Fórmula 1
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
14 nov
-
17 nov
Evento encerrado
28 nov
-
01 dez
Evento encerrado

Exclusivo: Os planos para nova fábrica da Racing Point na Inglaterra

compartilhar
comentários
Exclusivo: Os planos para nova fábrica da Racing Point na Inglaterra
Por:
4 de abr de 2019 18:56

Confira os detalhes da nova sede da equipe de F1, que custará em torno de R$ 125 milhões

A Racing Point planeja ter uma nova e moderna sede em 2021 em Silverstone. A permissão de planejamento para as novas instalações será providenciada ainda neste mês e a equipe espera poder começar a construção no final do ano.

As imagens foram reveladas exclusivamente para a revista F1 Racing deste mês, a publicação faz parte do Motorsport Network.

Leia também:

"Este é um novo capítulo de uma nova era e há uma enorme energia dos acionistas para investir e ajudar a equipe a se tornar uma concorrente regular para pódios no futuro", disse o diretor da equipe, Otmar Szafnauer.

"A equipe nunca esteve mais estável ou em melhores mãos do que hoje e este projeto visa atrair e reter a melhor equipe da Fórmula 1."

A atual fábrica da Racing Point fica em frente aos portões do circuito de Silverstone, cobrindo uma área de três acres, aproximadamente 12 mil metros quadrados.

Ele foi originalmente construído em 1991, e já abrigou as várias versões da equipe desde então, incluindo Midland, Spyker e Force India.

Galeria
Lista

Racing Point

Racing Point
1/5

Foto de: Racing Point

Racing Point

Racing Point
2/5

Foto de: Racing Point

Racing Point

Racing Point
3/5

Foto de: Racing Point

Racing Point

Racing Point
4/5

Foto de: Racing Point

Racing Point

Racing Point
5/5

Foto de: Racing Point

A atual fábrica conta ainda com um número baixo de pessoal, em comparação às outras equipes de F1, mesmo tendo crescido nos últimos meses.

Na última década, o número de funcionários da Force India cresceu substancialmente. Em agosto do ano passado, quando a Racing Point assumiu, o número de funcionários aumentou para 405 em relação aos 280 em 2009.

Desde então, a equipe adicionou outros 20 funcionários e planeja expandir para mais 180 nos próximos dois anos, à medida que busca um impulso ambicioso de desempenho.

Quando o consórcio, encabeçado pelo bilionário canadense Lawrence Stroll, assumiu a Force India, uma das prioridades era olhar para o desenvolvimento da base.

Desde então, um acordo foi feito para comprar o terreno em torno do local para aumentar o tamanho da sede da Racing Point em dez vezes, para 30 acres, 120 mil metros quadrados.

Há um redesenvolvimento de dois estágios do local, com a primeira fase já em andamento.

O modus operandi da equipe hoje tem sido terceirizar grande parte da construção de seu chassi, mas o plano para a nova instalação é criar um centro de excelência de fabricação para trazer a montagem do carro internamente.

A proporção de pessoal empregado entre o escritório de design e a produção será determinada pela composição dos regulamentos de 2021 - que ainda não foram finalizados pelo órgão regulador do esporte.

"Nossas novas instalações serão capazes de abrigar a expansão que planejamos e aumentar os níveis de pessoal para cerca de 600", disse Szafnauer à F1 Racing.

"Precisamos de todos sob o mesmo teto, queremos expandir nossa produção, algum espaço para escritório, salas de reunião e uma academia para nossos funcionários, tudo o que não temos no momento.

Os planos para atualizar a fábrica para um novo edifício sustentável e de última geração são uma indicação do compromisso de longo prazo de Stroll com o esporte e um impulso para a economia da região de Silverstone e no Reino Unido, particularmente com as incertezas políticas.

Próximo artigo
Ferrari ‘salva’ motor e Leclerc não trocará unidade para GP da China

Artigo anterior

Ferrari ‘salva’ motor e Leclerc não trocará unidade para GP da China

Próximo artigo

Red Bull pretende corrigir falhas aerodinâmicas até o GP da Espanha

Red Bull pretende corrigir falhas aerodinâmicas até o GP da Espanha
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Racing Point
Autor James Roberts