Fórmula 1
10 out
-
13 out
Evento encerrado
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
14 nov
-
17 nov
Evento encerrado
28 nov
-
01 dez
Evento encerrado

Bottas vence duelo com Hamilton no Azerbaijão e reassume liderança da F1

compartilhar
comentários
Bottas vence duelo com Hamilton no Azerbaijão e reassume liderança da F1
Por:
28 de abr de 2019 13:49

Finlandês dominou a prova, mas foi pressionado no final pelo companheiro de Mercedes. Diferença entre os dois no Mundial é de apenas um ponto. Vettel terminou em terceiro, com Verstappen e Leclerc fechando o top-5

A Fórmula 1 tem novo líder. Valtteri Bottas reassumiu a liderança do Mundial ao conseguir uma vitória contundente no Grande Prêmio do Azerbaijão. O finlandês foi pressionado nas voltas finais por Lewis Hamilton, mas conseguiu cruzar a linha de chegada em primeiro. O britânico foi osegundo e Sebastian Vettel completou o pódio.

Com os resultados, Bottas chega a 87 pontos. Hamilton tem 86.

LARGADA E PRIMEIRO STINT

A largada foi tranquila. Bottas manteve a ponta, Hamilton seguiu em segundo e Vettel em terceiro. Sergio Perez, da Racing Point, chegou a ultrapassar Verstappen, mas voltas mais tarde o holandês recuperou a quarta posição.

Entre os ponteiros, apenas Charles Leclerc partiu com os pneus médios, composto com o qual obteve a melhor marca no treino de classificação, ainda no Q2, quando bateu. O monegasco partiu para cima dos adversários e em poucas voltas já era quinto.

No giro seguinte, Leclerc ultrapassou Verstappen com faciilidade para ser o quarto. A diferença de Vettel para o companheiro era de 3 segundos.

Dos líderes, o alemão foi o primeiro a parar. Colocou os pneus médios. Leclerc era o mais rápido da pista com os médios tendo performance melhor do que os macios, já desgastados. Bottas e Hamilton, nesta ordem, foram os próximos. Após 16 voltas, os seis primeiros eram Leclerc, Bottas, Hamilton, Vettel, Verstappen e Gasly, que assim como o monegasco largou com os médios e não parou junto dos demais.

SEGUNDA METADE DA PROVA

Leclerc conseguiu apresentar bom ritmo mesmo sem parar. Na volta 30, o ferrarista liderava com menos de 1 segundo de vantagem para Bottas, que não conseguia fazer a ultrapassagem. Enquanto isso, Hamilton igualmente colava no companheiro.

Na volta 32, Bottas atacou Leclerc e fez a manobra. Enquanto isso, Daniil Kvyat e Daniel Ricciardo cometaram uma barberagem ao passarem reto em uma curva. O australiano da Renault deu marcha ré e acertou o russo da Toro Rosso, de leve, mas o suficiente para perderem tempo e danificarem os carros (Ricciardo precisou ir aos boxes e depois abandonou).

Hamilton ganhou a segunda posição na volta 33. Começou ali a batalha final para tentar vencer a prova. Dois giros mais tarde, Leclerc fez sua parada e voltou em sexto, logo atrás de Gasly, que com pneus gastos, era mais lento, mas conseguiu segurar o monegasco por uma volta e meia. Quando fez a manobra, Leclerc estava a 20 segundos de Verstappen.

Faltando 15 voltas para o fim, Bottas tinha 1s5 para Hamilton, que possuía 2s de "gordura" para Vettel. Ocupando o sexto lugar, mas sem fazer a parada, Gasly abandonou a 11 voltas do fim: "Perdi potência", disse em conversa com a equipe Red Bull após abandonar. O safety car virtual foi utilizado.

ÚLTIMAS 10 VOLTAS

Bottas conseguiu desgarrar de Hamilton e abriu 3s2. O top-10 era formado por Bottas, Hamilton, Vettel, Verstappen, Leclerc, Perez, Sainz, Norris, Stroll e Raikkonen.

Na volta 45, Bottas fez a volta mais rápida. Mas Hamilton começou a partir daí a reduzir a vantagem do companheiro. A diferença caiu para 1s5.

Faltando três voltas, Leclerc foi aos boxes, já que não perderia nenhuma posição. Fez isso para tentar a volta mais rápida da corrida. E conseguiu no penúltimo giro.

Hamilton ainda tentou passar Bottas, mas o finlandês cruzou a linha de chegada em primeiro e voltou à liderança do Mundial, com 87 pontos contra 86 de Hamilton.

A próxima etapa será na Espanha, dia 12 de Maio.

Cla   # Piloto Chassi Motor Voltas Tempo Diferença Intervalo km/h Pits Abandono Pontos
1   77 Finland Valtteri Bottas  Mercedes Mercedes 51 -       1   25
2   44 United Kingdom Lewis Hamilton  Mercedes Mercedes 51 1.524 1.524 1.524   1   18
3   5 Germany Sebastian Vettel  Ferrari Ferrari 51 11.739 11.739 10.215   1   15
4   33 Netherlands Max Verstappen  Red Bull Honda 51 17.493 17.493 5.754   1   12
5   16 Monaco Charles Leclerc  Ferrari Ferrari 51 1'09.107 1'09.107 51.614   2   11
6   11 Mexico Sergio Perez  Racing Point Mercedes 51 1'16.416 1'16.416 7.309   1   8
7   55 Spain Carlos Sainz Jr.  McLaren Renault 51 1'23.826 1'23.826 7.410   1   6
8   4 United Kingdom Lando Norris  McLaren Renault 51 1'40.268 1'40.268 16.442   2   4
9   18 Canada Lance Stroll  Racing Point Mercedes 51 1'43.816 1'43.816 3.548   1   2
10   7 Finland Kimi Raikkonen  Alfa Romeo Ferrari 50 1 lap 1 Lap 1 Lap   1   1
11   23 Thailand Alexander Albon  Toro Rosso Honda 50 1 lap 1 Lap 0.000   1    
12   99 Italy Antonio Giovinazzi  Alfa Romeo Ferrari 50 1 lap 1 Lap 0.000   1    
13   20 Denmark Kevin Magnussen  Haas Ferrari 50 1 lap 1 Lap 0.000   2    
14   27 Germany Nico Hulkenberg  Renault Renault 50 1 lap 1 Lap 0.000   2    
15   63 United Kingdom George Russell  Williams Mercedes 49 2 laps 2 Laps 1 Lap   2    
16   88 Poland Robert Kubica  Williams Mercedes 49 2 laps 2 Laps 0.000   3    
  dnf 10 France Pierre Gasly  Red Bull Honda 38           Retirement  
  dnf 8 France Romain Grosjean  Haas Ferrari 38         2 Retirement  
  dnf 26 Russian Federation Daniil Kvyat  Toro Rosso Honda 33         2 Collision  
  dnf 3 Australia Daniel Ricciardo  Renault Renault 31         2 Collision
Próximo artigo
Raikkonen e Kubica largam do pitlane em Baku; Leclerc sobe para 8º

Artigo anterior

Raikkonen e Kubica largam do pitlane em Baku; Leclerc sobe para 8º

Próximo artigo

TABELA: Ponto extra na Austrália ajuda Bottas a reassumir liderança da F1

TABELA: Ponto extra na Austrália ajuda Bottas a reassumir liderança da F1
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP do Azerbaijão
Autor Felipe Motta