F1 - Alpine não acredita que terá problemas com Alonso no resto de 2022: "Ele é profissional"

Szafnauer defende que, assim que colocar o capacete, Alonso terá o mesmo objetivo que a Alpine: obter o melhor resultado possível

Fernando Alonso, Alpine A522

A troca chocante de Fernando Alonso da Alpine pela Aston Martin para a temporada 2023 da Fórmula 1 segue dando o que falar. Mas para Otmar Szafnauer, chefe da equipe francesa, não há motivos para se preocupar que a novela irá comprometer o bom relacionamento com o piloto, afirmando que o objetivo de ambos para 2022 segue o mesmo.

O anúncio da ida de Alonso para a Aston Martin veio logo após o GP da Hungria, em um momento na qual a Alpine ainda acreditava estar em negociações com o espanhol.

Leia também:

Szafnauer revelou inclusive que ficou sabendo da ida de Alonso pela imprensa, e não pelo piloto. Mas apesar das tensões óbvias que tal cenário podem criar, Szafnauer insiste que as partes continuarão trabalhando juntas em harmonia.

"Eu não tenho preocupação nenhuma sobre o resto da temporada. Nossos objetivos são bem claros. Queremos terminar pelo menos em quarto no Mundial de Construtores. Acho que terceiro é um passo longo demais. Fernando sabe disso também. Ele é profissional, um competidor. Assim que ele coloca o capacete, você sabe, assim como eu, que ele quer fazer o melhor possível, se não vencer".

"E não há nada mais que passa em sua cabeça quando ele está no carro além de terminar na melhor posição possível na corrida e no campeonato. E ele ainda tem essa gana. É por isso que ele está aqui".

Esteban Ocon, Alpine F1 Team A522, Fernando Alonso, Alpine F1 Team A522

Esteban Ocon, Alpine F1 Team A522, Fernando Alonso, Alpine F1 Team A522

Photo by: Alpine

Szafnauer ainda insiste que o A522 pode se tornar mais competitivo com o passar da temporada.

"Quero fazer absolutamente o nosso melhor possível. E especialmente neste ano, nossas atualizações ainda estão chegando. Teremos mais uma em Spa e vamos continuar atualizando o carro até o fim do ano. E Fernando entende isso também".

"E ele vai trabalhar tão duro quanto Esteban [Ocon] para maximizar a performance da equipe. Não tenho dúvidas disso".

Questionado sobre como Alonso irá na Aston Martin, trabalhando para Lawrence Stroll e tendo como companheiro o filho do dono da equipe, Szafnauer disse ainda é muito cedo para prever.

"Ele é um ótimo piloto, um dos melhores que já trabalhei. Ele ainda está competindo em alto nível. Ele ainda é muito rápido, e sob condições complicadas, ele realmente mostra suas habilidades, como ele é ainda melhor. E vimos isso neste ano. Se seguir assim por mais três anos, bom para Aston e Fernando".

"Não sei como as coisas serão, mas no relacionamento, não sei, não tenho como prever porque há muitos fatores que precisam ser considerados antes de prevermos como que as coisas serão. Mas veremos como que acontece".

PODCAST: É o fim da linha para Ricciardo na F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Ferrari revela que motor de 2022 apresenta maior ganho visto em 25 anos
Próximo artigo Porsche registra nova marca relacionada a Fórmula 1

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil