Após fiasco, Nissan não correrá com GT-R em Nürburgring

Com problemas técnicos, marca japonesa deverá voltar a testar seu carro revolucionário com motor dianteiro em sessões privadas

Após fiasco, Nissan não correrá com GT-R em Nürburgring
Presidente da NISMO Shoichi Miyatani e Chefe Global de Marca, Marketing e Vendas, Darren Cox
Nissan Motorsports Nissan GT-R Nismo
#22 Nissan Motorsports Nissan GT-R LM NISMO: Harry Tincknell, Alex Buncombe, Michael Krumm
Darren Cox chefe da Nissan Motorsports
#21 Nissan Motorsports Nissan GT-R LM NISMO: Tsugio Matsuda, Lucas Ordonez, Mark Shulzhitskiy
#23 Nissan Motorsports Nissan GT-R LM NISMO: Olivier Pla, Jann Mardenborough, Max Chilton
Faíscas voam atrás do #21 Nissan Motorsports Nissan GT-R LM NISMO: Tsugio Matsuda, Lucas Ordonez, Mark Shulzhitskiy
#22 Nissan Motorsports Nissan GT-R LM NISMO: Harry Tincknell, Alex Buncombe, Michael Krumm
Carregar reprodutor de áudio

A Nissan confirmou que não irá participar da próxima etapa do Mundial de Endurance no dia 30 de agosto, em Nürburgring na Alemanha. O anúncio vem depois da estreia em Le Mans do modelo GT-R, que também não participou das duas primeiras corridas do WEC em 2015.

O carro da fábrica tem problemas com o sistema de recuperação de energia. A montadora admitiu que todos os três carros GT-R LM NISMO com motor dianteiro tiveram que correr apenas com o motor a combustão durante as 24 Horas de Le Mans.

O time também teve problemas com velocidade nas curvas, muito embora o poderoso motor turbo Nissan V6 de 3 litros a gasolina tenha os carros da escuderia entre os mais rápidos na reta Mulsanne.

"Não teremos pressa de voltar"

Darren Cox, chefe global de marketing e vendas da NISMO, não especificou se o Nissan GT-R voltará na corrida seguinte, em Austin, no mês de setembro, e nem se a equipe estará no Fuji Speedway em outubro.

Em declarações ao Motorsport.com, Cox disse: "vamos ser abertos em como serão os nossos testes. Certamente não vamos nos apressar. Assim que nós estivermos em uma melhor posição nós voltaremos, mas nenhuma decisão foi tomada ainda sobre este retorno."

Shoichi Miyatani, Presidente da NISMO, reiterou o compromisso da empresa com o programa LMP1, dizendo: "Nós somos competidores e queremos correr, mas também queremos ser competitivos.”

"É por isso que optamos por continuar nosso programa de testes para preparar o GT-R LM NISMO para a forte concorrência que enfrentaremos no WEC. Quando você inova, não desiste no primeiro obstáculo. Estamos empenhados em superar este desafio."

O Motorsport.com pode afirmar que a Nissan irá continuar com o seu conceito GT-R a médio prazo e desconsidera uma revisão total do projeto para 2016.”

Ben Bowlby continua a ser o diretor técnico de LMP1 da marca, e recentemente liderou uma significativa campanha de recrutamento  para melhorar sua equipe de engenharia nos EUA.

compartilhar
comentários
Aston Martin renova com Turner por mais três temporadas
Artigo anterior

Aston Martin renova com Turner por mais três temporadas

Próximo artigo

Análise: porque a Nissan chegou ao WEC para ficar

Análise: porque a Nissan chegou ao WEC para ficar