Porsche Cup Termas de Río Hondo - Endurance

Porsche Cup: Veja o que disseram os pilotos após a etapa Endurance de Termas de Río Hondo

Marçal Müller e Enzo Elias foram os vencedores da prova de 300km no circuito argentino

Marçal Muller e Enzo Elias

A Porsche Cup Brasil entregou mais uma etapa emocionante em terras argentinas. Nos 300km de Termas de Río Hondo, Marçal Müller e Enzo Elias foram os vencedores na Carrera Cup e na geral, enquanto Sadak Leite e Fábio Carbone levaram a melhor na Sprint Challenge.

Leia também:

Miguel Paludo fez valer a vantagem da pole e se defendeu de Rafael Suzuki nas primeiras curvas. Mas o #70 ficou por dentro na tomada da reta oposta e assumiu a liderança. Marçal Muller tentou seguir Suzuki, mas Miguel fechou a porta, conservando o segundo lugar.

O top 5 no término da primeira volta mostrava Suzuki, Paludo, Muller, Feldmann e Zonta. Em 13º, Paulo Sousa liderava na classe Rookie. Pela Challenge o #5, com Marcelo Tomasoni, era o líder.

Na quarta volta o safety car foi acionado após contato entre os carros de Tomasoni e Marcio Mauro, em disputa na freada válida pela liderança na Challenge. Os carros acabaram na caixa de brita, e Ianina Zanazzi herdou o primeiro lugar na classe com o Porsche #777 da única dupla argentina no grid. Logo atrás aparecia Celio Brasil, liderando na Challenge Rookie.

A relargada veio na abertura da volta 7. Suzuki foi hábil para sustentar a ponta, com Paludo atrás pressionado por Muller, enquanto Feldmann se defendia de Zonta.

O #70 liderava no geral e na classe Sport. Já na classe Carrera Rookie, aparecia em primeiro o #15, favorecido por uma formidável escalada de Átila Abreu.

Zonta passou Feldmann na oitava volta, quando aqueceu a briga entre o sétimo e o 12º lugar. Peter Ferter, Nelsinho Piquet, Nelson Marcondes, Átila Abreu, Renan Guerra e Franco Giaffone cruzaram a reta oposta praticamente colados.

A janela foi aberta na volta 13, e o panorama no top 5 seguia inalterado. Suzuki tinha cerca de 3s de margem sobre Paludo, que era acossado por Marçal. Zonta tentava chegar na batalha e Feldmann vinha seguro em quinto.

Os grandes escaladores do primeiro stint foram Nelsinho Piquet, de 16º no grid para sexto na abertura da janela, e Átila Abreu, que iniciou a prova em 19º e era sétimo quando foram iniciadas as paradas.

O Porsche #1 abriu o ciclo de pit stops na volta 14. Muller entrou nos pits na passagem seguinte e depois foi a vez de Paludo com o #7. Suzuki, Zonta, Piquet e Átila foram os últimos a entrar no box, na abertura da volta 17.

Pela classe Challenge, a liderança era do #38, de Eric Santos, que foi para os pits uma volta depois da tripulação argentina.

Com o pelotão reordenado, Salles retomou a liderança. Werner saiu com o #8 ao lado do #7, avançando para terceiro. Então Alan Hellmeister, dando sinais luminosos com o Porsche #7 sobre o #70, viu Salles espalhar a trajetória numa curva. Hellmeister então retomou a ponta para a dupla da BRANDT. Logo atrás, Enzo Elias passou Neugebauer. Em quinto, Gui Salas vinha muito forte com o Porsche #1, favorecido por seguidas voltas mais rápidas da corrida.

Pela Challenge a liderança havia sido recuperada por Gerson Campos no Porsche #5, seguido pelo #199, naquela altura com Danilo Dirani.

Na volta 20 Enzo colou em Salles e a briga pela segunda posição favoreceu a chegada de Salas, que já havia se superado o #8. Salas passou Enzo por fora em bela manobra na freada da curva 5. Na volta seguinte, Salas superou Salles no mesmo ponto, agora em mergulho por dentro do #70.

A insistência de Enzo rendeu a manobra sobre o #70 na volta 25, quando os pilotos tomavam mais riscos na busca por posições antes da bandeirada que marcaria o fim do primeiro segmento na 28ª passagem pela reta principal.

O carro #139 ficou parado na caixa de brita da curva 8 na volta 26. Mas não foi acionado o carro de segurança. Naquela altura a briga mais disputada era pela sexta posição, envolvendo Luiz Razia, William Freire, Rubens Barrichello e Dudu Barrichello.

O primeiro segmento foi encerrado com o #7 na frente, levando os 26 pontos disponíveis para a Carrera Cup. Salas foi segundo, Enzo terceiro. Salles e Werner completavam o top5. Na Challenge a pontuação cheia foi para o #5, que liderava depois de uma bela recuperação do toque recebido no início da prova.

Antes da entrada nos pits, Salas chegou a tirar parte da vantagem de Hellmeister na frente.

Boa parte dos ponteiros parou na segunda volta da janela aberta. Mas o #7 e o #1 seguiam acelerando forte na pista.

Contato entre os carros #85, que saia dos pits, e #87, que vinha na pista deixou os carros rodados no fim da reta. O carro de segurança foi acionado duas voltas depois, para não comprometer as estratégias das equipes.

Antes de a prova ser neutralizada, Marçal Muller passou Alceu para ser segundo colocado.

A ordem atrás do safety car mostrava: Paludo, Muller, Feldmann, Suzuki e Zonta. O #70 liderava na Carrera Sport. Em 14º, Paulo Sousa liderava na Carrera Rookie. Pela Challenge a liderança estava com o #66, nas mãos de Sadak Leite.

A relargada veio na volta 37, com pressão de Marçal sobre Paludo. De pneus mais gastos, Feldmann não conseguiu segurar o ataque de Suzuki na curva 2. Paludo e Marçal ficaram lado a lado meia volta, o que também favoreceu a chegada de Suzuki para a disputa.

Na passagem seguinte, Muller mergulhou por dentro no fim da reta oposta. Paludo tentou fechar a porta e o contato foi inevitável.

Salles herdou a liderança, Zonta era segundo. Fefo Barrichello vinha terceiro. Feldmann era quarto e Marçal caiu para quinto. Paludo recolheu para box.

Na volta 40, Suzuki perdeu rendimento com pneu traseiro furado e Zonta assumiu a ponta com Fefo em segundo. Muller já havia superado Feldmann. Chico Horta então avançou para quinto lugar, assumindo a liderança na classe Sport. Muller a seguir passou o #111, recuperando a vice-liderança na volta 42. A margem de Zonta na dianteira era de 2.2s.

Àquela altura, a briga da corrida era pelo último lugar do top 5 e liderança na Sport, entre Horta e Nelsinho Piquet. Átila Abreu acompanhava de perto, liderando na classe Rookie com o #15. No giro seguinte o competidor sorocabano passou Horta no fim da reta oposta.

Nas voltas que antecederam a terceira janela de parada de pits, Muller foi tirando a margem de Zonta na liderança para menos de 1.5s. Fefo não tinha o terceiro lugar ameaçado, enquanto Piquet atacava Feldmann pelo quarto lugar. O #8 entrou nos pits na volta 47 e o #544 na seguinte.

Werner voltou para a pista na abertura da volta 50, com seu Porsche equipado com pneus zero. Mas Enzo Elias saiu dos pits à frente, favorecido pela rápida volta extra de Marçal no fim de seu stint com o Porsche #544. O carro da Farben vinha com pneus usados no quali, com 5 voltas percorridas apenas na véspera.

Com o pelotão reordenado, a liderança estava com Enzo Elias. Werner era segundo, perdendo desempenho. Dudu Barrichello vinha em terceiro. Gui Salas estava muito rápido em quarto, com Luiz Razia em quinto liderando na classe Sport com o #199. Em sexto, Leo Sanchez era o líder na Rookie com o #15. Pela Challenge a ponta estava outra vez com o #5, na pilotagem de Gerson Campos.

A dez voltas do final, a margem do carro líder sobre o #8 superou 3s. Dudu Barrichello alcançou Werner e emparelhou por quase meia volta. Dudu tomou a linha interna na reta oposta e assumiu o segundo lugar. Gui Salas mergulhou na sequência, para ser terceiro. E o #1 logo tratou de colocar pressão no #111.

A cinco voltas da bandeirada, um aviso da direção de prova modificou a classificação da Challenge. Os carros #133 e #5 que vinham em primeiro e segundo, foram excluídos por ultrapassar o safety-car. A liderança ficou para o #66, com Fabio Carbone, em 14º no geral.

Até as voltas finais havia emoção reservada na corrida de Endurance. Allam Khodair passou Luiz Razia na volta 60 para assumir o quinto lugar e a liderança na Sport. Na passagem seguinte o #199 perdeu posição também para o #77, que era pilotado por William Freire. Em 11º, Sanchez liderava na Rookie.

Na bandeirada, o top 5 geral da corrida mostrava, nesta ordem, os carros #544, #111, #1, #8 e #16, sendo este último também o vencedor na Sport. Em 11º no geral, o #15 ganhou na Rookie. Pela Challenge a dupla Sadak Leite e Fabio Carbone venceu no geral e classe Sport, enquanto a vitória na Rookie ficou com o #38, de Eric Santos e Gabriel Robe.

O que eles disseram:

"Foi uma corrida emocionante, estava brigando pela liderança no segundo stint e aconteceu aquele toque com o Miguel. Acredito que ele não tenha me visto, infelizmente. Isso prejudicou nossas duas corridas, mas consegui me recuperar bem e entregar o carro em uma boa posição para o Enzo brigar pela vitória."

Marçal Muller

"Foi uma vitória suada. Demais poder voltar para a categoria com a vitória assim é sempre bom. Não conseguimos levar a vitória em Interlagos, mas hoje conseguimos fazer o trabalho completo. O Marçal guiou muito aqui, deixou o carro em uma posição ótima depois do incidente. Assumi o último stint e foi só olhar para frente e esquecer o retrovisor. Agora vamos para Interlagos brigar pelo campeonato, estou em busca do meu sexto título na categoria."

Enzo Elias

"Tínhamos um problema desde o começo com velocidade de reta e foi piorando ao longo da prova. Nos disseram que não tinha nada, mas atrapalhou bastante nosso desempenho, principalmente neste finalzinho de prova, onde ficou difícil até de ultrapassar os carros da Challenge. Estamos na briga pelo campeonato e ainda tem a última etapa do campeonato que vale mais."

Werner Neugebauer

"Meus stints foram bons, mesmo com problema de velocidade. Andava perto dos carros da frente mesmo sem o vácuo e sem a velocidade de reta. Mesmo assim conseguimos liderar a prova no meu stint. O Werner saiu com pneus zero no último stint, mas não conseguiu sair na frente do Enzo Elias. O quarto lugar é um bom resultado pensando em campeonato. É importante terminar e pontuar em todas. Agora vamos trabalhar para ver se conseguimos solucionar os problemas para encerrar bem o campeonato."

Ricardo Zonta

"Foi um domingo fenomenal, uma bela prova de recuperação. Tivemos problemas com o carro no quali e isso nos deixou mais para o fundo, mas a corrida aqui foi incrível, o carro estava ótimo e agora vamos para a decisão do campeonato na briga. E a pergunta que fica é: cadê o Mena?"

Rouman Ziemkiewcz

"Foi uma boa etapa, o Rouman evoluiu bastante do sábado para o domingo. Foi uma corrida ok, poderíamos ter evitado alguns incidentes, mas em geral foi ótimo, conseguimos mais um pódio e o Rouman evoluiu bem. Ainda temos mais uma corrida pela frente e estamos na briga pelo campeonato."

Nelson Piquet Jr

"Foi um fim de semana muito complicado para nós. Tivemos muitas dificuldades nos treinos, principalmente na classificação, quando a gente acabou saindo da pista. O Fefo infelizmente perdeu o bigode, fez o que dava. E a gente largou em 14º. O Fefo fez superbem o trabalho dele, foi muito inteligente, era muito rápido, conseguiu lidar com o trânsito e a gente foi subindo, cada stint mais. O Fefo me devolveu o carro em terceiro, o que é brilhante, e eu consegui fazer a ultrapassagem para cima do Werner, que é meu companheiro. Foi muito legal, muito bom trazer esse segundo para casa. Lógico que estou aqui para ganhar, então chegar em segundo é um pouco amargo, mas foi um bom troféu para o fim de semana."

