Fórmula 1
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
14 nov
-
17 nov
Evento encerrado
28 nov
-
01 dez
Evento encerrado

Veja como foi o primeiro treino livre para o GP do México de F1

compartilhar
comentários
Texto ao vivo
Comentários

Veja as curiosidades do GP do México de F1:

Galeria
Lista

O GP do México esteve no calendário da F1 em três períodos. O primeiro, de 1963 a 1970, o segundo de 1986 a 1992, e o atual, com o novo Autódromo Hermanos Rodríguez.

O GP do México esteve no calendário da F1 em três períodos. O primeiro, de 1963 a 1970, o segundo de 1986 a 1992, e o atual, com o novo Autódromo Hermanos Rodríguez.
1/12

Foto de: XPB Images

Com extensão de 4.304 metros, o circuito mexicano tem o mesmo número de voltas do GP do Brasil (71), por ter apenas cinco metros a mais que Interlagos.

Com extensão de 4.304 metros, o circuito mexicano tem o mesmo número de voltas do GP do Brasil (71), por ter apenas cinco metros a mais que Interlagos.
2/12

Na primeira era do GP do México, o circuito levava o nome de Magdalena Mixhuca, que era o nome do parque onde o autódromo está localizado. Com as mortes dos irmão Ricardo e Pedro Rodríguez, o local foi rebatizado nos anos 1980.

Na primeira era do GP do México, o circuito levava o nome de Magdalena Mixhuca, que era o nome do parque onde o autódromo está localizado. Com as mortes dos irmão Ricardo e Pedro Rodríguez, o local foi rebatizado nos anos 1980.
3/12

Foto de: LAT Images

De 1993 a 2014, os fãs mexicanos ficaram sem a F1 em suas terras. Em 2015, um moderno Hermanos Rodríguez foi exibido ao público, mas sem um dos seus maiores ícones, a curva Peraltada, que era semelhante à Parabólica de Monza.

De 1993 a 2014, os fãs mexicanos ficaram sem a F1 em suas terras. Em 2015, um moderno Hermanos Rodríguez foi exibido ao público, mas sem um dos seus maiores ícones, a curva Peraltada, que era semelhante à Parabólica de Monza.
4/12

Foto de: XPB Images

O local do GP do México é também o de maior altitude dentro do calendário atual da F1, com 2.200 metros acima do nível do mar. O GP que tinha esta marca era o do Brasil, em Interlagos, com ‘apenas’ 800 metros.

O local do GP do México é também o de maior altitude dentro do calendário atual da F1, com 2.200 metros acima do nível do mar. O GP que tinha esta marca era o do Brasil, em Interlagos, com ‘apenas’ 800 metros.
5/12

Foto de: Autódromo Hnos. Rodríguez

O primeiro vencedor foi Jim Clark, em 1963, quando a prova valeu pontos na F1. O britânico já havia conseguido um triunfo no ano anterior, quando a categoria organizou uma corrida não-oficial.

O primeiro vencedor foi Jim Clark, em 1963, quando a prova valeu pontos na F1. O britânico já havia conseguido um triunfo no ano anterior, quando a categoria organizou uma corrida não-oficial.
6/12

Foto de: LAT Images

Se contarmos a vitória de 1962, Clark é o recordista de vitórias no México, com três êxitos, já que ele ganhou também em 1967. Alain Prost (1988 e 1990), Nigel Mansell (1987 e 1992) e Max Verstappen (2017 e 2018), possuem duas cada.

Se contarmos a vitória de 1962, Clark é o recordista de vitórias no México, com três êxitos, já que ele ganhou também em 1967. Alain Prost (1988 e 1990), Nigel Mansell (1987 e 1992) e Max Verstappen (2017 e 2018), possuem duas cada.
7/12

Foto de: LAT Images

A Lotus é a equipe que mais venceu no México, contando com o triunfo de Clark em 1962, com quatro idas ao lugar mais alto do pódio.

A Lotus é a equipe que mais venceu no México, contando com o triunfo de Clark em 1962, com quatro idas ao lugar mais alto do pódio.
8/12

Foto de: LAT Images

Entre os brasileiros, Ayrton Senna foi o único a conseguir uma vitória no México, em 1989.

Entre os brasileiros, Ayrton Senna foi o único a conseguir uma vitória no México, em 1989.
9/12

Foto de: Sutton Motorsport Images

Mas foi lá que ele protagonizou um dos acidentes mais fortes da carreira, em 1991, durante os treinos livres.

Mas foi lá que ele protagonizou um dos acidentes mais fortes da carreira, em 1991, durante os treinos livres.
10/12

Foto de: LAT Images

A McLaren escapou na curva Peraltada e capotou após colidir na barreira de pneus.

A McLaren escapou na curva Peraltada e capotou após colidir na barreira de pneus.
11/12

Foto de: LAT Images

Em 1992, Michael Schumacher conseguiu seu primeiro pódio na F1 no México, terminando na terceira posição em prova vencida por Nigel Mansell, com a segunda colocação de Riccardo Patrese, ambos da Williams.

Em 1992, Michael Schumacher conseguiu seu primeiro pódio na F1 no México, terminando na terceira posição em prova vencida por Nigel Mansell, com a segunda colocação de Riccardo Patrese, ambos da Williams.
12/12

Foto de: Sutton Motorsport Images

Quer ver Fórmula 2, Fórmula 3, Indy e Superbike de graça? Inscreva-se no DAZN e tenha acesso grátis por 30 dias a uma série de eventos esportivos. Cadastre-se agora clicando aqui.

Leia também:

Carregar comentários
Próximo artigo
Prost prevê problemas para a Ferrari em 2020 por Vettel e Leclerc

Artigo anterior

Prost prevê problemas para a Ferrari em 2020 por Vettel e Leclerc

Próximo artigo

Fórmula 1: veja as atualizações das equipes para o GP do México

Fórmula 1: veja as atualizações das equipes para o GP do México