“Muito feliz” com pole, Fraga diz que foco é campeonato

Felipe Fraga revela alívio com pole position e diz que não arriscará tudo na decisão da temporada 2016 da Stock Car; tocantinense precisa de, no mínimo, um 12º para conquistar o título

“Muito feliz” com pole, Fraga diz que foco é campeonato
Felipe Fraga
Felipe Fraga
Felipe Fraga e William Lube
Felipe Fraga
Felipe Fraga
Felipe Fraga no pódio em Curitiba
Felipe Fraga
Felipe Fraga
Felipe Fraga comemora vitória em Interlagos
Felipe Fraga

Felipe Fraga começou com o pé direito a decisão da Stock Car em Interlagos. Neste sábado (10), o tocantinense bateu Rubens Barrichello, adversário na batalha pelo título, por apenas 0s011. Após a classificação, Fraga se mostrou aliviado por ter alcançado o objetivo traçado antes da definição do grid.

“Acho que a parte mais tensa seria mesmo a classificação. Estou muito mais tranquilo agora, largando na frente do Rubens. Mas é como eu disse antes, mesmo se eu ficasse no top-5 e ele na pole eu não me preocuparia, pois preciso de um 12º”, disse o líder do campeonato, que revelou ter deixado para arriscar tudo na última das três voltas rápidas.

“Eu estava muito concentrado, mas não queria arriscar. Só na última volta que eu fui para o tudo ou nada, não sabia nem se estava em primeiro, segundo ou terceiro. Na última curva, a gente precisa arriscar para conseguir tempo, mas a zebra é alta e danifica o carro”, afirmou.

“Como sabia que já estava entre os cinco primeiros, então forcei bastante na chicane – bati toda a parte de baixo do carro – e veio o tempo. Eu não esperava 1min38s alto, esperava 1min39s baixo, mas aconteceu e foi muito bom, estou muito feliz”, acrescentou.

Questionado sobre a probabilidade de ter conseguido colocar pressão em Barrichello, Fraga respondeu: “Talvez sim. Para ter alguma chance, ele precisava rezar para eu não me sair bem na classificação. No fim, consegui tirar a pole dele na última volta. Mas é difícil mexer com a cabeça dele, que já passou por momentos muito mais tensos do que este. O importante é que estou tranquilo, eu precisava desta pole”, comentou.

Perguntado pelo Motorsport.com sobre uma possível largada mais agressiva de Barrichello, o líder do campeonato ressaltou que tem a preferência na primeira curva e destacou a expectativa por mais uma disputa acirrada e bonita com o rival pelo título.

“Acho que não há muito o que fazer, ele larga por fora e eu que tenho a preferência. Se ele quiser ser agressivo demais, acabará fora da pista. Eu sou o primeiro, ele deve respeitar a minha largada. Mas é isso, faremos uma corrida bonita, como sempre fazemos.

“Tentarei vencer, mas se ele estiver mais rápido deixarei ele passar e vou atrás até o fim, pelo campeonato. Meu foco é ganhar o campeonato”, completou.

Reportagem adicional por Gabriel Lima

compartilhar
comentários
Em 2º, Barrichello descarta estratégias contra Fraga
Artigo anterior

Em 2º, Barrichello descarta estratégias contra Fraga

Próximo artigo

Sem disputar título pela 3ª vez, Cacá define ano: "horrível"

Sem disputar título pela 3ª vez, Cacá define ano: "horrível"
Carregar comentários