TCR South America: Digo Baptista é confirmado em carro da Audi

Vice-campeão de Le Mans em 2019 estará a bordo de um dos Audi RS3 TCR da equipe Cobra Racing, dirigida por Nonô Figueiredo

TCR South America: Digo Baptista é confirmado em carro da Audi

Vice-campeão das 24 Horas de Le Mans em 2019 e campeão da Porsche Cup Brasil em 2017, o paulista Digo Baptista, de 24 anos, será um dos destaques da temporada de estreia do TCR South America, novo campeonato de carros de turismo que chega ao continente buscando repetir o grande sucesso alcançado globalmente, visando controle de custos e competitividade.

Leia também:

Digo foi anunciado nesta quarta-feira (dia 19) como um dos pilotos da equipe Cobra Racing, comandada por Nonô Figueiredo, e terá seu tio, Adalberto Baptista, como companheiro no time. O jovem piloto vai acelerar o modelo Audi RS3 TCR.

“O TCR South America é um campeonato novo, mas que tem tudo para crescer”, disse Digo. “A categoria já faz muito sucesso em vários países do mundo e acredito que terá um futuro muito promissor por aqui também”, comentou Digo, que já chegou a “bater roda” com o seu novo chefe de equipe nas pistas.

“Nós já fomos adversários no Brasileiro de Marcas e, apesar de estarmos tendo mais contato agora fora das pistas, acredito que temos tudo para fazer uma grande temporada juntos. Ele é super sério, competente e vamos trabalhar muito para poder brigar pelo título”, continuou.

Na América do Sul, a competição inaugural terá oito etapas, sendo três na Argentina, três no Brasil, uma no Uruguai e outra no Chile. A temporada terá início em Interlagos nos dias 26 e 27 de junho, com transmissão das provas ao vivo pela ESPN e Fox Sports Brasil.

“Como corri de Fórmula 3, Marcas e Porsche no Brasil, já conheço as pistas daqui. Também corri pela Porsche em Buenos Aires. Já as outras pistas serão novidades”, lembrou Digo, que já fez um primeiro teste com o carro no mês passado na pista da Pirelli, em Sumaré, quando acelerou o Audi RS3 de seu tio. No início de junho, uma nova sessão está programada, já com o carro definitivo do piloto para a temporada.

Apesar da pouca idade, Digo já pilotou pelas marcas mais icônicas do automobilismo mundial. Em Le Mans, correndo pela primeira vez na lendária prova de 24 Horas, foi ao pódio, em segundo lugar, com uma Ferrari 488 GTE em 2019. Pela Audi, conquistou seu primeiro pódio na Europa em 2016, quando foi terceiro nos 1000 Km de Paul Ricard no Blancpain GT Series.

No Brasil, o piloto foi campeão da Porsche Cup em 2017, com oito vitórias, 11 pódios e seis poles. Também guiou carros da Bentley na GT World Challenge e, no ano passado, foi o terceiro colocado na GT World Challenge America, com uma Ferrari 488 GT3, conquistando cinco vitórias.

Mesmo assim, Digo destaca um fato novo e desafiador no TCR: a tração dianteira. Os carros permitidos para a disputa são modelos com motores de linha turbo, com capacidade de até 2.0 litros.

“Já andei com vários carros, um diferente do outro. Tenho bastante experiência com isso e é sempre muito gratificante poder representar marcas tão importantes no cenário automotivo mundial. Mas esse ano vai ser um desafio completamente diferente. Um carro com tração dianteira, algo que eu só guiei em 2015”, ressaltou.

Novo direcionamento de carreira

A chegada de Digo ao TCR South America está alinhada a um novo direcionamento na carreira do piloto, que passa a ser gerenciada pela FS Management, liderada pelo piloto Augusto Farfus e o empresário Maurício Slaviero, e que também contará com o apoio estratégico e logístico da AMK Velocidade no Brasil.

“Meu objetivo sempre foi me tornar um piloto profissional e, com a pandemia, acabei saindo dos Estados Unidos e voltei a morar no Brasil, após quatro anos. Conversando com o Augusto e o Maurício, que são duas pessoas muito sérias e referências em suas áreas, fechamos essa parceria, visando um novo direcionamento na minha carreira internacional. Agora é trabalhar, focar e em breve teremos outros fatos novos para divulgar também”, finalizou.

F1: Norris e McLaren; Russell, Bottas e o MERCADO de 22; Lewis X Max e + | DIRETO DO PADDOCK

PODCAST: O GP de Mônaco ainda é o ponto alto da F1?

 

compartilhar
comentários
Squadra Martino tem bem-sucedido primeiro dia de testes em Cordoba
Artigo anterior

Squadra Martino tem bem-sucedido primeiro dia de testes em Cordoba

Próximo artigo

TCR South America: Raphael Reis registra tempo próximo de pole da Stock Car

TCR South America: Raphael Reis registra tempo próximo de pole da Stock Car
Carregar comentários