Fórmula 1 GP do Catar

F1: Com Drugovich de olho, Williams dá até o “fim do ano” para decisão sobre futuro de Sargeant

Chefe da equipe, James Vowles disse que quer dar todas as oportunidades para norte-americano mostrar evolução

Logan Sargeant, Williams Racing

A Williams aguardará até o final do ano antes de decidir sobre o futuro de Logan Sargeant na Fórmula 1, especialmente agora que eles têm o único assento disponível para 2024.

A equipe baseada em Grove está avaliando se Sargeant está fazendo o progresso necessário em sua temporada de estreia para justificar mais um ano no carro. Embora o americano tenha demonstrado alguma velocidade promissora para a equipe, ele ainda não marcou pontos e teve uma série de acidentes ao longo do caminho.

Leia também:

O chefe da equipe, James Vowles, deixou claro após outro acidente no Japão que ainda tinha fé que Sargeant poderia dar um passo adiante o suficiente, e que o cenário que ele estava considerando era a continuação no próximo ano.

Questionado no GP do Catar sobre o prazo para tomar uma decisão, Vowles insistiu que não havia pressa e estava disposto a dar a Sargeant todas as oportunidades para mostrar o que ele poderia fazer.

"Eu suspeito que será até o final da temporada", disse Vowles. "Acho que já nos comprometemos com a direção que estamos seguindo. Ele tem metas a atingir, e seria errado ir contra esse ponto de decisão. Então, até o final do ano."

Vowles explicou que a Williams estava disposta a ser paciente com Sargeant porque via o potencial que o jovem estava entregando - e tudo o que precisava ver era ele tendo fins de semana mais completos.

"A velocidade está lá", acrescentou Vowles. "Isso é algo que não conseguiríamos consertar ou reparar. Mas o que acontece é que, quando chega a hora decisiva, surgem elementos de inconsistência, que às vezes resultam em acidentes.

"Em Suzuka, a volta que ele fez estava alinhada com os dados de Alex [Albon], mas obviamente foi marcada pelo fato de que, na última curva, ele aplicou o acelerador de forma muito agressiva, o que resultou em um acidente significativo.

"O que estamos trabalhando com ele é, na verdade, a progressão até esse ponto. Ele foi de dois segundos de Alex para um décimo no TL3 - na verdade, ele foi mais rápido no TL3. E agora estamos tentando manter essa mentalidade o tempo todo."

Ele acrescentou: "Temos - e eu disse isso publicamente - a responsabilidade de investir em nossos pilotos novatos. Nós o colocamos lá e quase não lhe demos quilometragem de teste. Estou acostumado com 30.000 km, não 850 km. Mas o que queremos ver é um progresso contínuo e agora um foco em garantir que mantenhamos essa consistência, o que então entregará resultados."

Vowles acredita que um fator que pode ter prejudicado Sargeant foi um bom começo em sua carreira na F1 no GP do Bahrein.

Na classificação, ele igualou o tempo de Lando Norris no Q1 - embora não tenha avançado para o Q2 porque seu rival da McLaren havia registrado seu tempo antes.

Vowles acredita que esse momento pode ter deixado Sargeant com a sensação de que estava no controle das coisas, então quando a temporada ficou mais difícil, foi mais duro lidar com isso.

"Provavelmente a pior coisa que poderia ter acontecido foi ele ter ido ao Bahrein e ter competido com Lando no Q1", disse Vowles. "Ele achou que talvez o desafio à sua frente não fosse tão significativo quanto realmente é.

"O que você viu depois daquilo... e Alex cresceu, acho que ao longo desta temporada, e a diferença começou a aumentar, é que você encontrou um piloto que agora está frustrado.

"Suas ferramentas normais não estão produzindo a qualidade do tempo de volta que estava lá anteriormente. Ele sabe como vencer. Ele venceu na Fórmula 3, venceu na Fórmula 2, mas aplicar isso agora na F1 e não obter resultados cria cada vez mais frustração - e isso acaba levando a uma direção fundamental. Isso é o que estamos tentando ajustar."

A vaga na Williams é a última disponível para a temporada de 2024, com o brasileiro Felipe Drugovich apontado como um dos pretendentes, além de Mick Schumacher.

F1: SPRINT com Piastri pole e Max sedento! Fefo Barrichello e Lipe Paíga analisam

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #250 – Andretti é aprovada pela FIA para F1. E agora?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1 AO VIVO: Acompanhe a classificação para a sprint do GP do Catar em Tempo Real
Próximo artigo F1: Piastri lidera 1-2 da McLaren em quali da corrida sprint; Verstappen é 3º

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil