F1 confirma adições do GP da Rússia e do GP da Toscana Ferrari 1000, em Mugello ao calendário 2020

compartilhar
comentários
F1 confirma adições do GP da Rússia e do GP da Toscana Ferrari 1000, em Mugello ao calendário 2020
Por:
, Repórter

Com isso, calendário chega a 10 provas na temporada 2020; F1 pretende fazer de 15 a 18 corridas

Como adiantado ontem pelo Motorsport.com, o calendário de 2020 da Fórmula 1 conta com duas novas provas: Mugello e Sochi. A F1 esperou o primeiro treino livre para o GP da Estíria começar para anunciar a novidade, na manhã desta sexta.

A etapa de Mugello, que recebeu o nome de GP da Toscana Ferrari 1000, será a nona da temporada, em 13 de setembro. A prova acontecerá uma semana depois do GP da Itália em Monza e será histórica. Neste final de semana, a Ferrari chegará à histórica marca de 1000 GPs.

Leia também:

Duas semanas depois, a F1 voltará a acelerar para mais uma edição do GP da Rússia, em 27 de setembro. A categoria não confirmou no anúncio, mas a organização da prova já se movimentava para abrir a venda de ingressos para a prova. Resta esperar para saber se Sochi realmente será a primeira prova da temporada com público.

Com isso, a F1 chega a 10 etapas na temporada 2020. No release de anúncio das provas, a categoria reafirmou seu objetivo de fechar um calendário com 15 a 18 corridas. Considerando que Portimão, Vietnã, Abu Dhabi e uma rodada dupla no Bahrein são vistos como certos, isso levaria o total de provas no ano para 15, o mínimo.

DIRETO DO PADDOCK: Novidades da Ferrari, negociações de Vettel e expectativa para o calendário 2020

PODCAST #057: O início da F1 na Áustria com a participação de Felipe Drugovich

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Hamilton diz que foi "silenciado" ao tentar usar capacete em apoio a jogador da NFL

Artigo anterior

Hamilton diz que foi "silenciado" ao tentar usar capacete em apoio a jogador da NFL

Próximo artigo

F1: Pérez abre segunda semana na Áustria na frente no TL1 do GP da Estíria

F1: Pérez abre segunda semana na Áustria na frente no TL1 do GP da Estíria
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Guilherme Longo