Lapierre renova com Signatech-Alpine e segue no WEC

Ex-piloto da Toyota na LMP1, Nicolas Lapierre é confirmado na Signatech-Alpine e defende título da LMP2 em 2017

Lapierre renova com Signatech-Alpine e segue no WEC
Nicolas Lapierre, Signatech
#36 Signatech Alpine A460: Gustavo Menezes, Nicolas Lapierre, Stéphane Richelmi
#36 Signatech Alpine A460: Gustavo Menezes, Nicolas Lapierre, Stéphane Richelmi
LMP2 Podium: third place #36 Signatech Alpine A460: Gustavo Menezes, Nicolas Lapierre, Stéphane Richelmi
#36 Signatech Alpine A460: Gustavo Menezes, Nicolas Lapierre, Stéphane Richelmi
#36 Signatech Alpine A460: Gustavo Menezes, Nicolas Lapierre, Stéphane Richelmi
#36 Signatech Alpine A460: Gustavo Menezes, Nicolas Lapierre, Stéphane Richelmi
#36 Signatech Alpine A460: Gustavo Menezes, Nicolas Lapierre, Stéphane Richelmi

Nicolas Lapierre segue na Signatech-Alpine para a temporada 2017 do Mundial de Endurance. O francês, campeão da LMP2 em 2016 ao lado de Stephane Richelmi e Gustavo Menezes no #36, foi confirmado pelo time para a próxima campanha, quando tentará defender o título conquistado nesta temporada.

"Estou muito feliz por dar continuidade na minha carreira com a Signatech-Alpine. Antes da temporada 2016, eu já tinha vivido bons momentos com Philippe Sinault e o time dele. 12 meses depois, acrescentamos mais um episódio à nossa história conjunta”, disse Lapíerre que venceu a Fórmula 3 Europeia com o time de Sinault em 2004.

"Trabalharemos incessantemente para entender os desafios dos LMP2 de 2017. Tenho orgulho de seguir representando a Alpine. 2017 tem tudo para ser um ano intenso e mal posso esperar para me envolver com os eventos dos próximos meses”, afirmou.

Sinault, chefe do time, comentou que gostaria de manter o trio campeão inalterado, mas a mudança de status de Gustavo Menezes, que deixou de ser piloto 'prata' para se tornar 'ouro', impossibilitou a manutenção do lineup – na LMP2, os trios precisam ter pelo menos um piloto 'prata' ou 'bronze'.

"Adoraríamos ter mantido Stephane Richelmi e Gustavo Menezes, mas as regras e a mudança de status de Gustavo – que se tornou piloto 'ouro' – nos impede de manter os mesmos pilotos no mesmo carro”, encerrou o dirigente.

compartilhar
comentários
Piquet é confirmado ao lado de Senna e Prost no WEC

Artigo anterior

Piquet é confirmado ao lado de Senna e Prost no WEC

Próximo artigo

Lotterer sugere sistemas híbridos para times privados no WEC

Lotterer sugere sistemas híbridos para times privados no WEC
Carregar comentários