Análise técnica de Giorgio Piola
Assunto

Análise técnica de Giorgio Piola

ANÁLISE: Entenda as atualizações da McLaren que a fizeram disputar vitórias

Equipe venceu o GP da Itália e passou perto do triunfo na Rússia após modificações essenciais em seus carros

ANÁLISE: Entenda as atualizações da McLaren que a fizeram disputar vitórias

A McLaren fez alguns progressos impressionantes na Fórmula 1 nesta temporada ao encerrar sua longa seca de vitórias e pole positions. E embora aceite que ainda não pode igualar a Mercedes e a Red Bull em todas as pistas, seu ritmo tem sido bom o suficiente para se consolidar como a terceiro melhor equipe da categoria enquanto luta contra os avanços da Ferrari.

O impulso da escuderia foi ajudado em parte pelo retorno da montadora alemã como fornecedora de motores, algo que não deve ser pouco considerado, dada a homologação do sistema de tokens, que foi introduzido em 2021.

Leia também:

Com outras equipes capazes de fazer mudanças em seus carros nesta temporada para melhorar o desempenho em outros lugares, a McLaren foi forçada a gastar seus tokens na integração da unidade de força da Mercedes em um carro originalmente projetado para atender o componente da Renault.

No entanto, apesar de exigir um estilo de direção único, o MCL35M parece ser um veículo relativamente benigno, muito parecido com seu antecessor. Isso aparentemente torna mais fácil configurar e extrair desempenho em uma ampla gama de condições do que alguns de seus rivais.

Com isso em mente, a escuderia teve o cuidado de não criar muito desequilíbrio ao introduzir atualizações.

Então, vamos dar uma olhada no que tem mantido a McLaren na busca pelo terceiro lugar no campeonato de construtores.

McLaren MCL35M diffuser detail

McLaren MCL35M diffuser detail

Photo by: Giorgio Piola

A McLaren apresentou uma nova solução para recuperar a força aerodinâmica perdida pelas novas regras da F1 este ano.

A mudança dos regulamentos para 2021 exigiu que as barras verticais fossem 50 mm mais curtas, mas a equipe percebeu que ao conectar os strakes mais centrais à transição central do difusor, ele poderia manter o formato inferior, embora com algumas restrições em sua forma geral.

Ninguém mais aceitou a ideia, mas o MCL35M continua apresentando o design, sugerindo que mesmo com a assimilação de várias outras soluções vistas em outros lugares, isso ainda funciona bem.

McLaren MCL35M floor comparison

McLaren MCL35M floor comparison

Photo by: Giorgio Piola

A McLaren foi a primeira equipe a testar publicamente uma variação nas novas regras de assoalho quando testou uma borda de piso cônico no GP da Bélgica em 2020.

Claramente feliz com sua otimização, começou a temporada com um design semelhante, enquanto o resto do grid saltou para a solução de corte em forma de Z.

Com a adoção tardia, a equipe se tornou a oitava a mudar para o formato quando instalou sua variante no GP da Espanha.

McLaren MCL35M floor deflectors detail

McLaren MCL35M floor deflectors detail

Photo by: Giorgio Piola

Isso foi seguido no GP da Áustria, quando a escuderia introduziu um conjunto de barbatanas entre o sidepod e a borda do assoalho, a fim de gerenciar melhor o caminho do fluxo de ar em direção ao corte e otimizá-lo em torno do pneu traseiro do carro.

Imprensado entre as atualizações do piso, a equipe também disponibilizou um novo design de asa traseira, com um painel de veneziana horizontal na base do endplate da asa traseira, onde normalmente as equipes teriam uma fileira de strakes verticais.

Embora a McLaren possa ter adaptado para uso na extremidade inferior do endplate, é um recurso que já tinha um lugar definido na seção saliente do componente acima, embora invertida.

McLaren MCL35M rear end plate detail
Haas F1 Team VF-19 rear wing detail

Curiosamente, é um conceito de design que foi introduzido pela Haas quando os regulamentos foram alterados pela primeira vez em 2019. Desde então, encontrou o seu caminho para vários carros à medida que procuram formas de melhorar o downforce e reduzir o arrasto.

A McLaren teve várias outras mudanças ao longo da temporada para manter uma posição firme no campeonato, com ramificações de chassi sendo adicionadas na França junto com um novo sidepop e proteção do motor que 'apertou' a traseira do MCL35M ainda mais.

Isso resultou em uma saída de resfriamento traseira menor para quando as demandas não são altas, permitindo alguns ganhos aerodinâmicos ao longo do caminho.

Quando as temperaturas estão maiores, também há a opção de a equipe usar painéis de resfriamento com venezianas ao lado do piloto (seta azul) para ajudar a manter os componentes frios antes de ter que mudar para uma tomada traseira maior.

McLaren MCL35M Bargeboards

McLaren MCL35M Bargeboards

Photo by: Giorgio Piola

A equipe também fez alterações em seu bargeboard para o GP da Hungria (inserção de especificações antigas), com o 'bumerangue' superior se tornando uma característica proeminente e a asa de frango inferior assumindo um papel secundário.

A fim de extrair o máximo do MCL35M, a equipe desenvolveu um novo arranjo de asa dianteira e traseira para o GP da Itália, ambos os quais foram bem aproveitados ao se defender dos carros da Red Bull e Mercedes durante a corrida.

A asa dianteira tinha tudo a ver com o efeito de equilíbrio de operar uma traseira de downforce muito mais baixo, com uma seção da aba superior aparada, já que a equipe provavelmente ficou sem ajuste em sua configuração padrão.

Normalmente as equipes mudam a incidência dos flaps da asa dianteira com o ajustador, mas frequentemente os veremos aparar o o componente superior para tirar mais asa.

McLaren MCL35M front wing detail
McLaren MCL35M rear wing, Italian GP

A equipe introduziu uma asa traseira que seria considerada normal em Monza, com um mainplane em formato convencional e flap superior que ocupa consideravelmente menos espaço dentro da região permitida.

Isso ajuda a velocidade máxima, mas também mantém a vantagem do DRS. Quando estava em uso, a aba superior da asa traseira também foi aparada ao longo do trailing edge (destaque amarelo).

F1 2021: Hamilton COMANDA treinos, mas é PUNIDO EM 10 POSIÇÕES no grid da Turquia; veja debate | SEXTA-LIVRE

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #136 – Ju Cerasoli faz raio-X da rivalidade Hamilton X Verstappen de quem acompanha direto do paddock

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Hamilton mira pole na classificação para "controlar danos" de punição na Turquia

Artigo anterior

F1: Hamilton mira pole na classificação para "controlar danos" de punição na Turquia

Próximo artigo

F1 - Chefe da AlphaTauri defende calendário longo: "Quem não gosta deve sair"

F1 - Chefe da AlphaTauri defende calendário longo: "Quem não gosta deve sair"
Carregar comentários