F1: Audi inicia processo de compra de ações da Sauber para entrada em 2026

Rumores apontam que montadora alemã deve fazer aquisição das ações em partes até 2025

Showcar with Audi F1 launch livery

Audi Communications Motorsport

A Audi deu um importante passo no processo de entrada na Fórmula 1 em 2026. A montadora alemã e o Grupo Sauber anunciaram nesta segunda-feira (29), que a marca iniciou o processo de compra das ações da equipe.

Desde agosto do ano passado já temos conhecimento dos planos da Audi, que entrará como fornecedora de motores tendo também uma equipe oficial. O acordo da montadora foi fechada com a Sauber, hoje Alfa Romeo. A equipe suíça revelou que a Audi compraria parte das ações ao longo dos três anos seguintes, até 2026.

Leia também:

Agora, a Sauber confirmou que a montadora alemã deu início ao processo, comprando uma quantidade não especificada de ações do time suíço, algo que foi descrito pelo Grupo como "um passo importante" para a estreia da Audi na F1.

"O Grupo Sauber está feliz em anunciar que, como descrito em outubro do ano passado, a Audi adquiriu uma parcela minoritária de ações do Grupo em janeiro de 2023", diz o comunicado. "Isso é um passo importante a caminho da entrada da Audi na Fórmula 1, marcada para 2026, onde o Grupo Sauber será o parceiro estratégico da marca alemã".

Valtteri Bottas, Alfa Romeo C42

Valtteri Bottas, Alfa Romeo C42

Photo by: Michael Potts / Motorsport Images

Enquanto a sede de Hinwil da Sauber servirá como uma base importante do programa da Audi na F1, devido à existência de um túnel de vento de última geração, a marca alemã também está construindo uma sede própria em Neuberg na Alemanha para o desenvolvimento do motor.

A fábrica de 3 mil metros quadrados contará com bancos de teste para o motor híbrido, sendo uma expansão da sede do antigo (e bem-sucedido) programa da Audi na classe LMP1 no Campeonato Mundial de Endurance da FIA (WEC). A expectativa é que a obra seja concluída no começo de 2024.

Em 2023, a Sauber ainda operará sob o nome de Alfa Romeo, mas voltará a ser conhecida pelo seu nome original em 2024 e 2025 após o fim do acordo com a marca italiana. Antes da chegada da Audi em 2026, os carros do time suíço seguirão usando motores Ferrari.

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #214 – Quem pode surpreender na temporada 2023 da F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Montoya: Red Bull faz todo mundo parecer estúpido na F1
Próximo artigo F1: Ferrari diz que rumor sobre aumento de potência do motor para 2023 é "uma piada"

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil