Últimas notícias

Binotto manda indireta a Vettel após GP do Bahrein: "Finalmente podemos contar com ambos os pilotos"

Fala de Binotto não é a primeira indireta que um membro da Ferrari manda ao tetracampeão após o fim do relaciomamento de seis anos

Sebastian Vettel, Ferrari, Mattia Binotto, Team Principal Ferrari

A Ferrari teve um início melhor de temporada na Fórmula 1 em comparação com 2020. Tanto Charles Leclerc quanto Carlos Sainz terminaram entre os dez primeiros e mostraram um pouco mais de competitividade em comparação com o ano passado. E após o GP do Bahrein, Mattia Binotto, chefe da equipe, não deixou de mandar uma indireta para seu ex-piloto, Sebastian Vettel, falando que agora a Ferrari "finalmente pode confiar em ambos os carros".

Em meio a uma temporada que já seria desastrosa em 2020 por conta do problemático SF1000 e o motor com menor potência, a deterioração do relacionamento da Ferrari com Vettel, demitido antes mesmo do início do campeonato, tornou-se um dos maiores assuntos do ano, com o tetracampeão sofrendo com o carro em comparação com Leclerc.

Leia também:

Apesar de defenderem ao longo de 2020 que a situação de Vettel não mudava o relacionamento interno, a Ferrari vem mandando indiretas ao tetracampeão durante esse começo de 2021, com Leclerc falando recentemente que a equipe encontrou um "ambiente melhor" desde a chegada de Sainz.

Falando com a Sky Itália após o fim do GP do Bahrein, Binotto comentou a situação atual da Ferrari e a disputa que a equipe terá no pelotão do meio, mas aproveitou para mandar mais uma indireta ao tetracampeão.

"Certamente conseguimos ir melhor hoje em comparação com o ano passado, mas ainda temos um longo caminho pela frente. Vamos prestar atenção em todos os detalhes e dados importantes que temos da batalha com a McLaren".

"Estou feliz com ambos os pilotos. Finalmente podemos contar com ambos. Carlos mostrou um bom ritmo, assim como Charles. É importante que os dois pilotos colaborem. Carlos está se acostumando à equipe e trabalhando bem com Charles".

"Saber que podemos contar com ambos os pilotos é importante, assim como o clima dentro da equipe. Atualmente, as outras equipes são nossas rivais. Assim que voltarmos à frente, nossos pilotos serão rivais também".

Binotto acredita que não será fácil para a equipe lutar por pódios, com a Mercedes e a Red Bull à frente de todos.

"Será difícil para nós lutarmos por pódios ao longo do ano, com a Mercedes e a Red Bull mais fortes que nós nesse momento. Mas podemos lutar pelo terceiro lugar no Mundial de Construtores, onde teremos uma batalha com a McLaren".

"É difícil dizer onde seremos mais rápidos, e acho que a batalha ainda terá Aston Martin, AlphaTauri e Alpine".

F1: GUERRA de Hamilton e Verstappen e destaques do Bahrein com Rico Penteado e Felipe Motta | PÓDIO

Parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

PODCAST: Temporada 2021 marca nova era na cobertura do esporte a motor na TV?

 

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Convidados, transmissão maior e 'cutucadas' à Globo: 5 fatores do sucesso da estreia da F1 na Band
Próximo artigo Diretor de prova se defende após polêmica disputa entre Hamilton e Verstappen: "As regras sempre foram claras"

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil