Como foi estar presente no retorno da NASCAR em meio a uma pandemia

O repórter do Motorsport.com Jim Utter foi um dos quatro jornalistas autorizados a cobrir a volta da NASCAR in loco e ele conta como foi

Como foi estar presente no retorno da NASCAR em meio a uma pandemia

Eu passei mais de 20 anos cobrindo corridas da NASCAR e presenciei vários dos momentos mais sombrios do esporte, mas nenhum deles teve um manual de instruções.

Eu cobri várias corridas que tiveram mortes de pilotos.

Leia também:

Eu cobri corridas em que os fãs ficaram feridos como consequência dos carros batendo nas certas e cobri até corridas em que fãs morreram após serem atingidos por um raio.

Eu estava na corrida que uma ponte de pedestres caiu enquanto o público estava saindo da pista, e estava na pista quando um helicóptero caiu ao lado da entrada do túnel.

No ano passado, eu estava no Bristol Motor Speedway quando o avião de Dale Earnhardt Jr. caiu na hora do pouso com toda sua família dentro, e corri com dois colegas ao aeroporto, sem saber o que iríamos encontrar.

Dale Earnhardt Jr. plane crash wreckage

Dale Earnhardt Jr. plane crash wreckage

Photo by: Jerry Jordan - KickinTheTires.net

Dale Earnhardt Jr. plane crash wreckage

Dale Earnhardt Jr. plane crash wreckage

Photo by: Jim Utter

Porém, eu nunca cobri uma corrida que vinha com um manual de instrução de mais de 30 páginas, que também incluía a assinatura de dois termos de responsabilidade e ter que passar por um teste médico antes de poder entrar na pista.

Não havia dúvidas de que a corrida de domingo em Darlington seria diferente. Mas era uma coisa ler sobre os procedimentos necessários para realizar um evento em meio à pandemia. Viver isso ao vivo foi outra bem diferente.

Eu senti uma responsabilidade enorme nas minhas costas, porque fui um de apenas quatro jornalistas que tiveram a permissão para cobrir a corrida deste domingo direto dessa sala de imprensa no autódromo.

Como um grupo, nós não teríamos necessariamente a chance de ter mais informações que nossos companheiros trabalhando remotamente, mas havia uma função a mais de falar não apenas da corrida, mas também do esforço extraordinário que foi necessário para fazer isso acontecer.

Com a chegada do final de semana, eu sentia uma ansiedade - estava animado por poder retornar meu trabalho, mas também estava cheio de perguntas sobre a minha segurança e de todos que estavam ao meu redor.

A experiência mais próxima que tive disso foi quando eu e meu amigo do The Charlotte Observer, David Poole, que infelizmente já não está mais entre nós, pulamos dentro de um carro e começamos a dirigir em direção à New Hampshire, poucos dias após o atentado de 11 de setembro.

Nós já havíamos dirigido por cerca de três horas na Interstate 81 quando a NASCAR finalmente adiou aquela etapa e remarcou para o final da temporada de 2001. Eu senti um grande alívio no momento que dávamos uma meia volta e começávamos a voltar para Charlotte.

Apesar de estar preparado para cumprir meu trabalho, a incerteza que existia logo após os atentados criaram muita apreensão.

A driver for a team hauler has their temperature checked

A driver for a team hauler has their temperature checked

Photo by: NASCAR Media

NASCAR official with a mask

NASCAR official with a mask

Photo by: NASCAR Media

Eu tive um sentimento similar ao chegar em Darlington, no domingo. Entramos por um lugar que não era a entrada tradicional, tivemos que usar uma máscara, nossos veículos foram revistados por policiais e, em seguida, fomos redirecionados para a área de testes, onde tivemos nossas temperaturas tiradas e recebemos as credenciais que nos permitiram entrar na propriedade.

No final, o processo não poderia ter sido mais tranquilo. Eu fui para a área de imprensa, onde estava acompanhado de meus três colegas e nós quatro sentamos, uma abundância de espaço entre cada um de nós.

Pelas duas horas seguintes, eu me perguntava se algo poderia dar errado. Será que alguém apareceria com uma febre e teria que ir embora? Será que alguém deixaria de seguir o protocolo e seria retirado?

Nada disso aconteceu. O maior problema antes do início da corrida não teve nada a ver com isso. O Toyota nº 18 de Kyle Busch não foi aprovado na inspeção duas vezes, o que o forçou a largar do fundo do grid.

Kyle Busch, Joe Gibbs Racing Toyota Camry

Kyle Busch, Joe Gibbs Racing Toyota Camry

Photo by: NASCAR Media

Kevin Harvick, Stewart-Haas Racing, Ford Mustang

Kevin Harvick, Stewart-Haas Racing, Ford Mustang

Photo by: NASCAR Media

De repente, começou a passar a impressão de ser um final de semana de corridas "normal".

Todo o resto se seguiu como uma corrida normal - uma oração, o hino nacional, o anúncio para os pilotos ligarem os motores.

Quando a bandeira verde foi acionada e os carros surgiram pela Curva 1 pela primeira vez desde 08 de março, ficou claro que a NASCAR conseguiu arrumar um jeito de voltar.

Mas, enquanto os carros continuavam fazendo suas voltas pela pista, o barulho parecia desaparecer com o silêncio das arquibancadas falando mais alto.

Sim, a NASCAR estava de volta, mas a energia que move os finais de semana de corrida - os fãs - não estavam lá.

