F1: Damon Hill acredita em "manipulação" em Abu Dhabi, mas defende continuidade de Masi

Campeão de 1996 disse que diretor de provas precisava manter a batalha entre Hamilton e Verstappen viva até o final, a todo custo

F1: Damon Hill acredita em "manipulação" em Abu Dhabi, mas defende continuidade de Masi
Carregar reprodutor de áudio

Damon Hill acredita que a definição do mundial de Fórmula 1 de 2021 não foi o que ele esperava e ainda apontou que Michael Masi estava sob pressão para criar uma luta entre Lewis Hamilton e Max Verstappen. A controversa corrida de Abu Dhabi causou agitação e continua sendo um tema quente, e embora os testes para a nova temporada estejam se aproximando, ainda não se sabe se o heptacampeão seguirá em 2022.

"Os fãs de Hamilton, como ele mesmo e a própria Mercedes se sentiram muito prejudicados. Já no lado holandês, eles estão, é claro, muito felizes com o resultado", disse Hill à Sky Sports.

Leia também:

Campeão de 1996 com a Williams, o britânico foi questionado se estava feliz com a forma como a luta pelo título havia terminado e afirmou: "Não é o caso. Na minha opinião foi injusto".

"A decisão fez com que vários carros poderiam se reagrupar em uma volta e outros não. Claramente, isso não é justo. O resultado foi que o foco esteve inteiramente nos dois candidatos ao título. Isso não é maneira de encerrar um campeonato. As regras devem ser as mesmas para todos."

Hill foi mais longe e insinuou que, de certa forma, ocorreu manipulação de resultados: "Essa é uma palavra forte, mas de certa forma acho que aconteceu. Masi estava sob muita pressão para fazer aquela corrida entre os dois."

Segunda chance para Masi?

Assim como o conselheiro da Red Bull, Helmut Marko, Hill não acredita que Masi deva ser removido de seu cargo de diretor de corrida imediatamente. Segundo ele, o australiano deve ser apoiado em seu trabalho.

O próprio britânico já passou pela situação de um resultado controverso em uma disputa pelo título. Hill lutou contra Michael Schumacher em 1994 pelo campeonato até a última corrida em Adelaide. O alemão pilotava pela Benetton e estava na liderança quando saiu da pista. Damon passou para a liderança, mas na curva seguinte o alemão mundial fechou a porta.

Schumacher abandonou imediatamente e Hill teve que estacionar sua Williams nos boxes pouco depois, como resultado de uma suspensão quebrada. Com isso, Michael conquistou seu primeiro campeonato, mas essa ação continua a levantar questões até hoje.

 

Há rumores de que o futuro de Hamilton na categoria dependerá do resultado da investigação da FIA.

Quando perguntaram a Hill se ele teve algum problema para retornar em 1995, ano seguinte à controversa batalha com Schumacher, ele respondeu: "Nem um pouco. Eu ainda queria ganhar o campeonato".

"Lewis já tem sete títulos. É uma grande diferença. Ele também está chegando ao fim de sua carreira. Ainda assim, acho que o oitavo troféu é muito tentador. Tenho certeza que ele quer voltar e ganhá-lo."

FRED SABINO compara HAMILTON x VERSTAPPEN com rivalidades HISTÓRICAS da F1 como SENNA e PROST

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #158 - TELEMETRIA DE FÉRIAS: Rico Penteado explica novo carro da F1 e aponta favoritos

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
Conheça a evolução do bargeboard e entenda porque a F1 se livrou dele para 2022
Artigo anterior

Conheça a evolução do bargeboard e entenda porque a F1 se livrou dele para 2022

Próximo artigo

F1: FIA espera que novo regulamento reduza pela metade a diferença entre as pontas do grid

F1: FIA espera que novo regulamento reduza pela metade a diferença entre as pontas do grid
Carregar comentários