mans, lutamos em condições contraditórias no Q2 e fomos eliminados [por Francesco Bagnaia] quando nos recuperamos na corrida. Em Barcelona, ​​fomos derrotados novamente [por Jorge Lorenzo] e em Assen vencemos.”

"Antes disso, não víamos o potencial que tínhamos desde a primeira corrida, porque tínhamos muita má sorte e porque não estávamos largando bem."

Relembre a carreira de Viñales na MotoGP

Galeria
Lista

2015 - Suzuki, 12º lugar

2015 - Suzuki, 12º lugar
1/10

Foto de: Suzuki MotoGP

O espanhol chegou à categoria rainha após ser campeão da Moto3 em 2013 e terceiro na Moto2 no ano seguinte.

2015 - Suzuki, 12º lugar

2015 - Suzuki, 12º lugar
2/10

Foto de: Suzuki MotoGP

Em sua primeira temporada, os melhores resultados de Viñales foram dois sextos lugares, na Catalunha e na Austrália.

2016 - Suzuki, 4º lugar

2016 - Suzuki, 4º lugar
3/10

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Na segunda temporada com a marca, o espanhol fez bonito e chegou quatro vezes ao pódio.

2016 - Suzuki, 4º lugar

2016 - Suzuki, 4º lugar
4/10

Foto de: Suzuki MotoGP

O ponto alto da temporada foi a conquista da primeira vitória da carreira, no GP da Grã-Bretanha.

2017 - Yamaha, 3º lugar

2017 - Yamaha, 3º lugar
5/10

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

No ano de estreia na Yamaha, Viñales conseguiu terminar o ano à frente do companheiro, Valentino Rossi.

2017 - Yamaha, 3º lugar

2017 - Yamaha, 3º lugar
6/10

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Ao fim da temporada, o espanhol acumulava três vitórias, enquanto Rossi alcançou apenas uma.

2018 - Yamaha, 4º lugar

2018 - Yamaha, 4º lugar
7/10

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

No segundo ano de Yamaha, Viñales terminou atrás de Rossi pela primeira vez.

2018 - Yamaha, 4º lugar

2018 - Yamaha, 4º lugar
8/10

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Mesmo assim, o espanhol conquistou a única vitória da fabricante japonesa na temporada, no GP da Austrália.

2019 - Yamaha, 3º lugar

2019 - Yamaha, 3º lugar
9/10

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Em temporada dominada pela Honda de Marc Márquez, Viñales foi o melhor piloto da Yamaha e fechou o ano mais uma vez à frente de Rossi.

2019 - Yamaha, 3º lugar

2019 - Yamaha, 3º lugar
10/10

Foto de: Srinivasa Krishnan

Ele ainda conquistou mais duas vitórias ao longo do ano, chegando à sétima em sua carreira.

 

Próximo artigo
MotoGP: Rossi diz que precisa melhorar para renovar com a Yamaha

Artigo anterior

MotoGP: Rossi diz que precisa melhorar para renovar com a Yamaha

Próximo artigo

Lorenzo admite receio de ficar paralisado antes de decidir por aposentadoria

Lorenzo admite receio de ficar paralisado antes de decidir por aposentadoria
Carregar comentários