Barrio e Reis ganham em domingo de títulos da PMO Motorsport e de Casagrande na Copa Trophy do TCR SA

Categoria sul-americana terá grande decisão do título de pilotos na etapa final, em San Juán

Fabio Casagrande

A pista mais tradicional da Argentina foi o palco dos primeiros títulos do TCR South America em 2022. Em duas corridas em que os poles fizeram valer a vantagem de largar na frente, Jorge Barrio liderou todas as voltas da corrida 1 para ganhar pela primeira vez com o novo Toyota Corolla e, mais tarde, Raphael Reis repetiu o feito com o CUPRA #77 para triunfar novamente no Oscar y Juan Gálvez.

A pontuação combinada após a penúltima etapa do campeonato selou o campeonato de equipes para a PMO Motorsport e o título da Copa Trophy para o brasileiro Fabio Casagrande.

Leia também:

No certame de pilotos quem chega à decisão no topo da tabela de pontos é o argentino Fabricio Pezzini. Com o descarte previsto por regulamento, ele acumula 441 pontos, com vantagem de 43 sobre seu compatriota Juan Angel Rosso e 87 sobre Reis. Só os três conservam chances de título, uma vez que há 91 pontos em disputa na etapa de encerramento do ano, em San Juan Villicum nos dias 8 e 9 de outubro.

Na primeira bateria do dia, Barrio largou bem e sustentou a ponta diante de Rosso. Manuel Sapag passou Santiago Urrutia, mas atravessou a freada na reta oposta e levou o troco. Pezzini fechou a volta 1 em quinto.

Na volta 5, Reis atacou Aizza pelo oitavo lugar. Não concretizou a ultrapassagem e deixou a porta aberta para ataque de Ignacio Montenegro, que havia largado de último. O Audi emparelhou com o CUPRA e houve contato. Reis saiu da pista rodando e retornou enquanto o argentino seguiu sem problemas. No giro seguinte, Aizza atravessou uma freada e o Audi #29 avançou outra posição.

Na volta 9, Montenegro emparelhou com Franco Farina na saída da Horquilla e passou o Peugeot #87 para ser sétimo. Na seguinte, superou Casella na reta oposta.

Pezzini alcançou Sapag na volta 13 e não teve dificuldade para passar seu companheiro de equipe Lynk & Co. Montenegro tratou de seguir a linha do líder do campeonato e ingressou no top5 após meia volta emparelhado com o Lynk #33.

Na volta 14 o Audi abriu ataque ao líder do campeonato. Ele chegou a sinalizar o mergulho por dentro na Horquilla, mas acabou perdendo rendimento três curvas depois e foi forçado a retirar seu carro com motor apagado.

Barrio venceu com tranquilidade e Rosso terminou em segundo sem ser incomodado. Então vieram os três Lynks, com Urrutia, Pezzini e Sapag. Na volta final, Casagrande passou Casella para terminar em sexto e vencer novamente na Trophy.

Na corrida 2, Reis, Gabriel Lusquiños e Pedro Aizza sustentaram as três primeiras posições na largada. Farina e Pezzini completaram o top5. Na segunda volta Sapag encostou após seu Lynk & Co passar fumando muito. Enquanto isso, Urrutia e Barrio escalavam o pelotão, para abrir a quarta volta já na sexta e sétima posições respectivamente.

Na sexta volta Urrutia levou seu carro para os pits, depois de contato com o Honda de Rosso na Horquilla. Mais à frente, Pezzini passou Aizza para ser terceiro. Barrio seguia sua escalada, esfregando no novo Corolla com os concorrentes para ganhar posições. Vinha em sexto na volta 7 e abriu a 9 dentro do top5 após superar Aizza, que vinha perdendo rendimento. Na metade da prova porém, ele foi ultrapassado por um veloz Montenegro com o Audi #29 novamente fazendo formidável corrida de recuperação.

Nas voltas finais, Reis administrou bem mais de 10s de vantagem sobre Lusquiños. Este tinha cerca de 5s sobre Pezzini. Então a disputa foi intensa pela última vaga no pódio, entre o líder do campeonato, Farina, Montenegro e Barrio, que receberam a bandeirada nesta ordem.

Casagrande ainda foi favorecido por acidente de Enrique Maglione na volta final, para vencer novamente pela Copa Trophy, coroando seu título com mais um troféu de primeiro lugar.

O que eles disseram:

“Primeiramente, o mais importante é acumular quilómetros com o carro e ganhar experiência nele. Consegui chegar à vitória, além de liderar todas as voltas. Também fiz uma boa largada. Mostrou todo o potencial do carro não só em volta rápida, mas em ritmo de corrida também.”Jorge Barrio“Chegamos na última etapa com chances, esse resultado não reflete o desempenho que estamos tendo. O fim de semana como equipe foi complicado, mas agradeço ao trabalho de todos pelo ótimo equipamento que me entregaram aqui na corrida.”Raphael Reis“Foi um domingo muito bom, evolui muito ao longo do ano e senti muita evolução hoje também, principalmente na primeira corrida. Na segunda corrida dei uma escapada para fugir de um toque e consegui vir recuperando com um bom ritmo. Mais feliz ainda com o campeonato que confirmamos. Uma pena a batida do Enrique, mas ele está bem. Hora de comemorar esse título.”Fabio Casagrande“Viemos trabalhando com um DNA muito positivo desde a montagem da equipe no ano passado. O time funciona que é uma maravilha. Hoje foi um prêmio ao esforço, trabalho e dedicação de muita gente que ninguém vê e dá muito empenho. Agora depois de comemorar esse título conquistado com muita dedicação é seguir apoiando muito ao Fabri Pezzini para sair campeão novamente, agora com o título de pilotos”Quique Mansilla“O campeonato está interessante, a equipe tem feito um bom trabalho e nós estamos em uma boa forma para a decisão da temporada, estamos no caminho correto para vencer o campeonato.”Fabricio Pezzini“Muito feliz, sofremos bastante ao longo da temporada, perdi muitos pontos nas primeiras etapas e agora me sinto muito mais confiante na equipe nova. Agradeço o carro brilhante que me entregaram e pude terminar no pódio hoje. O segundo lugar era o que tínhamos para hoje, o CUPRA estava muito rápido. Tive que tirar o pé no final para terminar a corrida, afinal o equipamento já estava desgastado.”Gabriel Lusquiños

 

Podcast #195 - Fantasma de Abu Dhabi assombra Monza: o que mudar na F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Reis vence segunda bateria em Buenos Aires e leva decisão do TCR South America para Villicum
Próximo artigo Com mais corridas e estreia de campeonato brasileiro, TCR anuncia formato de 2023

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil