NASCAR Cup
17 mai
-
17 mai
Evento encerrado
20 mai
-
20 mai
Evento encerrado
23 mai
-
24 mai
Evento encerrado
27 mai
-
28 mai
Evento encerrado
12 jun
-
14 jun
Postponed
19 jun
-
21 jun
Postponed
27 jun
-
27 jun
Evento encerrado
28 jun
-
28 jun
Evento encerrado
05 jul
-
05 jul
Evento encerrado
R
Kentucky
12 jul
-
12 jul
Próximo evento em
05 Horas
:
55 Minutos
:
40 Segundos
23 jul
-
23 jul
Próximo evento em
11 dias
R
02 ago
-
02 ago
Próximo evento em
21 dias
R
Michigan II
07 ago
-
09 ago
Postponed
R
Michigan
08 ago
-
09 ago
Próximo evento em
27 dias
R
Watkins Glen
14 ago
-
16 ago
Canceled
R
Daytona II
16 ago
-
16 ago
Próximo evento em
35 dias
R
Dover II
21 ago
-
23 ago
Postponed
R
Richmond II
10 set
-
12 set
Próximo evento em
60 dias
R
Bristol II
19 set
-
19 set
Próximo evento em
69 dias
R
Las Vegas II
25 set
-
27 set
Próximo evento em
75 dias
R
Talladega II
02 out
-
04 out
Próximo evento em
82 dias
R
Charlotte II
09 out
-
11 out
Próximo evento em
89 dias
R
Kansas II
18 out
-
18 out
Próximo evento em
98 dias
R
Texas II
25 out
-
25 out
Próximo evento em
105 dias
R
Martinsville II
30 out
-
01 nov
Próximo evento em
110 dias
R
Phoenix II
06 nov
-
08 nov
Próximo evento em
117 dias

NASCAR muda protocolo antes de prova em Atlanta com discursos que condenam racismo

compartilhar
NASCAR muda protocolo antes de prova em Atlanta com discursos que condenam racismo
7 de jun de 2020 20:02

Principais pilotos gravaram mensagem e postaram em suas redes sociais. Cerimônias antes de etapa de Atlanta teve momento de silêncio e discurso de presidente

A NASCAR realiza neste domingo a 10ª etapa do campeonato de 2020 e teve antes da bandeira verde em Atlanta algumas mudanças de protocolo, em virtude da onda de protestos contra o racismo que acontecem no país desde a morte de George Floyd.

Antes mesmo dos pilotos adentrarem seus carros, uma mesma mensagem em vídeo foi divulgada nas redes sociais dos principais pilotos, falando sobre a importância da mudança de comportamento em relação ao racismo e à educação das pessoas.

 

“Sabemos como a vida pode ter a mesma qualidade. Mas agora é a hora de desacelerar e refletir. Os eventos das últimas semanas destacaram o trabalho que ainda precisamos fazer como nação para condenar a desigualdade e o racismo. As mortes de George Floyd, Breonna Taylor, Ahmaud Arbery e inúmeras outras pessoas na comunidade negra são comoventes e não podem mais ser ignoradas.”

“O processo começa ouvindo e aprendendo, porque entender o problema é o primeiro passo para resolvê-lo. Estamos empenhados em ouvir com empatia e com um coração aberto para nos educar melhor. Usaremos essa educação para defender mudanças em nossa nação, nossas comunidades e, o que é mais importante, nossos próprios lares. Mesmo depois que as manchetes desaparecem.”

“Todas as nossas vozes fazem a diferença. Não importa quão grande ou pequena, é nossa responsabilidade deixar de ficar em silêncio. Para não ficar mais em silêncio. Nós simplesmente não podemos ficar calados. Temos um longo caminho pela frente. Mas vamos nos comprometer a fazer a jornada juntos.”

“Nossas diferenças não devem nos dividir. É o nosso amor por toda a humanidade que nos unirá enquanto trabalhamos juntos para fazer mudanças reais.”

No grid, o único pelo negro da categoria principal, Bubba Wallace, permaneceu com uma camiseta com a frase “I can't breathe” (não consigo respirar), dita por Floyd antes de sua morte.

O hino nacional foi cantado por Keedron Bryant, que recentemente teve um vídeo viralizado nas redes sociais cantando a música “I just wanna live”.

 

Assim que os carros foram para a pista e após algumas voltas, todos pararam na reta principal, quando se observou um momento de silêncio e o presidente da NASCAR, Steve Phelps, falou aos pilotos e fãs.

 

“Aqueles assistindo em casa, obrigado pelo seu tempo. Nosso país está sofrendo e as pessoas estão justamente irritadas, exigindo ser ouvidas. A comunidade negra sofreu em nosso país e levou muito tempo para ouvirmos seus pedidos por mudanças. Nosso esporte deve fazer melhor. Nosso país deve fazer melhor.”

“Chegou a hora de ouvir, entender e enfrentar o racismo e a injustiça racial. Pedimos aos nossos pilotos e todos os nossos fãs que se juntem a nós nesta missão, para ter um momento de reflexão para reconhecer que devemos fazer melhor como esporte e se juntar a nós, pois agora podemos parar e ouvir.”

Téo José revela papo com Silvio Santos que causou redução da cobertura da Indy

PODCAST: Entrevista com Rubens Barrichello: os bastidores da carreira do recordista de provas da F1

 

Próximo artigo
eNASCAR Heat Pro League: Rothgeb e Brooks vencem em Talladega

Artigo anterior

eNASCAR Heat Pro League: Rothgeb e Brooks vencem em Talladega

Próximo artigo

Harvick faz corrida dominante em Atlanta e vence pela segunda vez em 2020

Harvick faz corrida dominante em Atlanta e vence pela segunda vez em 2020

Sobre esta matéria

Categoria NASCAR Cup