F1: Red Bull e Honda estendem contrato de suporte técnico até 2025

A montadora japonesa seguirá ao lado da equipe austríaca até o encerramento da era de regulamento dos motores, uma vez que para 2026 a escuderia terá um projeto com a Porsche

F1: Red Bull e Honda estendem contrato de suporte técnico até 2025
Carregar reprodutor de áudio

Red Bull e Honda anunciaram nesta terça-feira a extensão do acordo de suporte da montadora japonesa com a equipe austríaca de Fórmula 1 até o fim de 2025, adicionando dois anos a mais no contrato inicial que ia até o fim de 2023. 

Leia também:

Após a decisão da Honda de deixar a F1 no final da temporada passada, o fabricante japonês concordou em ajudar a Red Bull em fabricar e operar suas unidades de potência, apesar da equipe ter alugado o IP. Isso foi originalmente planejado para esta temporada, com a Red Bull antecipando a operação e executando a partir de sua própria divisão de powertrains.

Mas com o foco da Red Bull em Milton Keynes sendo muito no projeto do motor de 2026, que provavelmente será com a Porsche, uma mudança de planos alimentou conversas sobre o acordo com a Honda até o final de 2025. Isso agora foi formalmente acordado.

Isso significa que a Honda Racing Corporation (HRC), que administra as atividades de automobilismo da empresa, trabalhará com a Red Bull até o final do atual ciclo de regras de motores da F1. O que é significativo para a Red Bull, uma vez que a Red Bull Powertrains será oficialmente classificada como um novo participante a partir de 2026, para que possa obter concessões.

A Honda pode continuar dedicando recursos ao projeto da unidade de potência devido ao congelamento do motor, o que significa que não precisa realizar nenhum desenvolvimento caro.

O chefe da equipe Red Bull, Christian Horner, disse sobre a parceria estendida com a Honda: “A parceria da Red Bull com a Honda foi incrivelmente bem-sucedida e estamos satisfeitos que isso continue até o final da era atual dos regulamentos da unidade de potência da FIA em 2025”.

Koji Watanabe, presidente da HRC, acrescentou: “Concordamos em continuar apoiando a Red Bull Powertrains na Fórmula 1 através da HRC, seguindo o pedido da Red Bull para estender nosso acordo atual, que a HRC pode cumprir dentro de seus recursos existentes.

“Mais uma vez, pretendemos usar nosso envolvimento no auge do automobilismo para o desenvolvimento de tecnologias e de nossa força de trabalho.”

A extensão do envolvimento da Honda também torna provável que haja uma marca maior para o fabricante japonês nos carros Red Bull e AlphaTauri a partir de 2023. Nesta temporada, o emblema foi totalmente HRC.

Falando ao Motorsport.com no mês passado sobre uma presença mais visível da Honda, Watanabe disse: “Precisamos decidir para a próxima temporada, mas pessoalmente quero utilizar mais Honda…

RETA FINAL: Festa de Verstappen, drama da Ferrari e o mercado pós-Alonso na Aston Martin

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #187 – Marko está certo ao colocar Verstappen como “a maior história de sucesso da Red Bull”?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Ferrari não vê necessidade de mudanças em Maranello durante as férias de verão
Artigo anterior

F1: Ferrari não vê necessidade de mudanças em Maranello durante as férias de verão

Próximo artigo

F1: Alpine alega obrigações contratuais de Piastri que impedem ida à McLaren; Australiano considera opções

F1: Alpine alega obrigações contratuais de Piastri que impedem ida à McLaren; Australiano considera opções