F1: Alpine alega obrigações contratuais de Piastri que impedem ida à McLaren; Australiano considera opções

Otmar Szafnauer deixou claro que está cumprindo com o contrato e espera que Oscar siga o mesmo; campeão da F2 teria um pré-acordo com equipe de Zak Brown para 2023

F1: Alpine alega obrigações contratuais de Piastri que impedem ida à McLaren; Australiano considera opções
Carregar reprodutor de áudio

Assim que Fernando Alonso anunciou que estava deixando a Alpine para assumir o lugar de Sebastian Vettel na Aston Martin em 2023, o nome de Oscar Piastri foi mencionado para suprir a vaga que será deixada pelo espanhol. Mesmo sendo o caminho natural - o australiano chegando à Fórmula 1 na Alpine - o campeão da F2 foi especulado na McLaren, mas a equipe de Otmar Szafnauer já deixou claro que existe um mecanismo que 'obriga' Piastri a ser um piloto da Alpine. 

Leia também:

Piastri e seu empresário Mark Webber deram a entender que teriam chegado a um acordo com a McLaren quando parecia que a única escolha da Alpine seria colocar o jovem piloto na Williams por um ano já que os planos iniciais da equipe eram manter Alonso por mais uma temporada, mas com a saída inesperada do espanhol, o assento da Alpine está disponível.

Não está claro se Piastri vai continuar com seu acordo com a McLaren ou se vai aceitar que tem obrigação de pilotar para a Alpine.

“Não estou a par de quaisquer pré-acordos que ele tenha com a McLaren, se é que há algum”, disse Szafnauer quando perguntado pela Autosport sobre as intenções de Piastri.

“Mas eu ouço os mesmos rumores que você ouve no pitlane. Mas o que eu sei, é que ele tem obrigações contratuais conosco. E nós fazemos com ele. E temos honrado essas obrigações durante todo o ano.

“E essas obrigações duram até 23, e possivelmente em 24, se algumas opções forem adotadas.

“E nossas obrigações com ele este ano era ser um piloto reserva e também colocá-lo no carro do ano passado por um período significativo de tempo. Estamos com bem mais da metade desse programa de 5.000 quilômetros cumpridos, o que não é insignificante, em preparação para uma corrida no próximo ano.

Oscar Piastri, Alpine A521

Oscar Piastri, Alpine A521

Photo by: Jerry Andre / Motorsport Images

“Também treinos livres 1, trabalho de simulação e estamos cumprindo essas obrigações em ambos os lados. Então ele está se apresentando, nós estamos nos apresentando.

“Portanto, temos um contrato legal com ele no futuro para 23. E se uma opção for escolhida, para 24. Então eu não sei o que ele fez com a McLaren. Como eu disse, não estou a par disso.”

Questionado se Piastri ou sua gestão indicaram que ele não pretende correr pela Alpine, Szafnauer disse: “Oscar e seu time estão considerando suas opções, seja lá o que isso signifique”.

Szafnauer também indicou que teve pouco contato com Webber desde que a notícia de Alonso foi divulgada.

"Isso aconteceu na segunda-feira - agora é terça-feira, seu empresário está na Austrália, há uma pequena diferença de horário", disse ele.

“Mas eu tenho tentado falar com Mark, escrevi algumas mensagens de texto e alguns e-mails para ele também. Então nos dê um pouco de tempo.

“Oscar é o nosso candidato preferido. E é isso que vamos fazer.”

Sobre a aparente relutância de Piastri em ser colocado na Williams, Szafnauer disse: "Os termos contratuais, são esses detalhes que não gostamos de divulgar, mas estava do lado da equipe dizer, não do lado do piloto.

“É verdade que todo piloto de corrida quer pilotar pela melhor equipe possível.

Oscar Piastri, Reserve Driver, Alpine F1 Team

Oscar Piastri, Reserve Driver, Alpine F1 Team

Photo by: Carl Bingham / Motorsport Images

“E se você for colocado com opções de talvez um time de topo do meio-campo versus alguém que não está lá, é claro que você escolherá o time que tem melhor potencial no futuro. Então isso foi uma consideração.

“Mas se você sabe se sua escolha é pilotar na F1 ou ficar de fora mais um ano, imagino que você escolherá pilotar na F1.”

Szafnauer enfatizou que a situação agora é diferente: “Agora que há um pouco de clareza que Fernando escolheu ir para a Aston, a escolha de Oscar não deve ser colocada em outro lugar, como a Williams, em oposição a uma equipe líder no meio-campo.

“Uma vez que essa escolha é sua escolha na sua frente, eu posso entendê-la. Mas por outro lado, não consigo entender, entende o que quero dizer?

“Precisamos agora, como eu disse, progredir, isso só aconteceu ontem. Agora é terça-feira. Então, vamos sentar e progredir em quais serão nossas futuras formações de pilotos. E imagino que as escolhas não sejam diferentes.”

Ele acrescentou: “Não deve haver complicações. Se todos forem fiéis aos acordos que assinaram há apenas alguns meses, devemos ser capazes de avançar com os acordos que temos em vigor.”

Szafnauer deixou claro que a Alpine gastou muito dinheiro e recursos na preparação de Piastri para a F1 e, portanto, não o deixará ir sem lutar.

“É um investimento significativo”, disse ele. “É mais do que apenas o investimento financeiro, é também emocional e prepará-lo para o que esperamos ser uma carreira de sucesso na F1.

“Não são todas as equipes de F1 que fazem isso para um piloto de academia, mas escolhemos fazer isso para prepará-lo.

“E só fizemos isso com o objetivo de que ele corra aqui no futuro. Não teríamos feito isso se o objetivo fosse prepará-lo para um de nossos concorrentes.”

RETA FINAL: Festa de Verstappen, drama da Ferrari e o mercado pós-Alonso na Aston Martin

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #187 – Marko está certo ao colocar Verstappen como “a maior história de sucesso da Red Bull”?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Red Bull e Honda estendem contrato de suporte técnico até 2025
Artigo anterior

F1: Red Bull e Honda estendem contrato de suporte técnico até 2025

Próximo artigo

F1: Alpine só soube que Alonso tinha fechado com Aston Martin por comunicado à imprensa

F1: Alpine só soube que Alonso tinha fechado com Aston Martin por comunicado à imprensa