Isso não vai mudar por algum tempo. E, por mais que os fãs não gostem disso, eles deveriam entender que foi a dedicação deles que fez a NASCAR buscar esse esforço hercúleo para voltar a correr, pelo menos na televisão.

No final das contas, a corrida de domingo correu aparentemente sem nenhum problema sério. E só isso já é uma vitória.

A maior festa - uma com as arquibancadas fervendo com gritos e vaias - ainda chegará.

Race Winner Kevin Harvick, Stewart-Haas Racing, Ford Mustang

Race Winner Kevin Harvick, Stewart-Haas Racing, Ford Mustang

Photo by: NASCAR Media

GALERIA: Relembre os campeões da década da NASCAR Cup Series

2010: Jimmie Johnson, Hendrick Motorspor Chevrolet

2010: Jimmie Johnson, Hendrick Motorspor Chevrolet
1/20

Foto de: Eric Gilbert

2010: Jimmie Johnson, Hendrick Motorspor Chevrolet

2010: Jimmie Johnson, Hendrick Motorspor Chevrolet
2/20

Foto de: Motorsport.com / ASP Inc.

2011: Tony Stewart, Stewart-Haas Racing Chevrolet

2011: Tony Stewart, Stewart-Haas Racing Chevrolet
3/20

Foto de: Eric Gilbert

2011: Tony Stewart, Stewart-Haas Racing Chevrolet

2011: Tony Stewart, Stewart-Haas Racing Chevrolet
4/20

Foto de: Eric Gilbert

2012: Brad Keselowski, Penske Racing Dodge

2012: Brad Keselowski, Penske Racing Dodge
5/20

Foto de: Eric Gilbert

2012: Brad Keselowski, Penske Racing Dodge

2012: Brad Keselowski, Penske Racing Dodge
6/20

Foto de: Eric Gilbert

2013: Jimmie Johnson, Hendrick Motorsports Chevrolet

2013: Jimmie Johnson, Hendrick Motorsports Chevrolet
7/20

Foto de: Eric Gilbert

2013: Jimmie Johnson, Hendrick Motorsports Chevrolet

2013: Jimmie Johnson, Hendrick Motorsports Chevrolet
8/20

Foto de: Eric Gilbert

2014: Kevin Harvick, Stewart-Haas Racing Chevrolet

2014: Kevin Harvick, Stewart-Haas Racing Chevrolet
9/20

Foto de: Action Sports Photography

2014: Kevin Harvick, Stewart-Haas Racing Chevrolet

2014: Kevin Harvick, Stewart-Haas Racing Chevrolet
10/20

Foto de: Eric Gilbert

2015: Kyle Busch, Joe Gibbs Racing Toyota

2015: Kyle Busch, Joe Gibbs Racing Toyota
11/20

Foto de: Action Sports Photography

2015: Kyle Busch, Joe Gibbs Racing Toyota

2015: Kyle Busch, Joe Gibbs Racing Toyota
12/20

Foto de: Action Sports Photography

2016: Jimmie Johnson, Hendrick Motorsports Chevrolet

2016: Jimmie Johnson, Hendrick Motorsports Chevrolet
13/20

Foto de: Team Lowes Racing

2016: Jimmie Johnson, Hendrick Motorsports Chevrolet

2016: Jimmie Johnson, Hendrick Motorsports Chevrolet
14/20

Foto de: NASCAR Media

2017: Martin Truex Jr., Furniture Row Racing Toyota

2017: Martin Truex Jr., Furniture Row Racing Toyota
15/20

Foto de: Michael L. Levitt LAT Photo USA

2017: Martin Truex Jr., Furniture Row Racing Toyota

2017: Martin Truex Jr., Furniture Row Racing Toyota
16/20

Foto de: Nigel Kinrade / Motorsport Images

2018: Joey Logano, Team Penske, Ford Fusion Shell Pennzoil

2018: Joey Logano, Team Penske, Ford Fusion Shell Pennzoil
17/20

Foto de: John Harrelson / Motorsport Images

2018: Joey Logano, Team Penske, Ford Fusion Shell Pennzoil

2018: Joey Logano, Team Penske, Ford Fusion Shell Pennzoil
18/20

Foto de: Nigel Kinrade / Motorsport Images

2019: Kyle Busch, Joe Gibbs Racing, Toyota Camry M&M'

2019: Kyle Busch, Joe Gibbs Racing, Toyota Camry M&M'
19/20

Foto de: Nigel Kinrade / Motorsport Images

2019: Kyle Busch, Joe Gibbs Racing, Toyota Camry M&M'

2019: Kyle Busch, Joe Gibbs Racing, Toyota Camry M&M'
20/20

Foto de: Nigel Kinrade / Motorsport Images

VÍDEO: Reginaldo Leme compartilha histórias de Piquet, Senna, Fittipaldi e George Harrison em live

PODCAST - Interlagos 80 anos: templo do automobilismo ou apenas mais um circuito?

 

Siga o Motorsport.com Brasil no Twitter, Facebook, Instagram e Youtube.

compartilhar
comentários
Harvick conquista 50ª vitória na volta da NASCAR após paralisação pela pandemia

Artigo anterior

Harvick conquista 50ª vitória na volta da NASCAR após paralisação pela pandemia

Próximo artigo

OPINIÃO: Como a NASCAR levou o mundo na direção do "novo normal"

OPINIÃO: Como a NASCAR levou o mundo na direção do "novo normal"
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria NASCAR Cup
Autor Jim Utter