F1: Aston Martin contrata chefe de aerodinâmica da Mercedes

Eric Blandin é mais um na grande lista de nomes de peso contratados pela equipe britânica em busca de lutar pelo Mundial em 4, 5 anos

F1: Aston Martin contrata chefe de aerodinâmica da Mercedes

Lawrence Stroll segue com seu projeto de tornar a Aston Martin uma força a ser batida na Fórmula 1 em alguns anos. Para isso, o presidente-executivo da montadora segue contratando nomes fortes do grid para sua equipe e o mais novo a integrar essa lista é Eric Blandin, chefe de aerodinâmica da Mercedes.

Blandin segue trabalhando em Brackley e não deve se juntar a nova equipe antes de outubro do próximo ano, após completar um período de quarentena. Sua contratação vem como uma surpresa, já que é o primeiro nome importante trazido da Mercedes, que fornece motores e caixas de câmbio para a Aston Martin.

Leia também:

Um porta-voz da Aston falou com o Motorsport.com: "Podemos confirmar que Eric Blandin começará a trabalhar para a Aston Martin no próximo ano. Sua data exata de início ainda não foi confirmada. A transição dele da Mercedes para a nossa equipe será amigável".

A equipe não especificou qual será a função ou o título do trabalho de Blandin. O francês começou sua carreira na Fondmetal Technologies, trabalhando na produção de túneis de vento em 1998, antes de se mudar para a equipe Jaguar na F1 na área de aerodinâmica em 2002.

Ele ficou com a equipe de Milton Keynes em sua transição para Red Bull Racing, se tornando líder de equipe na área de aerodinâmica antes de sua saída no fim de 2009.

Durante esse período, ele trabalhou ao lado de Dan Fallows, que está de saída da Red Bull para se tornar diretor técnico da Aston Martin no início do próximo ano.

A partir de janeiro de 2010, Blandin passou 14 meses como chefe de aerodinâmica da Ferrari antes de se juntar à Mercedes como engenheiro principal de aerodinâmica. Em 2017 ele foi promovido para seu cargo atual, chefe de aerodinâmica.

Eric Blandin on the podium as Mercedes' team representative after Valtteri Bottas' win in the 2019 Japanese Grand Prix

Eric Blandin on the podium as Mercedes' team representative after Valtteri Bottas' win in the 2019 Japanese Grand Prix

Photo by: Andy Hone / Motorsport Images

Blandin se junta a uma longa lista de nomes de peso contratados pela Aston Martin nesse ano, como parte do processo de fortalecimento da equipe sob a direção de Stroll.

Além do futuro diretor técnico Fallows, outras contratações importantes incluem o diretor de engenharia Luca Furbatto, que esteve anteriormente com a Alfa Romeo e o diretor de operações técnicas Andrew Alessi, que também vem da Red Bull.

O chefe da equipe, Otmar Szafnauer, deixou claro recentemente que a Aston Martin ainda estava em processo de contratação, como forma de disputar o Mundial nos próximos anos.

"As coisas não mudaram no recrutamento. Mas a não ser que sejam pessoas em cargos sêniores, não anunciamos todos. Contratamos mais de 150 pessoas neste ano e seguiremos assim. Se queremos vencer um Mundial em quatro anos, é necessário recursos humanos, infraestrutura, fábrica, túnel de vento, assim como as equipes de ponta, e estamos nessa trajetória".

Szafnauer indicou que Furbatto deve começar logo: "Luca estará conosco em algumas semanas. Sim, ele foi anunciado mas, assim como todos, ele teve que cumprir o aviso prévio. Então em algumas semanas ele já estará livre para se juntar a nós".

Verstappen CAMPEÃO já na Arábia? Hamilton OCTA com FACILIDADE? Veja MATEMÁTICAS DO TÍTULO da F1 2021

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #148: O jogo virou a favor da Mercedes? Quem é o favorito ao título?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Masi defende fiscais por bandeiras amarelas exibidas no final do Q3
Artigo anterior

F1: Masi defende fiscais por bandeiras amarelas exibidas no final do Q3

Próximo artigo

Prost opina sobre batalha entre Verstappen e Hamilton pelo título da F1

Prost opina sobre batalha entre Verstappen e Hamilton pelo título da F1
Carregar comentários