Brawn compara ano de Leclerc com Hamilton e Schumacher: "É isso que faz um campeão mundial"

compartilhar
comentários
Brawn compara ano de Leclerc com Hamilton e Schumacher: "É isso que faz um campeão mundial"
Por:

Diretor esportivo da F1 falou sobre o ano do monegasco em sua tradicional coluna pós-GP no site da F1

No domingo, Charles Leclerc entregou mais uma forte performance na temporada de 2020 da Fórmula 1, terminando em quarto lugar no GP de Portugal. E o ano do monegasco vem chamando a atenção de muitos nomes do paddock, incluindo o diretor esportivo da F1 Ross Brawn, que o comparou com dois multicampeões: Michael Schumacher e Lewis Hamilton.

Leclerc teve uma forte performance ao longo de todo o GP de Portugal, largando da quarta posição para terminar na mesma colocação. Esse foi seu quinto Top 5 na temporada, incluindo um segundo lugar no GP da Áustria e um terceiro na Grã-Bretanha. Seu companheiro de equipe, o tetracampeão Sebastian Vettel, que vem enfrentando um ano difícil, chegou a admitir que o monegasco está em "outra classe".

Leia também:

Com o resultado em Portugal, considerado por Leclerc como o melhor da Ferrari em 2020, o monegasco voltou à disputa pelo quarto lugar no Mundial de Pilotos. No momento, ele é o quinto colocado, a cinco pontos de Daniel Ricciardo e a frente de rivais como Sergio Pérez, Lando Norris, Carlos Sainz e Alex Albon.

Leclerc vem obtendo estes resultados apesar da performance ruim do SF1000, carro de 2020 da Ferrari, que representou um passo atrás em comparação com a evolução da equipe nos anos anteriores. A Scuderia vem apresentando atualizações nas últimas corridas, mas admite que há problemas fundamentais no carro que não podem ser resolvidos devido ao congelamento do regulamento por conta da pandemia.

Em sua tradicional coluna pós-GP no site oficial da F1, Ross Brawn, diretor esportivo da categoria, dedicou uma seção para analisar a performance de Leclerc não apenas em Portugal mas na temporada inteira.

"Foi outra forte performance de Charles, e ele continua a dar motivação à Ferrari para o próximo após após o que tem sido uma campanha muito desafiadora. A equipe sabe assim que, quando ele tiver um carro mais competitivo em mãos, ele entregará bons resultados".

"Um piloto pode seguir um de dois caminhos quando se depara com um carro difícil. Ele pode ficar desmotivado, começar a entregar performances mais fracas, o que não ajuda ninguém. Ou Charles pode fazer o que vem fazendo, indo a fundo, tirando o máximo de performance e ajudando a equipe quando as coisas não vão bem".

"Através deste processo, quando ele tiver um carro bom em mãos, será um piloto forte".

Brawn ainda comparou a atitude de Leclerc com a dos dois maiores campeões da história da F1: Schumacher e Hamilton.

"Eu sentia isso frequentemente com Michael [Schumacher]. Vimos corridas que ele venceu onde normalmente ele não venceria porque o carro não era bom. Mas ele sempre dava um jeito. E é isso que faz um campeão mundial".

"Lewis [Hamilton] também mostrou isso. Ele tem um ótimo carro agora, mas me lembro dele vencendo corridas quando ele tinha um carro que estava longe do topo. Charles está fazendo algo similar com a Ferrari agora".

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

TOP-5: As maiores tretas entre campeões da F1

PODCAST: O mercado da F1 para 2021 e os 30 anos do bicampeonato de Senna

 

Wolff: futuro de Russell na Williams está fora do controle da Mercedes

Artigo anterior

Wolff: futuro de Russell na Williams está fora do controle da Mercedes

Próximo artigo

F1: Racing Point detona comissários por reprimenda dupla a Pérez em Portugal, que o deixam próximo de punição

F1: Racing Point detona comissários por reprimenda dupla a Pérez em Portugal, que o deixam próximo de punição
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Redação Motorsport.com