Stock: Após 20º pódio, 'paranaense' Prati-Donaduzzi quer se manter na ponta em Londrina

compartilhar
comentários
Stock: Após 20º pódio, 'paranaense' Prati-Donaduzzi quer se manter na ponta em Londrina
Por:
, Repórter
7 de jun de 2019 22:35

Patrocinada por farmacêutica de Toledo, do oeste paranaense, equipe tem Julio Campos, curitibano, e Valdeno Brito, morador de Londrina há 13 anos, como pilotos

Com o segundo lugar de Julio Campos na corrida 2 da etapa de Goiânia, a Prati-Donaduzzi subiu ao pódio pela 20ª vez na Stock Car (relembre todos os top-3 no fim desta matéria). Na rodada deste fim de semana, em Londrina, a equipe quer se manter nas primeiras posições. E um de seus trunfos é a íntima relação com o Paraná: o time chefiado por Rodolpho Mattheis é patrocinado pela farmacêutica de Toledo, município do oeste paranaense, e seus dois pilotos vivem no estado.

Leia também:

Com um segundo lugar na última corrida disputada em Londrina, Campos nasceu em Curitiba, vive na capital e foi o terceiro mais rápido nas atividades desta sexta-feira. Já Valdeno Brito, natural de Campina Grande (PB), mora há 13 anos na cidade que recebe a Stock Car no Paraná. Segundo mais rápido desta sexta, o paraibano se considera “londrinense de coração” e tem bons resultados no Autódromo Internacional Ayrton Senna (conseguiu dois segundos lugares, em 2007 e 2016).

 

Para a etapa de 2019, a Prati-Donaduzzi quer seus dois pilotos na frente. “O retrospecto é positivo. Brigamos pela pole ano passado e ficamos em segundo com o Júlio. O Valdeno também tem um histórico bom, além de ser da casa, o que é motivação a mais. Sabemos que somos competitivos e vamos trabalhar para chegar ao Q3 (parte final do treino classificatório, que reúne apenas os seis mais rápidos). Queremos continuar evoluindo”, disse o chefe de equipe, Rodolpho Mattheis.

Brito também está otimista para a rodada dupla e comentou a sensação de correr onde vive: "Certamente é a minha casa. Moro há 13 anos em Londrina e amo a cidade. Vou acordar, tomar café da manhã como sempre tomo, vou para o autódromo e depois dormir na minha casa. É uma cidade em que tenho muitos amigos e familiares e com certeza estou correndo em casa neste fim de semana. Estou animado para buscar o primeiro pódio do ano, esse é o meu objetivo”.

Apesar de ser 'local', o paraibano não acha que leva a melhor sobre os outros pilotos em relação à pista. "Claro que eu a conheço bem, mas não mais do que todos que já têm bastante experiência na Stock Car. É uma categoria que não permite treinos entre as etapas, então eu ando o mesmo que todos os outros pilotos que não moram aqui", ponderou o piloto, que assinou pela Prati-Donaduzzi em 2019.

"É a minha pista ‘de casa’, mas em relação ao conhecimento do traçado, eu não tenho nenhuma vantagem. A minha vantagem é justamente o fato de estar na presença de torcida, amigos e familiares. Mas eu gosto muito da pista. É bem desafiadora, com partes de alta e de baixa, um circuito que a maioria dos pilotos gosta. Mas em termos de conhecimento eu diria que é de igual para igual comparando com a maioria dos pilotos".

Campos também elogiou o autódromo da cidade: “Eu acho Londrina um dos circuitos mais seletivos e ano passado garantimos bons pontos com o pódio. Por também ser uma cidade paranaense, eu me sinto em casa aqui. E é uma das pistas que realmente mais me agrada, tem curvas incríveis. Agora só tem que dar uma arrumadinha no asfalto abrasivo. Mas, em termos de traçado, é uma das melhores que a gente tem. É especial, prazerosa e uma das mais difíceis do ano".

Relembre todos os 20 pódios da Prati-Donaduzzi na Stock Car:

2013
Cascavel, Julio Campos, 2º lugar

2014
Santa Cruz do Sul, Antonio Pizzonia, 1º lugar
Brasília, Julio Campos, 2º lugar
Goiânia, Julio Campos, 3º lugar
Cascavel, Julio Campos, 2º lugar
Santa Cruz do Sul, Julio Campos, 2º lugar
Tarumã, Julio Campos, 1º lugar
Tarumã, Antonio Pizzonia, 1º lugar

2015
Ribeirão Preto, Julio Campos, 3º lugar
Velopark, Julio Campos, 3º lugar
Velopark, Julio Campos, 3º lugar
Curitiba, Julio Campos, 1º lugar
Curitiba, Julio Campos, 2º lugar

2017
Santa Cruz do Sul, Antonio Pizzonia, 2º lugar

2018
Velopark, Julio Campos, 3º lugar
Velopark, Julio Campos, 3º lugar
Cascavel, Julio Campos, 2º lugar
Londrina, Julio Campos, 2º lugar
Interlagos, Julio Campos, 2º lugar

2019
Goiânia, Julio Campos, 2º lugar

Próximo artigo
Stock Car: Camilo diz que punição em Goiânia foi "injusta" e critica demora na divulgação

Artigo anterior

Stock Car: Camilo diz que punição em Goiânia foi "injusta" e critica demora na divulgação

Próximo artigo

Camilo se diz "confiante e preparado" para etapa de Londrina da Stock Car

Camilo se diz "confiante e preparado" para etapa de Londrina da Stock Car
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Stock Car Brasil
Evento Londrina
Autor Carlos Costa