Dudu Barrichello

"Foi um fim de semana difícil para a gente. A gente não conhece muito o carro, demos só 20 voltas antes de ir para a classificação. E infelizmente, por um erro meu, a gente largou mais para trás do que o planejado, em 14º. E isso é extremamente difícil nessa categoria disputada. Hoje foi um dia de vir recuperando, ter paciência e inteligência. O Dudu andou muito bem, sempre que estava na pista, era o mais rápido. Juntos, acho que a gente fez um trabalho muito bom com o Bochecha, todo mundo da equipe ajudou demais. Acho que é um resultado que coroou nosso trabalho neste fim de semana que foi difícil, mas estou muito feliz de poder levar esse trofeuzinho e compartilhar a pista com meu irmão. É um prazer imenso, uma emoção muito grande. Foi um fim de semana muito bacana. E na nossa primeira corrida na Argentina, um segundo lugar. Quase uma vitória. Foi muito legal."

Fefo Barrichello

"Foi uma jornada difícil, perdi o voo, não consegui treinar o primeiro dia e só andei no sábado. Ainda estou pegando a mão da pista aqui em Termas ainda. Muita satisfação com esse resultado, vencemos na classe junto com o Átila."

Leonardo Sanchez

"Foi uma vitória muito legal, tivemos um pouco de dificuldade com o carro ao longo dos treinos. Fizemos uma estratégia onde eu larguei e consegui ganhar boas posições. O safety car não ajudou, mas conseguimos uma corrida limpa e isso foi importante. O Léo conseguiu ótimos stints, não se envolveu em confusões e trouxe o carro para casa. A vitória traz um ânimo importante para a briga pelo campeonato, comemoramos a primeira vitória e embolou um pouco mais a tabela. Animados para a sequência da temporada em Interlagos."

Átila Abreu

"Foi uma corrida difícil, não nos acertamos com o carro ao longo do fim de semana e sofremos muito no quali. Apostamos na constância que era importante e isso nos deu a vitória aqui em Termas."

Sadak Leite

"Foi uma prova de muita paciência, tem muitas confusões e é fácil se encontrar em uma delas. É uma prova longa, onde é importante manter o ritmo e trazer o carro para casa evitando as batidas."

Eric Santos

"Já temos muita experiência andando juntos. Deixamos um set de pneu zero e estávamos bem posicionados para a última parte. A estratégia foi boa, não cometemos erros e conseguimos escalar saindo lá de trás. Foi um começo desafiador partindo de 11º da classe e vencendo na bandeirada sendo um dos maiores escaladores. A experiência e a constância da dupla provaram que tínhamos potencial. O Allam fez um stint muito forte no final, tirando quase 1s por volta dos líderes."

Marcelo Hahn

"Ontem foi um dia sofrido, mas os 17 anos andando juntos foram importantes. Conseguimos tirar a cabeça dessa situação, jantamos bem e relaxamos e quando eu vi ele tranquilo, sabia que daria certo. Hoje deu tudo certo, Marcelo achou um ótimo ritmo, ainda melhor que o dos treinos, soube se livrar das confusões e quando eu assumi o último stint em terceiro, soube que a vitória seria nossa."

Allam Khodair

"Hoje o desempenho estava ótimo, mas um probleminha de freio nos custou a vitória, tivemos que ser conservadores no final da prova."

Alceu Feldmann

"Vitória importante aqui, agora estamos na liderança do campeonato e isso é importante para o futuro. Foi uma corrida difícil, contamos com alguns problemas dos adversários, mas no fim deu tudo certo."

Fábio Carbone

"Muito feliz vencendo minha primeira aqui na Porsche, uma categoria que admiro muito. Foi um convite de última hora, agradeço ao Eric pelo convite, foram três pódios e um deles a vitória. Sábiamos que a corrida seria complicada, tive que apertar o ritmo para buscar a vitória."

Gabriel Robe

"Começamos muito bem e entreguei o carro em primeiro lugar na primeira parada. A realidade é que fizemos tudo certo. No último safety car, dois rivais cometeram erros e recuperamos duas posições que não nos permitiram ir ao pódio. Ficamos felizes, fizemos uma bela dupla com Franco".

Ianina Zanazzi

"Estou muito feliz, eu sabia que tínhamos potencial para lutar pela liderança. Quero agradecer a Ianina, que teve um ritmo muito bom".

Franco Farina

 

Massa detalha judicialização da F1 2008 ao Motorsport.com

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Motorsport.com debate Ferrari pós-Monza, futuro de Sainz e possibilidade de Palou na F1

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Porsche Cup: Confira a classificação do campeonato Endurance após a etapa de Termas de Río Hondo
Próximo artigo Piquet e Ziemkiewicz sobem ao pódio na etapa de Termas de Río Hondo da Porsche Cup Endurance

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil