Viñales lidera trifeta da Yamaha em Le Mans; Rossi é 2º

Maverick Viñales bateu Valentino Rossi por 0s106 e larga na frente no GP da França; Johann Zarco faz a festa da torcida francesa e conquista um lugar na primeira fila

Viñales lidera trifeta da Yamaha em Le Mans; Rossi é 2º

Em um treino de tirar o fôlego, Maverick Viñales conquistou, neste sábado (20), a pole position para o GP da França. Tanto o Q1 quanto o Q2 foram repletos de emoções e mudanças de posição até o instante final, mas Viñales se sobrepôs aos demais para largar na frente pela segunda vez na carreira na MotoGP.

A Yamaha dominou a primeira fila, com Valentino Rossi largando em segundo, a 0s106 de Viñales, e Johann Zarco em terceiro, para a alegria dos torcedores franceses – que já haviam visto o piloto da Tech 3 conquistar a vaga para o Q2 após uma batalha intensa contra Dani Pedrosa.

Cal Crutchlow, que chegou a liderar a primeira metade do Q2, larga em quarto, com Marc Márquez em quinto e Andrea Doviziozo completando a segunda fila.

O treino

Em um Q1 repleto de pilotos que poderiam estar no Q2 – Jorge Lorenzo, Andrea Dovizioso, Dani Pedrosa, Johann Zarco, entre outros – a batalha foi intensa. No fim, Dovizioso e Zarco – com uma volta no limite – passaram para a fase decisiva da classificação.

Pedrosa, derrotado por Zarco, ficou então com o 13º posto no grid. Para Lorenzo, a situação foi ainda pior e o tricampeão larga apenas em 16º

No Q2, a intensidade das disputas se manteve. Na primeira tentativa dos pilotos, a primeira posição passou por diversas mãos e ficou com Cal Crutchlow, que registrou 1min32s414. Rossi era o segundo e Márquez, mesmo com uma queda na curva 2, era o terceiro.

Zarco abriu a segunda rodada tomando o segundo lugar de Rossi e ficando a 0s105 de Crutchlow. Entretanto, coube a Viñales deixar o piloto da LCR para trás. Com 1min31s944, o vice-líder do campeonato desbancou os rivais para conquistar a pole position.

Rossi ficou com a segunda marca, a 0s106 do companheiro de equipe, e Zarco, novamente na última tentativa, conseguiu um lugar na primeira fila e larga em terceiro, para o delírio da torcida francesa em Le Mans.

Crutchlow foi o quarto e Márquez não conseguiu ameaçar as Yamahas, terminando em quinto, com Dovizioso em sexto. Scott Redding, Pol Espargaró e Karel Abraham formam a terceira fila. Bradley Smith, Jack Miller e Loris Baz completam o grupo dos 12 primeiros em Le Mans.

Confira o grid de largada:

Pos. Num. Piloto Equipe Moto Tempo
1 25 Maverick VIÑALES Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 1'31.994
2 46 Valentino ROSSI Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 1'32.100
3 5 Johann ZARCO Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 1'32.229
4 35 Cal CRUTCHLOW LCR Honda Honda 1'32.300
5 93 Marc MARQUEZ Repsol Honda Team Honda 1'32.493
6 4 Andrea DOVIZIOSO Ducati Team Ducati 1'32.726
7 45 Scott REDDING OCTO Pramac Racing Ducati 1'33.119
8 44 Pol ESPARGARO Red Bull KTM Factory Racing KTM 1'33.399
9 17 Karel ABRAHAM Pull&Bear Aspar Team Ducati 1'33.517
10 38 Bradley SMITH Red Bull KTM Factory Racing KTM 1'33.629
11 43 Jack MILLER EG 0,0 Marc VDS Honda 1'33.756
12 76 Loris BAZ Reale Avintia Racing Ducati 1'33.955
13 26 Dani PEDROSA Repsol Honda Team Honda 1'32.415
14 19 Alvaro BAUTISTA Pull&Bear Aspar Team Ducati 1'32.484
15 94 Jonas FOLGER Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 1'32.695
16 99 Jorge LORENZO Ducati Team Ducati 1'32.830
17 29 Andrea IANNONE Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 1'32.844
18 41 Aleix ESPARGARO Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 1'33.187
19 9 Danilo PETRUCCI OCTO Pramac Racing Ducati 1'33.231
20 8 Hector BARBERA Reale Avintia Racing Ducati 1'33.233

21

22 Sam LOWES Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 1'33.817
22 53 Tito RABAT EG 0,0 Marc VDS Honda 1'33.875
23 50 Sylvain GUINTOLI Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 1'34.082

 

compartilhar
comentários
Suzuki reconhece má fase, mas apoia Iannone em adaptação
Artigo anterior

Suzuki reconhece má fase, mas apoia Iannone em adaptação

Próximo artigo

Longe da briga pela pole, Márquez diz: “sou humano"

Longe da briga pela pole, Márquez diz: “sou humano"
Carregar comentários