F1: Alpine afirma que ter equipe cliente é "bom, mas não obrigatório"

Laurent Rossi, CEO da marca, afirma que a equipe quer focar na construção ao redor de si própria antes de sair ativamente atrás de uma nova parceria

F1: Alpine afirma que ter equipe cliente é "bom, mas não obrigatório"
Carregar reprodutor de áudio

Com a ida da McLaren para a Mercedes em 2021, a Alpine - Renault passa a não ter nenhuma equipe cliente na Fórmula 1. E segundo Laurent Rossi, CEO da Alpine, a construtora está disposta a ter uma nova parceria para o futuro, mas "não está buscando ativamente" uma já para 2022.

No ano passado, o ex-chefe Cyril Abiteoul disse que a Renault estava "feliz por poder focar em si própria", mas que consideraria a adição de uma equipe parceira se isso adicionasse valor extra à montadora.

Leia também:

Desde então, Abiteboul confirmou sua saída da montadora em meio à transição da Renault para Alpine, mas Rossi afirmou que a marca francesa ainda está aberta a receber uma equipe parceira no futuro.

"Estamos abertos à ideia, mas não estamos necessariamente procurando por uma", disse Rossi no lançamento do A521, carro da Alpine para 2021.

"Acho que um parceiro seria bom, mas não é obrigatório, porque estamos trabalhando em cima de nossa equipe. Precisamos de autonomia, independência e dedicação total à equipe da F1. Poder colher os frutos do negócio com uma equipe cliente seria bom para o futuro, mas não é algo que estamos buscando ativamente no momento".

Rossi admite que não ter uma segunda ou terceira equipes para ajudar no desenvolvimento do complexo sistema da unidade de potência híbrida é um empecilho em sua estratégia, mas que há diversos pontos positivos para balancear.

"O negativo é que você pode perder um pouco da base do desenvolvimento que teria ao ter mais equipes junto. O positivo é que podemos dedicar todos os nossos esforços para projetar nosso próprio motor, para que caiba em nosso carro. E isso é um ponto muito positivo, porque você não fica distraído por outras atividades que acaba tendo como montadora".

"Quero acrescentar o fato de que um dos negativos é que você pode ser obrigado a fornecer motores para outra equipe. E se você não estiver preparado para isso, pode ter que aumentar a carga de trabalho repentinamente".

"Não se se esse é um efeito desejável. Então, no fim do dia, estamos felizes ao fornecer motores apenas para nós mesmos no momento".

F1TV Pro: saiba TUDO sobre o serviço de STREAMING que promete AGITAR a cobertura da F1 no Brasil

Parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

PODCAST: Como seria a transmissão dos sonhos da F1 no Brasil?

 

compartilhar
comentários
F1: Marko afirma que "nada está acertado" entre Red Bull e Volkswagen
Artigo anterior

F1: Marko afirma que "nada está acertado" entre Red Bull e Volkswagen

Próximo artigo

F1: Ganhe 25% de desconto no F1TV Pro com o Motorsport.com

F1: Ganhe 25% de desconto no F1TV Pro com o Motorsport.com
Carregar comentários